Blog de Notícias de OTACILIO COSTA








Klabin incentiva a leitura com Projeto Crescer Lendo em Otacílio Costa

Ao todo o Projeto Crescer Lendo estará presente em oito municípios: Otacílio Costa (SC), Correia Pinto (SC), Lages (SC), São Leopoldo (RS), Feira de Santana (BA), Goiana (PE), Betim (MG) e Jundiaí (SP). A expectativa é que 1,5 mil crianças sejam ...

Hospital Santa Clara recebe roupas de cama da Fundação Nova Vida

O Hospital Santa Clara, de Otacílio Costa, é um dos 80 hospitais filantrópicos de Santa Catarina beneficiados com donativos repassados pela Fundação Nova Vida, entidade ligada ao governo do Estado. Os kits contemplam roupas de cama, como lençóis e ...

Klabin beneficia 1,5 mil crianças com o Projeto Crescer Lendo

Ao todo, oito municípios serão beneficiados pela iniciativa: Otacílio Costa (SC), Correia Pinto (SC), Lages (SC), São Leopoldo (RS), Feira de Santana (BA), Goiana (PE), Betim (MG) e Jundiaí (SP). A expectativa é que 1,5 mil crianças sejam impactadas ...

Últimas notícias de OTACILIO COSTA SC:


Klabin beneficia 1,5 mil crianças com o Projeto Crescer Lendo Ao todo, oito municípios serão beneficiados pela iniciativa: Otacílio Costa (SC), Correia Pinto (SC), Lages (SC), São Leopoldo (RS), Feira de Santana (BA), Goiana (PE), Betim (MG) e Jundiaí (SP). A expectativa é que 1,5 mil crianças sejam impactadas ...

Onze ruas terão sentido único a partir desta segunda-feira na Praia Brava em Itajaí Rua Miguel Francisco Borges — Sentido: Rua Otacílio da Silva Costa para Rua Anthurium; - Rua Carlos Alberto Niehus — Sentido: Rua Anthurium para a Rua Otacílio da Silva Costa; - Rua Vergina Severino — Sentido: Rua Otacílio da Silva Costa para Rua ...

OTACILIO COSTA SC tspan:3m OTACILIO COSTA SC


NO PÂNTANO DO SUL Mandala: do mar direto para a mesa do Beto Barreiros Sou frequentador da praia do Pântano do Sul desde a minha infância. Lá tenho muitos amigos, entre eles os irmãos Carlos e Osmar Costa, pesc…

Campeonato Gaúcho 2015 - 11ª rodada Rafael Passos Sábado, 14/3/2015 Arena do Grêmio - 18:30 Grêmio 1 x 0 Cruzeiro Braian Rodríguez 37´2T Domingo, 15/3/2015 Boca do Lobo - 16:00 Brasil de Pelotas 0 x 2 Internacional Valdívia 42' 1T Ta…

Abnegação pelo futebol e pelo radio esportivo! Passei mais de trinta anos morando em Telêmaco Borba vivendo ótimos momentos da minha vida antes de resolver morar na localidade grande. Sempre trabalhei com outras coisas e não tive oportunidade de exper…

Homem é morto a tiros Carlos Gilberto Pires da Silva 35 anos, foi morto na noite de sexta-feira 06, após uma confusão em frente a um bar na Avenida Beira Rio, no bairro Igaras, em Otacílio Costa. O autor do homicídio fugiu…






Siga-nos e receba notícias e assuntos de interesse das cidades

Corrupção custa caro também em OTACILIO COSTA

O brasileiro paga caro pelo aumento da corrupção no País. Segundo estudo feito pelo coordenador da Escola de Economia de São Paulo, da Fundação Getúlio Vargas (FGV), Marcos Fernandes, a perda de produtividade provocada por fraudes públicas no Brasil atinge a casa de US$ 3,5 bilhões por ano. ´Da mesma forma que estradas e portos bem estruturados melhoram a produtividade do País, instituições ineficientes diminuem o ganho da nação´, afirma Fernandes.

Ele explica que o prejuízo foi calculado com base em dados do Banco Mundial (Bird) sobre educação e investimentos de 109 países, além de índices de percepção de corrupção da organização não-governamental Transparência Internacional. Na avaliação do professor da FGV - que lança hoje o livro Ética e Economia, em São Paulo -, com as péssimas qualidades das leis, da governabilidade e do ambiente de negócios, as empresas hesitam em investir no País e deixam de criar emprego e renda para a sociedade. Para ter idéia do que significa a perda de produtividade provocada pela corrupção no Brasil, basta comparar o volume de dinheiro empenhado pelo governo no Ministério dos Transportes. Até agosto, foram cerca de R$ 5,3 bilhões em obras de infra-estrutura de transportes, como estradas, hidrovias, ferrovias e portos - bem abaixo da perda de produtividade anual calculada em US$ 3,5 bilhões, ou R$ 7,5 bilhões convertidos pelo dólar de R$ 2,17.

Fernandes completa ainda que em apenas dois escândalos recentes da história do Brasil - o superfaturamento do Tribunal Regional do Trabalho (TRT) de São Paulo pelo juiz Nicolau dos Santos Neto e o dos sanguessugas, a população perdeu cerca de US$ 150 milhões. ´Com esse dinheiro seria possível construir 200 mil casas populares e abrigar 800 mil pessoas´, calcula o professor. Segundo ele, muito dinheiro que poderia ser investido na precária infra-estrutura do País é desviado pela corrupção. Com isso, o Estado perde força e suas políticas de investimentos são enfraquecidas. Resultado disso pode ser verificado no Índice de Competitividade Global 2006-2007 do Fórum Econômico Mundial. Números divulgados na semana passada mostram que o Brasil caiu nove posições no ranking internacional, de 57ª para 66ª colocação, ficando abaixo dos demais países que formam o chamado Bric (Rússia, Índia e China). De acordo com o Fórum, o desempenho do Brasil se deve especialmente a dois fatores: indicadores macroeconômicos e institucionais. ´A corrupção traz efeitos graves para a competição dos mercados´, afirma o diretor-executivo da Transparência Brasil, Claudio Weber Abramo.

Segundo ele, o efeito disso para a população é lamentável, já que menos investimentos significam menos emprego, renda e piora do bem-estar da população. ´O custo social é grande, pois priva as pessoas de uma melhor qualidade de vida e de liberdade de escolha´, diz Fernandes. O economista Reinaldo Gonçalves, professor titular da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), acrescenta ainda que a corrupção aumenta o risco e a incerteza no ambiente de negócios do País. ´Para se proteger disso, os preços dos bens e serviços acabam embutindo o custo da corrupção, como se fosse um imposto´, reclama ele. Para o professor, além de aumentar as incertezas, as fraudes públicas elevam as práticas oportunistas. ´Como alguns cometem atos ilícitos e não são punidos, os outros também adotam armas corruptas para competir.´ Na avaliação dele, há uma fragilidade sistêmica no Brasil, um processo de ´africanização´. Dados da ONG Transparência Internacional mostram que o Índice de Percepção de Corrupção do Brasil é semelhante ao de países como Belize, Sri Lanka, Peru, Kuwait e Colômbia (ver gráfico). Os países mais seguros são Finlândia, Dinamarca, Cingapura e Suíça. Os piores no quesito fraude pública são Bangladesh, Paraguai e Indonésia. Na avaliação do professor de Ética e Filosofia Política da Unicamp, Roberto Romano, um dos problemas que elevam o índice de corrupção no Brasil é o número de mediadores no sistema. Da União até chegar ao destino estabelecido, o dinheiro passa por várias mãos, o que facilita a fraude, argumenta ele. ´Resultado disso é a desigualdade entre as regiões e a falta de competitividade do produto brasileiro. Se você não tem valor agregado, sobretudo de ponta, o que você tem a oferecer? Banana´ destaca o professor.

Mas há uma luz no fim do túnel, argumentam os especialistas. Uma das alternativas é deixar de tratar a corrupção como causa da moralidade. Para Abramo, ela tem origem em instituições e práticas administrativas frágeis.

´No Brasil, os governos podem nomear cargos aleatoriamente em troca de apoio parlamentar. Isso precisa ser mudado´, indigna-se ele, reivindicando a criação de políticas de gerenciamento de conflito de interesses. ´Certamente não se combate corrupção dizendo que ela é feia.´ Gonçalves, da FGV, acredita que a instituição de mecanismos que permitam a fiscalização pública do orçamento do governo já contribuiria para reduzir as fraudes. ´É preciso transparência. Se você torna tudo eletrônico, é possível consultar o andamento dos processos, contratos de compra de serviços, etc.´ Mas isso precisa ser inteligível. Não adianta dispor de dados se não é possível fazer a leitura, alerta ele. ´Junta-se a isso a necessidade de redução da burocracia e a aprovação de leis mais racionais.´

Fonte: Renée Pereira (site do Estadão) [2]




Veja o aumento dos remédios autorizado por Dilma em OTACILIO COSTA.

O ajuste anual médio do preço máximo dos medicamentos foi fixado em 6% para este ano, de acordo com a Câmara de Regulação do Mercado de Medicamento (CMED).

O índice se mantém abaixo da inflação dos últimos 12 meses, cujo IPCA acumulado de março de 2014 até fevereiro de 2015 foi de 7,7%. Para a fixação do valor são seguidos critérios técnicos definidos na Lei Federal 10.742/2003, que consideram a produtividade da indústria, a variação de custos dos insumos e a concorrência dentro do setor, além da inflação do período. O reajuste passa a valer a partir desta terça-feira (31), data da sua publicação no Diário Oficial da União.

A regulação atinge 9.120 medicamentos e varia de acordo com níveis de concorrência. Neste ano, a maior parte (50,18%) dos produtos teve o menor percentual de ajuste, de 5%. Fazem parte desse grupo medicamentos de alta tecnologia e de maior custo, como a ritalina (tratamento do déficit de atenção e hiperatividade) e a stelara (psoríase). Esse grupo é considerado de menor concorrência, pois compõem mercado altamente concentrado.

Os medicamentos da categoria dois, referentes a mercados moderadamente concentrados (25,37% do total), sofrerão aumento máximo, autorizado pelo governo federal, de até 6,35%. Entre eles, estão lidocaína amoxicilina (antibiótico para infecções urinárias e respiratórias) e imipenem (antibiótico). Já o grupo um, de maior concorrência e que tende à manutenção de preços mais baixos (24,45% do total), terá o maior ajuste, que pode chegar ao teto de 7,7%. Dentre estes medicamentos, estão o omeprazol (tratamento de gastrite e úlcera) e a risperidona (antipsicótico).

O secretario-executivo da CMED, Leandro Safatle, esclarece que a resolução define o limite de aumento autorizado pelo governo, o que não significa que, na prática, o consumidor sentirá esse acréscimo, devido à concorrência entre empresas e descontos oferecidos.

Em fevereiro deste ano, o Ministério da Saúde, juntamente com a Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), anunciou a definição de novos critérios para melhor adequar o índice à realidade do mercado farmacêutico, tendo como um dos principais impactos a redução do rol de medicamentos sujeitos ao maior reajuste de preço, diminuindo o peso no bolso do consumidor. O atual índice de reajuste já reflete essas mudanças.

A medida possibilitou chegar a um menor percentual de aumento em relação ao formato anterior, reduzindo os custos para o mercado farmacêutico do País, para as famílias, governos e prestadores de serviços que compram medicamento. “A nova metodologia trouxe maior precisão à realidade do mercado, dando transparência ao processo e previsibilidade ao setor.”, informa Jarbas Barbosa, secretário de Ciência, Tecnologia e Insumos Estratégicos do Ministério da Saúde.

Política de Preço

As mudanças apresentada em fevereiro incluíram sugestões da consulta pública realizada pela CMED em 2014, com a participação de entidades que representam mais de 150 indústrias farmacêuticas. Os três níveis de reajuste de preço foram definidos conforme a concorrência dos grupos de mercados, classificados como não concentrados, moderadamente concentrados e altamente concentrados.

A ampliação do grupo autorizado a fazer o menor reajuste de preço ocorre porque o novo cálculo adota modelo internacional para a medição do poder de mercado inpidual de empresas ou grupos econômicos, o Índice Herfindahl-Hirschman (IHH). Também foi considerado o mercado como um todo, não somente o varejista; pela primeira vez foram incluídas as vendas hospitalares e compras públicas.

Cada um dos fatores que compõem a fórmula, como produtividade (x), os ajustes de preços relativos entre setores (y) e intrassetor (Z), terá uma data para serem publicados pela CMED. O fator X deve ser pulgado em setembro, o Y 30 dias antes do ajuste e o Z até 60 dias após as empresas entregarem seus relatórios de comercialização com informações sobre faturamento e quantidade de produtos vendidos.

Maior acompanhamento do mercado

Juntamente com as mudanças nos critérios de ajuste de preços da CMED, o Ministério da Saúde apresentou novidades relacionadas ao Sistema de Acompanhamento do Mercado de Medicamentos (Sammed), que passam a vigorar para o setor farmacêutico a partir de setembro de 2015.

Agora, as informações que compõem esse banco de dados deverão ser enviadas pelas empresas semestralmente ao invés de uma vez ao ano, permitindo melhor acompanhamento do mercado farmacêutico.

Outra novidade é que a Sammed trará informações de comercialização das empresas produtoras de medicamentos por tipo de comprador. Será possível identificar se o comprador do medicamento é o governo, distribuidor, estabelecimento privado ou público de saúde, rede de farmácias e drogarias privadas ou pessoa física. A CMED é um órgão interministerial que tem entre as suas principais atribuições regular o mercado de medicamentos. Destaca-se a fixação do índice de ajuste do preço de fábrica anualmente, com base em critérios técnicos definidos na Lei Federal 10.742 de 2003.

[1]



Klabin incentiva a leitura com Projeto Crescer Lendo em Otacílio Costa


Ao todo o Projeto Crescer Lendo estará presente em oito municípios: Otacílio Costa (SC), Correia Pinto (SC), Lages (SC), São Leopoldo (RS), Feira de Santana (BA), Goiana (PE), Betim (MG) e Jundiaí (SP). A expectativa é que 1,5 mil crianças sejam ...



Hospital Santa Clara recebe roupas de cama da Fundação Nova Vida


O Hospital Santa Clara, de Otacílio Costa, é um dos 80 hospitais filantrópicos de Santa Catarina beneficiados com donativos repassados pela Fundação Nova Vida, entidade ligada ao governo do Estado. Os kits contemplam roupas de cama, como lençóis e ...
Klabin beneficia 1,5 mil crianças com o Projeto Crescer Lendo Ao todo, oito municípios serão beneficiados pela iniciativa: Otacílio Costa (SC), Correia Pinto (SC), Lages (SC), São Leopoldo (RS), Feira de Santana (BA), Goiana (PE), Betim (MG) e Jundiaí (SP). A expectativa é que 1,5 mil crianças sejam impactadas ...
Onze ruas terão sentido único a partir desta segunda-feira na Praia Brava em Itajaí Rua Miguel Francisco Borges — Sentido: Rua Otacílio da Silva Costa para Rua Anthurium; - Rua Carlos Alberto Niehus — Sentido: Rua Anthurium para a Rua Otacílio da Silva Costa; - Rua Vergina Severino — Sentido: Rua Otacílio da Silva Costa para Rua ...
NO PÂNTANO DO SUL Mandala: do mar direto para a mesa do Beto Barreiros Sou frequentador da praia do Pântano do Sul desde a minha infância. Lá tenho muitos amigos, entre eles os irmãos Carlos e Osmar Costa, pesc…
Campeonato Gaúcho 2015 - 11ª rodada Rafael Passos Sábado, 14/3/2015 Arena do Grêmio - 18:30 Grêmio 1 x 0 Cruzeiro Braian Rodríguez 37´2T Domingo, 15/3/2015 Boca do Lobo - 16:00 Brasil de Pelotas 0 x 2 Internacional Valdívia 42' 1T Ta…

Conhece alguém com ovário policístico em OTACILIO COSTA?

A Síndrome do Ovário Policístico (SOP) é um distúrbio hormonal que provoca formação de cistos nos ovários, o que fazem com que eles aumentem de tamanho.

O problema atinge, principalmente, mulheres em idade reprodutiva e se caracteriza pela menstruação irregular, alta produção de testosterona (hormônio masculino) e presença de microcistos nos ovários.

Sua causa ainda não é totalmente esclarecida. A hipótese é que tenha uma origem genética e estudos indicam uma possível ligação entre a doença e a resistência à ação da insulina no organismo, gerando um aumento do hormônio na corrente sanguínea que provocaria o desequilíbrio hormonal.

O excesso de testosterona faz algumas portadoras da síndrome apresentarem características masculinas, como excesso de pelos, além de aparecimento de acne. Ainda na adolescência, a menstruação pouco frequente ou ausente pode ser sinal da doença.

A jovem Hailenny Souza, de 19 anos, começou a desconfiar quando apresentou alguns sinais do problema . “Tinha os sintomas desde que comecei a menstruar. Passava meses sem menstruar os médicos diziam que era normal, pois era muito nova e que com o tempo normalizaria o ciclo. Mas eu sempre desconfiei que tivesse algo errado. Eu era diferente das outras garotas, tinha muitos pelos pelo corpo e um grande apetite”, conta a estudante de enfermagem.

Mulheres com SOP geralmente apresentam infertilidade ou dificuldade para engravidar. A revisora Ana Paula Jumes, de 24 anos, passa por este problema. “Descobri ano passado a síndrome. Tenho excesso de peso, bastante pelo e acne. Por causa disso estou fazendo o tratamento no SUS. Quero muito engravidar, mas a SOP atrapalha bastante. Ainda tenho que me cuidar quando conseguir, pois tenho risco de aborto.”

O diagnóstico precoce ajudar a reduzir o risco de complicações. O tratamento para síndrome dos ovários policísticos geralmente trata os sintomas e complicações, tais como infertilidade, acne ou obesidade. Em casos mais graves, pode ser necessária uma cirurgia.

Caso a mulher sinta alguns destes sintomas, ela deve procurar um ginecologista para tratamento mais adequado. [21]


COMO RENOVAR O FIES EM OTACILIO COSTA?

Os estudantes que fizeram contratos com o Fundo de Financiamento Estudantil (Fies) até 2014 podem ficar tranquilos. De acordo com o Ministério da Educação (MEC), o sistema que vem sendo aprimorado ao longo dos anos ficará aberto até o dia 30 de abril.

Com a prorrogação do prazo, o MEC garante ao alunos beneficiados a renovação dos seus contratos. “A qualquer momento que fizer o aditamento, ele vale desde o início do semestre”, lembrou o secretário-executivo do Ministério da Educação, Luiz Cláudio Costa.

O secretário reiterou que a lentidão no sistema, enfrentada por alguns alunos, está sendo corrigida. “Nós já tivemos uma grande melhora nesta semana, por isso atingimos mais de 830 mil contratos aditados, e nos próximos dias teremos ainda mais celeridade no processo.”

Além de garantir a renovação de 1,9 milhão de pessoas, o Ministério da Educação está com mais vagas para novos contratos. “Elas serão distribuídas entre os cursos com qualidade em Persas regiões do Brasil” explicou.

Vagas

Até o momento, o governo federal ofereceu, para este ano, 205 mil vagas no Sistema de Seleção Unificada (Sisu) e 213 mil bolsas para o Programa Universidade para Todos (ProUni).

Em nota anterior, a pasta ressalta que usa critérios de qualidade, distribuição regional e disponibilidade de recursos para liberar os financiamentos, e que os cursos com nota 5 (avaliação máxima) serão todos oferecidos. Nos que têm notas 3 e 4, são considerados aspectos regionais como, por exemplo, localidades que historicamente receberam menos financiamentos.

O Fies oferece cobertura da mensalidade de cursos em instituições privadas de ensino superior a juros de 3,4% ao ano. O estudante começa a quitar após 18 meses da conclusão do curso.

Desde 2010, o Fies acumula 1,9 milhão de contratos e abrange mais de 1,6 mil instituições.

O que é o aditamento?

Aditamento é o processo de renovação contratual que no caso do Fies, deve ser realizado a cada início de semestre.

O aditamento de renovação semestral dos contratos de financiamento, se Pidem em simplificados e não simplificados. O aditamento simplificado ocorre quando não há alteração de cláusulas contratuais do financiamento do estudante, já o não simplificado acontece quando há alguma alteração das cláusulas contratuais do financiamento do estudante.

A renovação é feita via Sistema Informatizado do Fies (SisFIES), mediante solicitação da Comissão Permanente de Supervisão e Acompanhamento (CPSA) e confirmação eletrônica pelo estudante financiado.

O percentual do financiamento poderá ser elevado?

O percentual mínimo de financiamento pelo Fies é de 50% do valor dos encargos educacionais cobrados do estudante por parte da instituição de ensino.

O percentual só poderá ser aumentado somente na condição de estudante bolsista parcial do ProUni, desde que a bolsa do ProUni seja no mesmo curso e instituição onde possui o financiamento estudantil. A solicitação deve ser efetuada durante o aditamento de renovação semestral.

Para mais dúvidas e informações acesse o site do Fies em Perguntas Frequentes ou ligue para Central de Atendimento 0800 616161. Também é possível enviar uma mensagem no serviço de autoatendimento do MEC.

Saiba mais

O Fundo de Financiamento Estudantil é um programa do Ministério da Educação destinado à concessão de financiamento a estudantes regularmente matriculados em cursos superiores presenciais não gratuitos e com avaliação positiva nos processos conduzidos pelo MEC.

Fontes:

Portal Brasil com informações do Ministério da Educação, Agência Brasil e Programa de Financiamento Estudantil

[25]

*blogsbrasil.com - todos os direitos reservados. Selecionamos as principais notícias da cidade de OTACILIO COSTA SC. Os acontecimentos políticos, acidentes de trânsito nas rodovias, fatos do centro, dos bairros e do interior. Pesquisamos também os jornais locais e as redes sociais, bem como o site da prefeitura. O trabalho jornalístico consiste em captação e tratamento escrito, oral, visual ou gráfico, da informação em qualquer uma de suas formas e variedades. O trabalho é normalmente dividido em quatro etapas distintas, cada qual com suas funções e particularidades: pauta, apuração, redação e edição.A pauta é a seleção dos assuntos que serão abordados. É a etapa de escolha sobre quais indícios ou sugestões devem ser considerados para a publicação final. A apuração é o processo de averiguar informação em estado bruto (dados, nomes, números etc.). A apuração é feita com documentos e pessoas que fornecem informações, chamadas de fontes. A interação de jornalistas com suas fontes envolve freqüentemente questões de confidencialidade.A redação é o tratamento das informações apuradas em forma de texto verbal. Pode resultar num texto para ser impresso (em jornais, revistas e sites) ou lido em voz alta (no rádio, na TV e no cinema). A edição é a finalização do material redigido em produto de comunicação, hierarquizando e coordenando o conteúdo de informações na forma final em que será apresentado. Muitas vezes, é a edição que confere sentido geral às informações coletadas nas etapas anteriores. No jornalismo impresso (jornais e revistas), a edição consiste em revisar e cortar textos de acordo com o espaço de impressão pré-definido. A diagramação é a disposição gráfica do conteúdo e faz parte da edição de impressos. No radiojornalismo, editar significa cortar e justapor trechos sonoros junto a textos de locução, o que no telejornalismo ganha o adicional da edição de imagens em movimento. Tags: Últimas Notícias, OTACILIO COSTA SC, Cidade, Interior, Segunda, Terça, Quarta, Quinta, Sexta, Sábado, Domingo, Carro, Eleições, Crime, Estrada, Rodovia, Acesso, Greve, Eleições, Festa, Granizo, Chuva, Enchente,Aniversário, Prêmio, Mês, Fim de Semana, Hoje, Ontem, Anteontem, Hora, Pouco Tempo, Agora, Mulher, Homem, Família, Criança, Portal,Pessoas, Como saber, Site, Blog, Diário,Protesto,Inauguração, Cassação, Cassado, Show, Apresentação, Espetáculo, Fotos, Vídeos, Imagens, Previsão, Caminhão, Vítimas, Situação, Oposição, Eleições, Enquete, Votos, Apuração, Trânsito, Operação, PF, Delegacia, Praia, Localidade, Animais, Ver Fotos, NEWS LATEST LOCAL NEWSPAPPER.