Blog de Notícias de PEROLANDIA











Siga-nos e receba notícias e assuntos de interesse das cidades

 Quem doa sangue tem dia de folga em PEROLANDIA.

Abaixo estão listados alguns requisitos básicos e dos principais impedimentos temporários e definitivos para doação de sangue. No entanto, esta lista não esgota os motivos de impedimentos para doação, de forma que outras informações prestadas por você durante a triagem clínica serão consideradas para definir se está apto para doar sangue nesse momento.

Sentir-se bem, com saúde.

Apresentar documento com foto, emitido por órgão oficial e válido em todo o território nacional.

Pesar acima de 50 kg.

Estar descansado (ter dormido pelo menos 6 horas nas últimas 24 horas).

Estar alimentado (evitar comidas gordurosas nas 4 horas que antecedem a doação).

Ter entre 16* e 69** anos de idade.

*Podem ser aceitos candidatos à doação de sangue com idade de 16 e 17 anos somente com autorização, por escrito, por um dos pais ou o responsável legal.

**Desde que a primeira doação tenha sido realizada até os 60 anos.

O doador de sangue tem direito à folga no trabalho? Sim, o doador tem direito a um (01) dia de folga no trabalho em cada 12 meses trabalhados, desde que a doação esteja devidamente comprovada, de acordo com os termos previstos no Decreto-Lei nº 5.452, de 1º de maio de 1943 (Consolidação das Leis do Trabalho). Esse direito também se estende ao funcionário público civil de autarquia ou militar, conforme preconizam a Lei Federal nº 1.075, de 27 de março de 1950, bem como a Lei EStadual nº 3.365, de 6 de junho de 1956. Mas apesar da legislação vigente, cumpre ressaltar que a doação de sangue é um gesto voluntário e altruísta e, portanto, não deve ser encarada como um benefício próprio.

[9]




Quanto é mesmo que a Dilma vai aumentar a conta de luz em PEROLANDIA?

A conta de luz deve subir em média quase 40% este ano, mas dependendo da distribuidora esse aumento pode ser bem maior. O reajuste também muda dependendo da região.

A conta não é simples. No aumento aprovado na terça-feira (3), o contribuinte vai tirar do bolso o dinheiro para bancar um fundo que financia programas como o ‘Luz para Todos’ e ações para o setor elétrico. São R$ 23 bilhões para esse fundo.

Além disso, virá um aumento extra para cobrir os custos com as termelétricas. 

A notícia de um reajuste pesado na conta de luz preocupou Rodrigo Galvão dos Santos. Dono de uma microempresa, ele gasta muita energia para produzir os bolinhos de chocolate.

Pretende ampliar os negócios, mas: “Para nós que pretendemos investir dinheiro na abertura de uma loja, para o crescimento da produção, isso é uma notícia bem ruim. A gente não tem um capital tão grande”, afirma o empresário.

O governo ainda não divulgou quanto, mas a conta deve ficar bem mais cara por vários motivos. Entre eles, um reajuste na bandeira tarifária - uma cobrança extra na conta de luz, que é adotada quando os custos da energia estão altos, como agora por causa da falta de água e do uso das termelétricas. Estamos na bandeira vermelha, pagando R$ 3 a mais para cada cem quilowatts-hora consumidos.

Além disso, a Agência Nacional de Energia Elétrica anunciou que precisa de R$ 23 bilhões para manter o fundo que garante programas como o ‘Luz para Todos’. Ano passado, o Tesouro Nacional ajudou a financiar essa conta, mas este ano os custos vão ser totalmente repassados para o consumidor. Só isso vai significar reajuste de 3,89% para os consumidores das regiões Norte e Nordeste e de quase 20% para as regiões Sul, Sudeste e Centro-Oeste.

[8]

 Como conseguir um empréstimo do BNDES em PEROLANDIA.

Apoio Financeiro - Apresentação

Atenção: O BNDES não credencia nem indica quaisquer consultores, pessoas físicas ou jurídicas, como intermediários para facilitar, agilizar ou aprovar operações com o próprio Banco ou com as instituições financeiras credenciadas a repassar seus recursos.

O BNDES investe em empreendimentos de organizações e pessoas físicas segundo critérios que priorizam o desenvolvimento com inclusão social, criação de emprego e renda e geração de pisas.

O apoio financeiro pode se dar por meio das seguintes modalidades: financiamentos, recursos não reembolsáveis e subscrição de valores mobiliários.

Em alguns casos específicos, o apoio financeiro pode se dar de forma conjugada, por meio de financiamento a uma parte de projeto e via subscrição de valores mobiliários em outra. A decisão de utilizar as duas modalidades fica a critério do BNDES.

Financiamentos

As modalidades de financiamento do BNDES se pidem em Produtos, de acordo com a finalidade do empreendimento.

Os Produtos definem as regras gerais de condições financeiras e procedimentos operacionais do financiamento. A cada Produto se aplicam Linhas de Financiamento, que se destinam a beneficiários, setores e empreendimentos específicos e, por isso, podem trazer regras particulares, mais adequadas aos objetivos da linha.

Outros mecanismos de financiamento disponíveis são os Programas, de caráter transitório, voltados para um determinado segmento econômico; e os Fundos, também destinados a setores específicos de atividade.

Quem pode solicitar o financiamento

  • Empresas;
  • pessoas físicas residentes no país;
  • entes da Administração Pública, seja direta ou indireta; e
  • associações e fundações.

Veja os requisitos mínimos para cada tipo de cliente.

Veja também como o BNDES classifica as empresas segundo o porte.

Formas de apoio

As solicitações podem ser feitas de forma direta, indireta ou mista, dependendo da modalidade de apoio utilizada:

  • Operação direta - realizada diretamente com o BNDES ou através de mandatário.
  • Operação indireta - realizada por meio de instituição financeira credenciada, ou através do uso do Cartão BNDES.
  • Operação mista - combina a forma direta com a forma indireta não automática.

Veja mais informações sobre as formas de apoio do BNDES.

Itens financiáveis

O BNDES apoia projetos de investimento, no Brasil e no exterior, que visem à ampliação, modernização e expansão da capacidade produtiva. Cada mecanismo de financiamento determina quais são os seus empreendimentos passíveis de apoio pelo BNDES.

Porém, alguns itens não são apoiáveis pelo BNDES. Confira a lista dos projetos que o Banco não financia.

Como funciona

Os pedidos de financiamento do BNDES passam por cinco grandes fases: consulta prévia, perspectiva, enquadramento, análise e contratação.

Veja o Fluxo e Prazos para Tramitação de Operações Diretas, Indiretas não Automáticas e Mistas.

Condições financeiras

Cada mecanismo de financiamento possui condições financeiras próprias.

Recursos não reembolsáveis

Alguns projetos podem receber aplicações financeiras, sem a exigência de reembolso. Tratam-se de investimentos de caráter social, cultural (ensino e pesquisa), ambiental, científico ou tecnológico.

Subscrição de valores mobiliários

Em sociedades anônimas, de capital aberto ou fechado, em emissão pública ou privada e em fundos de investimento fechados. O BNDES também oferece programas destinados à composição de fundos de destinação específica.

Veja também

 

[29]

 Os concursos públicos para 2015 que são os mais procurados pelos moradores de PEROLANDIA

Editais abertos: 

Banco do Brasil

Foram abertas 2.499 vagas para cadastro reserva. De acordo com o edital, o posto é o de escriturário, com salário de R$ 2.227,26. Para participar é exigido nível médio completo. Provas objetiva e redação marcadas para 15 de março.

Petrobras

A estatal abriu 47 vagas imediatas e 2.655 para formação de cadastro reserva. O edital oferece chances para níveis médio e superior. As remunerações variam de R$ 3.095,97 a R$ 8.866,74. Provas objetivas serão no dia 8 março.

Conselho Nacional do Ministério Público

O primeiro concurso do órgão oferece 87 vagas para níveis médio e superior. Haverá ainda formação de cadastro reserva. As remunerações variam de R$ 5.007,82 a R$ 8.178,06. As provas serão aplicadas no dia 1º de março.

Secretaria de Segurança Pública do DF (Sesipe)

Serão selecionados 1.100 agentes penitenciários, deste total, 200 para provimento imediato e 900 para CR. O vencimento é de R$ 4.745. O posto exige formação em qualquer curso superior. Segundo o edital, a prova objetiva agendada para 19 de abril. Editais previstos:

Câmara dos Deputados

Mesa Diretora autorizou concurso para o ano que vem. O número de vagas ainda não foi definido, mas haverá chances para níveis médio e superior, com remunerações entre R$ 11.684,43 e R$ 17.684,43. Edital deve sair somente após fevereiro.

Receita Federal

Planejamento afirmou que a previsão orçamentária prevê recursos para contratação de auditores. No entanto, ainda não há definição de número de vagas e data de lançamento do edital

INSS

Foram solicitadas ao Planejamento 4.730 vagas. A seleção vai oferecer oportunidades para técnico do seguro social (2.000), médico perito (1.150) e analista do seguro social (1.580). Os servidores receberão entre R$ 4,8 e R$ 10,8 mil.

Ministério do Planejamento

Recém autorizado pela ministra Miriam Blechior, o concurso vai oferece 556 vagas, sendo 22 para a Escola Nacional de Administração Pública (Enap). Edital deve sair até junho. As chances serão para nível superior, mas os salários não foram divulgados.

Ministério das Comunicações

A pasta pretende abrir concurso com 187 vagas de níveis médio e superior. Para isso, ainda aguarda autorização do Planejamento. Pedido foi feito em maio deste ano.

Polícia Militar do DF

Certame foi autorizado em 2013, mas deve sair só em 2015. Serão oferecidas 204 vagas, sendo 51 imediatas e 153 para CR. Os postos contemplados serão de segundo-tenente dos quadros de oficiais policiais militares e policiais militares capelães.

Secretaria de Fazenda do DF

A realização do concurso já foi autorizada e está adiantada. O órgão já está em fase de escolha da banca organizadora. Serão abertas 100 vagas. Definições sobre cadastro reserva, salários e exigências para o cargo serão divulgadas no edital.

Inmet

O órgão vai abrir 242 vagas e também já está em fase de análise para escolher a organizadora. Os cargos, salários e lotação não foram divulgados, mas já se sabe que haverá chances para Brasília.

Polícia Federal

A Associação Nacional dos Delegados da corporação anunciou que será aberto concurso com 600 vagas até o final de 2015. As chances serão para escrivão (450) e delegado (150). As remunerações, após a reestrutura da carreira chegam a R$ 17 mil.

Ministério do Trabalho e Emprego

O Planejamento ainda analisa o pedido de concurso com 800 vagas feito em maio. O cargo contemplado será o dia auditor fiscal do trabalho, com remuneração de R$ 15.743,64.

Superior Tribunal de Justiça

A assessoria do órgão confirmou que será lançado novo concurso em breve. Não há definição de vagas e cargos, mas as chances deverão ser destinadas a áreas diferentes àquelas abertas no certame realizado em 2012.

IBGE

O instituto solicitou ao Planejamento novas vagas para os postos de técnico, tecnologista e analista. As áreas de atuação e quantidade de oportunidades ainda não foram definidas.

Anac

A agência solicitou, em outubro, abertura de novo concurso público ao Planejamento. Porém, não foram informados número de vagas e áreas de atuação.

ANTT

A agência pretende abrir 670 vagas de níveis médio e superior. O pedido de concurso foi encaminhado em outubro, mas ainda não houve retorno.

Novacap

Autorizado em maio de 2013, o certame deve ficar mesmo para 2015. Serão abertas 379 vagas e cadastro reserva. O Tribunal de Contas do Distrito Federal chegou a multar o secretário de administração por não lançar o concurso.

Secretaria de Desenvolvimento Social do DF (Sedest)

O concurso foi autorizado em fevereiro deste ano. Serão 200 vagas, sendo 100 para especialista (nível superior) e técnico em assistência social (nível médio). Os salários vão de R$ 4.239,20 a R$ 5.789,36.

Agência Nacional de Águas

Em agosto, a assessoria da agência informou que o pedido do concurso estava em última instância no Planejamento. Serão abertas 32 vagas para analista, que exige nível superior. O salário é de R$ 11.071,29. Lotação na sede, em Brasília.

Anvisa

Órgão aguarda autorização do Planejamento desde agosto. Serão abertas 120 vagas de nível médio. As oportunidades serão para técnico administrativo, com lotação em Brasília. O salário inicial do posto é de R$ 4.760,18.

Tribunal de Contas da União

Autorizado em julho, o certame vai oferecer 30 vagas para os postos de auditor (12) e técnico (18). As vagas serão distribuídas entre o Distrito Federal, Acre, Amazonas, Maranhão, Mato Grosso, Pernambuco e São Paulo.

DNIT

O departamento ainda aguarda autorização do Planejamento. A expectativa é de sejam abertas 1.131 vagas, para postos de níveis médio e superior. Os salários variam de R$ 3.342,50 a R$ 6.647,41.

Ministério da Cultura

Pasta solicitou abertura de 140 vagas de nível superior e 89 de nível médio. Pedido ainda está em análise no Planejamento. As remunerações podem chegar a R$ 6.330,28. [11]



*blogsbrasil.com - todos os direitos reservados. Selecionamos as principais notícias da cidade de PEROLANDIA GO. Os acontecimentos políticos, acidentes de trânsito nas rodovias, fatos do centro, dos bairros e do interior. Pesquisamos também os jornais locais e as redes sociais, bem como o site da prefeitura. O trabalho jornalístico consiste em captação e tratamento escrito, oral, visual ou gráfico, da informação em qualquer uma de suas formas e variedades. O trabalho é normalmente dividido em quatro etapas distintas, cada qual com suas funções e particularidades: pauta, apuração, redação e edição.A pauta é a seleção dos assuntos que serão abordados. É a etapa de escolha sobre quais indícios ou sugestões devem ser considerados para a publicação final. A apuração é o processo de averiguar informação em estado bruto (dados, nomes, números etc.). A apuração é feita com documentos e pessoas que fornecem informações, chamadas de fontes. A interação de jornalistas com suas fontes envolve freqüentemente questões de confidencialidade.A redação é o tratamento das informações apuradas em forma de texto verbal. Pode resultar num texto para ser impresso (em jornais, revistas e sites) ou lido em voz alta (no rádio, na TV e no cinema). A edição é a finalização do material redigido em produto de comunicação, hierarquizando e coordenando o conteúdo de informações na forma final em que será apresentado. Muitas vezes, é a edição que confere sentido geral às informações coletadas nas etapas anteriores. No jornalismo impresso (jornais e revistas), a edição consiste em revisar e cortar textos de acordo com o espaço de impressão pré-definido. A diagramação é a disposição gráfica do conteúdo e faz parte da edição de impressos. No radiojornalismo, editar significa cortar e justapor trechos sonoros junto a textos de locução, o que no telejornalismo ganha o adicional da edição de imagens em movimento. Tags: Últimas Notícias, PEROLANDIA GO, Cidade, Interior, Segunda, Terça, Quarta, Quinta, Sexta, Sábado, Domingo, Carro, Eleições, Crime, Estrada, Rodovia, Acesso, Greve, Eleições, Festa, Granizo, Chuva, Enchente,Aniversário, Prêmio, Mês, Fim de Semana, Hoje, Ontem, Anteontem, Hora, Pouco Tempo, Agora há Pouco, Mulher, Homem, Família, Criança, Portal,Pessoas, Como saber, Onde eu Acho, Site, Blog, Diário,Protesto,Inauguração, Cassação, Cassado, Show, Apresentação, Espetáculo, Fotos, Vídeos, Imagens, Previsão, Caminhão, Vítimas, Situação, Oposição, Eleições, Enquete, Votos, Apuração, Trânsito, Operação, PF, Delegacia, Praia, Localidade, Animais, Ver Fotos.