Blog de Notícias de NIQUELANDIA


Siga-nos e receba notícias e assuntos de interesse das cidades





Vagas de estágio abertas na Escola Superior do MPE-GO

Palmeira de Goiás, Padre Bernardo, Orizona, Novo Gama, Niquelândia, Crixás, Cristalina, Cidade Ocidental, Cavalcante, Carmo do Rio Verde, Caçu, Bom Jesus de Goiás, Bela Vista de Goiás, Aparecida de Goiânia e Águas Lindas de Goiás. Como participar ...

Embrapii e a inovação público-privada

Recentemente, a Votorantim Metais iniciou a substituiçã o, na sua unidade de Niquelândia, em Goiás, do coque de petróleo usado para alimentar as caldeiras de produção de níquel por um derivado de sementes do algodão e outros óleos vegetais ...

Últimas notícias de NIQUELANDIA GO:

 MPE (GO) abre processo seletivo para 27 vagas de estágio em 2015 Valparaíso de Goiás, Cidade Ocidental; Cristalina; Crixás; Niquelândia; Novo Gama; Orizona; Padre Bernardo; Palmeira de Goiás; Planaltina de Goiás; Posse; Rialma; Rio Verde; Águas Lindas de Goiás; Aparecida de Goiânia; Bela Vista de Goiás ...

Celg-D diz que não há como prever novos cortes de energia em Goiás Santa Terezinha de Goiás, Niquelândia, Cristalina, Campo Alegre de Goiás, Leopoldo de Bulhões, Novo Gama, Luziânia, Nova Crixás, Goiandira, Ouvidor, Palmeiras de Goiás, Morrinhos, Mara Rosa, Campinorte, Novo Planalto, São Miguel do Araguaia ...

NIQUELANDIA GO tspan:3m NIQUELANDIA GO


Durante o verão, brasileiros devem enfrentar novos apagões Campo Alegre de Goiás, Chapadão do Céu, Cristalina, Doverlândia, Hidrolina, Inhumas, Goiandira, Goianésia, Leopoldo de Bulhões, Luziânia, Mara Rosa, Morrinhos, Niquelândia, Novo Gama, Nova Crixás, Novo Planalto, Ouvidor, Palmeiras de Goiás ...

Corte de energia atinge cerca de 270 mil pessoas em Goiás, afirma Celg Santa Terezinha de Goiás, Niquelândia, Cristalina, Campo Alegre de Goiás, Leopoldo de Bulhões, Novo Gama, Luziânia, Nova Crixás, Goiandira, Ouvidor, Palmeiras de Goiás, Morrinhos, Mara Rosa, Campinorte, Novo Planalto, São Miguel do Araguaia ...

Zé Antônio quer “romper barreiras”para ajudar Goiás Citou o exemplo de Niquelândia, onde a maioria das lideranças locais ... “Temos que ampliar a campacidade dos programas sociais existentes em Goiás para beneficiar, principalmente, a juventude. O deputado estadual eleito elogia o governador Marconi ...







Qual o plano de saúde ideal para a sua família?

Vamos mostrar todas as informações necessárias para selecionar o melhor plano para você e sua família.


Conheça as formas de contratação de planos de saúde

É importante saber esta distinção porque algumas regras mudam de acordo com tipo de contratação.

Plano de saúde individual/familiar

Se você contratar o seu plano de saúde diretamente com a operadora que vende planos, o seu plano de saúde é do grupo dos planos individuais ou familiares.

Clique aqui para conhecer o que você deve saber antes de adquirir um plano de saúde individual ou familiar.

Plano de saúde coletivo

Existem dois tipos de planos coletivos: os empresariais, que prestam assistência aos funcionários da empresa contratante devido ao vínculo empregatício ou estatutário; e os coletivos por adesão, que são contratados por pessoas jurídicas de caráter profissional, classista ou setorial, como conselhos, sindicatos e associações profissionais.

Tenha em mente que, ao aderir a um contrato de plano de saúde coletivo, é como se você dissesse: “Estou de acordo com as regras desse contrato e essa empresa/sindicato/associação tem legitimidade para representar meus interesses, definir o que é melhor para mim e está autorizada a falar em meu nome sobre esse assunto.” Assim, o que for negociado entre a empresa contratante do plano e a operadora do plano valerá como regra a ser seguida por você.

Ao adquirir um plano de saúde coletivo, saiba que, em geral, as regras para esse tipo de contrato são mais flexíveis. Assim, por exemplo, no caso dos planos de saúde individuais ou familiares, a ANS limita o percentual de reajuste das mensalidades. Já no caso dos planos de saúde coletivos, a ANS apenas acompanha os reajustes de preços, que são negociados diretamente entre a operadora que comercializa o plano e a empresa, conselho, sindicato ou associação profissional que contratou o plano de saúde.

Se, após aderir ao plano, você discordar de alguma das decisões tomadas pela empresa contratante, você tem duas opções:

  • conversar com essa empresa, conselho, sindicato ou associação profissional, para que ela represente melhor seus interesses; ou
  • procurar um novo plano de saúde e desligar-se desse contrato, se possível, através da portabilidade de carências, para evitar ter que aguardar prazos de carência no novo plano. Saiba como fazer aqui.

Se quem contratou o seu plano de saúde foi o seu empregador, sindicato ou associação, aqui estão as principais informações que você deve conhecer.


O que você deve saber antes de contratar um plano

Após refletir sobre suas necessidades e selecionar o melhor plano de saúde para você e sua família, confira informações importantes antes contratar o plano.

Clique aqui para acessar as dicas para contratação de planos.

[23]




Aplicative fornece todas as informações de NIQUELANDIA com apenas um click!

AS INFORMAÇÕES DO SEU MUNICÍPIO AGORA AO ALCANCE DE SUAS MÃOS.

Nada mais importante para auxiliar na administração da sua cidade do que ter disponíveis, a qualquer momento, diversas informações sobre o município. Para isso, o Ministério das Cidades desenvolveu o Sistema Nacional de Informações das Cidades, um moderno instrumento de gestão pública ao alcance das prefeituras de todo o país, e do público em geral, disponível através da plataforma Brasil em Cidades, agora também em versão para smartphone.

BRASIL EM CIDADES Com o Brasil em Cidades você pode poderá:

• Acessar cerca de 1.300 indicadores dos municípios brasileiros; dados geográficos e imagens de satélite de diversas cidades;

• Promover o aumento da transparência das ações e dos investimentos do Ministério nos Municípios;

• Realizar a incorporação e divulgação de materiais produzidos pelos municípios, como mapeamentos, planos diretores, marcos regulatórios, etc;

• Fomentar a produção de informações municipais, inclusive geográficas e geotecnologias, úteis ao planejamento e desenvolvimento urbano.

 

Acessar Sistema

O portal tem uma versão mobile, desenvolvida e simplificada para o uso via telefone celular. Esse formato está disponível gratuitamente para download no site da Apple Store e Android Market. Cerca de dez mil downloads já foram realizados neste primeiro mês de lançamento, sendo que a categoria “Livros e referências” está entre os dez mais baixados, segundo estatísticas do portal Android Market

Esse moderno instrumento de gestão pública está ao alcance de todo País. A partir de busca georreferenciada, o programa encontra dados do local e da região onde a pessoa está no momento. Com ele, as prefeituras e governos estaduais poderão obter mais de 1.300 indicadores de cada município, além de mapas e imagens de satélite.

Outro ponto a ser destacado é que o Brasil em Cidades é uma forma acessível de acompanhar ações do Ministério das Cidades, nas áreas de saneamento, habitação e mobilidade urbana. As informações se dão em dois níveis, ambos por meio de tecnologia aberta e de uso livre. Em nível web, há dados geográficos e indicadores socioeconômicos de todos os municípios brasileiros disponíveis para navegadores de internet em geral. Em nível local, os municípios recebem um software e participam de um Sistema de Informações Geográficas (SIG), com dados sobre o território e imagens de satélite de alta resolução, adquiridas e repassadas às administrações.

O portal possibilita ao agente público e social acesso a indicadores político-administrativos e socioeconômicos. A partir dele, é possível a criação de indicadores locais e de mapeamento territorial, o que permite melhor planejamento de programas e ações. Basta fazer uma busca no site para conhecer detalhes como demografia, habitação, saneamento, Índice de Desenvolvimento Urbano, desenvolvimento econômico, finanças municipais, indicadores de finanças, além dos instrumentos de gestão urbana. [5]



Vagas de estágio abertas na Escola Superior do MPE-GO


Palmeira de Goiás, Padre Bernardo, Orizona, Novo Gama, Niquelândia, Crixás, Cristalina, Cidade Ocidental, Cavalcante, Carmo do Rio Verde, Caçu, Bom Jesus de Goiás, Bela Vista de Goiás, Aparecida de Goiânia e Águas Lindas de Goiás. Como participar ...



Embrapii e a inovação público-privada


Recentemente, a Votorantim Metais iniciou a substituiçã o, na sua unidade de Niquelândia, em Goiás, do coque de petróleo usado para alimentar as caldeiras de produção de níquel por um derivado de sementes do algodão e outros óleos vegetais ...
MPE (GO) abre processo seletivo para 27 vagas de estágio em 2015 Valparaíso de Goiás, Cidade Ocidental; Cristalina; Crixás; Niquelândia; Novo Gama; Orizona; Padre Bernardo; Palmeira de Goiás; Planaltina de Goiás; Posse; Rialma; Rio Verde; Águas Lindas de Goiás; Aparecida de Goiânia; Bela Vista de Goiás ...
Celg-D diz que não há como prever novos cortes de energia em Goiás Santa Terezinha de Goiás, Niquelândia, Cristalina, Campo Alegre de Goiás, Leopoldo de Bulhões, Novo Gama, Luziânia, Nova Crixás, Goiandira, Ouvidor, Palmeiras de Goiás, Morrinhos, Mara Rosa, Campinorte, Novo Planalto, São Miguel do Araguaia ...
Durante o verão, brasileiros devem enfrentar novos apagões Campo Alegre de Goiás, Chapadão do Céu, Cristalina, Doverlândia, Hidrolina, Inhumas, Goiandira, Goianésia, Leopoldo de Bulhões, Luziânia, Mara Rosa, Morrinhos, Niquelândia, Novo Gama, Nova Crixás, Novo Planalto, Ouvidor, Palmeiras de Goiás ...
Corte de energia atinge cerca de 270 mil pessoas em Goiás, afirma Celg Santa Terezinha de Goiás, Niquelândia, Cristalina, Campo Alegre de Goiás, Leopoldo de Bulhões, Novo Gama, Luziânia, Nova Crixás, Goiandira, Ouvidor, Palmeiras de Goiás, Morrinhos, Mara Rosa, Campinorte, Novo Planalto, São Miguel do Araguaia ...

Morador de NIQUELANDIA: Organize o seu dinheiro em 2015!

Primeiro passo para começar o ano bem é verificar finanças e promover ajustes entre dinheiro que entra e que saí

Uma das metas mais constantes na virada do ano é ajustar as contas e equilibrar as finanças, para ter mais tranquilidade no ano que se inicia. O primeiro passo para fazer isso é traçar um planejamento para o ano que acabou de chegar.

Mas como se planejar financeiramente para realizar os objetivos de longo prazo? O superintendente de produtos da Brasilprev, Sandro Bonfim, lista quatro simples e importantes dicas para se ter uma vida bem planejada financeiramente, sem apertos e com a possibilidade de investir na realização de projetos de vida.

O primeiro passo parece óbvio, mas muita gente tem dificuldade de não gastar mais do que se ganha."Uma dica básica: adequar o padrão de vida à sua renda, ou seja, não gastar mais do que ganha. Coloque na ponta do lápis os gastos fixos, esporádicos e supérfluos do mês para não deixar que as despesas ultrapassem o valor da receita", ensina Bonfim.

A segunda etapa desse planejamento é gerenciar dívidas. É preciso saber quais tipos de dívidas estão sendo contraídas e tomar cuidado para não incorporar o limite do cheque especial à renda ou se perder em parcelas de cartão de crédito. O segredo aqui, segundo o especialista é buscar conhecer os mecanismos oferecidos pelas instituições financeiras que melhor possam se adequar ao seu perfil para quitar as dívidas. "A partir do conhecimento dos seus gastos, pense em como você pode diminuí-los ou evitá-los no futuro para que o saldo devedor não volte a ocorrer", diz.

Em seguida, é preciso ter em mente a necessidade de poupar para o futuro. Bonfim ensian que é preciso incorporar ao planejamento mensal recursos fixos para a poupança de curto, médio e longo prazos e uma reserva de segurança para uma vida financeira saudável. "Pergunte-se: o que você pode poupar hoje pensando no futuro? Defina este valor de acordo com o seu orçamento e tempo para realização do seu objetivo. Estabeleça projetos de vida que são importantes, como: comprar a casa própria, trocar de carro, realizar a viagem de sua vida, pagar a faculdade dos filhos, fazer uma previdência privada."

Via Procon-PE [26]


As pessoas estão vivendo mais em todo o mundo quando comparado há duas décadas

Isso se deve, em parte, à queda do número de mortes provocadas por doenças cardiovasculares em países de alta renda e à redução da mortalidade infantil em países de baixa renda.

Estudo publicado nesta quinta-feira (18) pelo periódico The Lancet, feito em 188 países – inclusive no Brasil - mostra que a expectativa de vida global para ambos os sexos passou de 65,3 anos em 1990 para 71,5 anos em 2013.

As mulheres alcançaram resultados ligeiramente melhores que os homens – a expectativa de vida entre elas aumentou 6,6 anos e, entre eles, 5,8 anos.

A previsão do documento é que, se as tendências registradas nos últimos 23 anos se mantiverem, até 2030 a expectativa de vida das mulheres será 85,3 anos e a dos homens, 78,1 anos.

O estudo revela ainda que as principais causas de morte variam de país para país mas, em nível global, transtornos relacionados ao uso de drogas e doenças crônicas dos rins respondem por parte considerável do aumento de óbitos prematuros registrado desde 1990. As mortes provocadas por alguns tipos de câncer, como pâncreas e rins, também aumentaram.

Ao mesmo tempo, segundo o relatório, foram identificados grandes avanços na redução da mortalidade decorrente de doenças como sarampo e diarreia, com quedas de 83% e 51%, respectivamente, entre 1990 e 2013.

Ainda de acordo com o levantamento, três condições respondem por quase 32% do total de mortes registradas no ano passado em todo o mundo: doença isquêmica do coração, derrame e doença pulmonar obstrutiva crônica.

A pesquisa identificou também que, mesmo diante de melhorias na longevidade de países de baixa renda, os desafios na saúde enfrentados por nações como a Bolívia, o Nepal e a Nigéria são bem diferentes dos registrados no Japão, na Espanha e nos Estados Unidos.

Os desafios de diversos países de renda média, como a China e o Brasil, se aproximam mais dos de países ricos.

A idade média com que as pessoas morrem aumentou de 46,7 em 1990 para 59,3 em 2013.

O estudo indica que, devido ao crescimento da população global, entre outros fatores, o número de mortes em ambos os sexos e em todas as faixas etárias combinadas aumentou de 47,5 milhões para 54,9 milhões no mesmo período.

O número de pessoas que morreram em razão de condições como doença do coração aumentou conforme a população foi crescendo, mas caiu entre faixas etárias específicas propensas a essas condições, um sinal, segundo o relatório, de progresso.

Os índices de morte por câncer, incluindo câncer de mama, cervical e de cólon, caíram, enquanto o câncer de pâncreas, o de rim e o linfoma de não-Hodgkin registraram aumento de óbitos.

O documento destaca como “tendência encorajadora” o fato de as pessoas viverem mais atualmente, mas ressalta que é preciso garantir políticas públicas capazes de preparar para os desafios da saúde e os custos associados que estão por vir. [22]



*blogsbrasil.com - todos os direitos reservados. Selecionamos as principais notícias da cidade de NIQUELANDIA GO. Os acontecimentos políticos, acidentes de trânsito nas rodovias, fatos do centro, dos bairros e do interior. Pesquisamos também os jornais locais e as redes sociais, bem como o site da prefeitura. O trabalho jornalístico consiste em captação e tratamento escrito, oral, visual ou gráfico, da informação em qualquer uma de suas formas e variedades. O trabalho é normalmente dividido em quatro etapas distintas, cada qual com suas funções e particularidades: pauta, apuração, redação e edição.A pauta é a seleção dos assuntos que serão abordados. É a etapa de escolha sobre quais indícios ou sugestões devem ser considerados para a publicação final. A apuração é o processo de averiguar informação em estado bruto (dados, nomes, números etc.). A apuração é feita com documentos e pessoas que fornecem informações, chamadas de fontes. A interação de jornalistas com suas fontes envolve freqüentemente questões de confidencialidade.A redação é o tratamento das informações apuradas em forma de texto verbal. Pode resultar num texto para ser impresso (em jornais, revistas e sites) ou lido em voz alta (no rádio, na TV e no cinema). A edição é a finalização do material redigido em produto de comunicação, hierarquizando e coordenando o conteúdo de informações na forma final em que será apresentado. Muitas vezes, é a edição que confere sentido geral às informações coletadas nas etapas anteriores. No jornalismo impresso (jornais e revistas), a edição consiste em revisar e cortar textos de acordo com o espaço de impressão pré-definido. A diagramação é a disposição gráfica do conteúdo e faz parte da edição de impressos. No radiojornalismo, editar significa cortar e justapor trechos sonoros junto a textos de locução, o que no telejornalismo ganha o adicional da edição de imagens em movimento. Tags: Últimas Notícias, NIQUELANDIA GO, Cidade, Interior, Segunda, Terça, Quarta, Quinta, Sexta, Sábado, Domingo, Carro, Eleições, Crime, Estrada, Rodovia, Acesso, Greve, Eleições, Festa, Granizo, Chuva, Enchente,Aniversário, Prêmio, Mês, Fim de Semana, Hoje, Ontem, Anteontem, Hora, Pouco Tempo, Agora há Pouco, Mulher, Homem, Família, Criança, Portal,Pessoas, Como saber, Onde eu Acho, Site, Blog, Diário,Protesto,Inauguração, Cassação, Cassado, Show, Apresentação, Espetáculo, Fotos, Vídeos, Imagens, Previsão, Caminhão, Vítimas, Situação, Oposição, Eleições, Enquete, Votos, Apuração, Trânsito, Operação, PF, Delegacia, Praia, Localidade, Animais, Ver Fotos.