Blog de Notícias de MOCAJUBA








Mocajuba: Violência em Alta crescente. Interno recém libertado do "Presídio de Mocajuba", é morto brutalmente na PA-151. Mais um corpo estendido no chão.

[...]

Guardas são presos suspeitos de envolvimento em grupo de extermínio

Em Mocajuba, no nordeste do Pará, dois guardas municipais e dois ex-guardas foram presos na quinta-feira (26) durante uma operação realizada por policiais civis com apoio da Superintendência da Região Integrada de Segurança Pública do Baixo-Tocantins.

Vida Ribeirinha e Rural Antiga e Nova em Fotos de Abaetetuba e Regiões do Pará

Vida Ribeirinha e Rural Antiga e Nova em Fotos de Abaetetuba e Regiões do ParáPostagem em construção O cenário de Abaetetuba e sua Região do Baixo Tocantins e da vizinha Região do Marajó  é dominada p…

Nova operadora de celular instala-se no baixo-tocatins - Mocajuba e Baião

instalação da torre de recepção do sinal da Operadora Claro instalação da torre de recepção do sinal da Operadora Claro instalação da torre de recepção do sinal da Operadora Claro Depois de aproximada…

Polícia Civil prende quatro acusados de envolvimento em grupo de extermínio em Mocajuba

A Polícia Civil prendeu, nesta quinta-feira, 26, quatro homens acusados de integrar um grupo de extermínio que agia no município de Mocajuba, nordeste paraense. Dois guardas municipais e dois ex-guard…

Últimas notícias de MOCAJUBA PA:


Polícia Civil prende quatro acusados de envolvimento em grupo de extermínio em Mocajuba A Polícia Civil prendeu, nesta quinta-feira, 26, quatro homens acusados de integrar um grupo de extermínio que agia no município de Mocajuba, nordeste paraense. Dois guardas municipais e dois ex-guard…

Prisões e Apreensões em Mocajuba: Polícia Civil investiga homicídios e prente suposto grupo de extermínio - Post Integrado Presos sob acusação de suposta participaçã o em grupo de extermínio atuante em Mocajuba créditos de imagem: Polícia Civil "Marquinho", "Thiaguinho", "Filho" e "Bena". O dia 26\03\2015 para Mocaju…

MOCAJUBA PA tspan:3m MOCAJUBA PA


Mocajuba - Visual Vista de Mocajuba, a partir da Travessa Teófilo Otoni e em direção ao Bairro da Pranchinha As fotos são da Edilvane Barros

Trabalhadores em Educação do Estado do Pará paralisaram suas atividades Os Trabalhadores em Educação pública do Estado tanto da Secretaria Estadual de Educação, quanto da Universidade Estadual do Pará paralisaram, hoje, pela Marcha em Defesa da Educação Pública. Ent…

Mocajuba: empalidecida pela corrosão da cidadania Diante da crise administrativa, econômica, social e ética que paira na Pérola do Tocantins, como fortalecer nossa identidade cabano-mucaját&eci rc;s para que construamos um projeto político econômico e socia…

REBOCADOR DA BALSA AFUNDA EM IGARAPÉ-MIRI A travessia de Balsa pelo rio Igarapé-Miri é o meio de acesso dos veículos para Mocajuba, Baião e Cametá. Ontem o rebocador da Balsa afundou rapidamente. O proprietário é o empresário Darinho Pantoja…

Mocajuba: Violência Crescente no Baixo-Tocantins. Interno, miriense, recém libertado do "Presídio de Mocajuba", é morto brutalmente na PA-151. Mais um corpo estendido no chão. Imagem: Colaboradores do Blog reprodução internet Felipe Monteiro, miriense, com várias passagens pela polícia, que estava em reclusão  no “Presídio de Mocajuba”,  foi colocado em liberdade através  d…





Siga-nos e receba notícias e assuntos de interesse das cidades

Como se proteger do câncer em MOCAJUBA

Não fume! Essa é a regra mais importante para prevenir o câncer, principalmente os de pulmão, boca, laringe, faringe e esôfago. Ao fumar, são liberadas no ambiente mais de 4.700 substâncias tóxicas e cancerígenas que são inaladas por fumantes e não fumantes. Parar de fumar e de poluir o ambiente fechado é fundamental para a prevenção do câncer.

Alimentação saudável protege contra o câncer. Deve ser variada, equilibrada, saborosa, respeitar a cultura e proporcionar prazer e saúde. Frutas, legumes, verduras, cereais integrais e feijões são
os principais alimentos protetores. Comer esses alimentos diariamente pode evitar o desenvolvimento de câncer. O aleitamento materno é a primeira alimentação saudável. A amamentação exclusiva até os seis meses de vida protege as mães contra o câncer de mama e as crianças contra a obesidade infantil. A partir de então, a criança deve ser amamentada e receber outros alimentos saudáveis até os dois anos ou mais.

Pratique atividades físicas como parte da rotina diária. A atividade física consiste na iniciativa de se movimentar, de acordo com a rotina de cada um. Você pode, por exemplo, caminhar, dançar, trocar o elevador pelas escadas, levar o cachorro para passear, cuidar da casa ou do jardim.

Estar acima do peso aumenta as chances de uma pessoa desenvolver câncer. Por isso, é importante controlar o peso por meio de uma boa alimentação e manter-se ativo.

As mulheres entre 25 e 64 anos devem fazer o exame preventivo ginecológico a cada três anos. Tão importante quanto fazer o exame é saber o resultado e seguir as orientações médicas.
As mulheres com 40 anos ou mais devem se submeter ao exame clínico das mamas anualmente. Aquelas que estiverem entre 50 e 69 anos devem ainda realizar a mamografia a cada
dois anos. Em caso de alterações suspeitas nas mamas, a mulher precisa procurar um médico.

Evite a ingestão de bebidas alcoólicas. Seu consumo, em qualquer quantidade, aumenta o risco de desenvolver câncer. Além disso, combinar bebidas alcoólicas com o tabaco aumenta ainda mais a possibilidade do surgimento da doença.

Evite exposição prolongada ao sol entre 10h e 16h, e use sempre proteção adequada, como chapéu, barraca e protetor solar, inclusive nos lábios. Se for inevitável a exposição ao sol durante
a jornada de trabalho, use chapéu de aba larga, camisa de manga longa e calça comprida.

Fumo, bebidas alcoólicas, exposição prolongada ao sol, alimentação gordurosa também estão relacionados ao câncer de boca. Fique alerta a qualquer lesão na boca que não cicatrize por mais de 15 dias.

Alguns tipos de vírus, bactérias e parasitas associados a infecções crônicas estão presentes no processo de desenvolvimento do câncer, com destaque para o papilomavírus
humano (HPV).
Além de outras estratégias de prevenção, o uso de preservativos pode contribuir na prevenção da infecção pelo HPV, associada ao câncer do colo do útero, pênis, ânus, orofaringe e boca.

[14]




Olho Vivo com a corrupção em MOCAJUBA

O programa Olho Vivo no Dinheiro Público existe desde setembro de 2003 e foi criado por meio de parceria entre a Controladoria-Geral da União (CGU) e a organização não-governamental (ONG) Avante - Qualidade, Educação e Vida. Em princípio, o nome era Projeto de Mobilização e Capacitação de Agentes Públicos, Conselheiros Municipais e Lideranças Locais e visava orientar os agentes públicos municipais sobre práticas de transparência na gestão, a responsabilização e a necessidade do cumprimento dos dispositivos legais, bem como contribuir para o desenvolvimento e o estímulo do controle social.

A ampliação, o fortalecimento e a instrumentação do controle social são prioridades do Olho Vivo. Sua realização pode ocorrer de modo espontâneo, individualmente, no interior das associações civis e organizações não governamentais, ou por meio dos conselhos de políticas públicas instituídos por lei. Ações de estímulo ao controle social podem incrementar o trabalho dessas instituições, melhorando seus resultados.

Em sua fase atual, o programa Olho Vivo no Dinheiro Público está voltado principalmente para a capacitação dos cidadãos para o exercício do controle social dos recursos públicos, com atividades presenciais e a distância, incluindo instrução teórica e aulas práticas in loco nas áreas de saúde, educação e assistência social. Faz parte também do Olho Vivo no Dinheiro Público a criação e distribuição de questionários, cartilhas e manuais com informações sobre o exercício do controle social, inclusive abordando programas de governo específicos, como o Bolsa Família. [18]



Guardas são presos suspeitos de envolvimento em grupo de extermínio


Em Mocajuba, no nordeste do Pará, dois guardas municipais e dois ex-guardas foram presos na quinta-feira (26) durante uma operação realizada por policiais civis com apoio da Superintendência da Região Integrada de Segurança Pública do Baixo-Tocantins.



Nova operadora de celular instala-se no baixo-tocatins - Mocajuba e Baião


instalação da torre de recepção do sinal da Operadora Claro instalação da torre de recepção do sinal da Operadora Claro instalação da torre de recepção do sinal da Operadora Claro Depois de aproximada…
Polícia Civil prende quatro acusados de envolvimento em grupo de extermínio em Mocajuba A Polícia Civil prendeu, nesta quinta-feira, 26, quatro homens acusados de integrar um grupo de extermínio que agia no município de Mocajuba, nordeste paraense. Dois guardas municipais e dois ex-guard…
Prisões e Apreensões em Mocajuba: Polícia Civil investiga homicídios e prente suposto grupo de extermínio - Post Integrado Presos sob acusação de suposta participaçã o em grupo de extermínio atuante em Mocajuba créditos de imagem: Polícia Civil "Marquinho", "Thiaguinho", "Filho" e "Bena". O dia 26\03\2015 para Mocaju…
Mocajuba - Visual Vista de Mocajuba, a partir da Travessa Teófilo Otoni e em direção ao Bairro da Pranchinha As fotos são da Edilvane Barros
Trabalhadores em Educação do Estado do Pará paralisaram suas atividades Os Trabalhadores em Educação pública do Estado tanto da Secretaria Estadual de Educação, quanto da Universidade Estadual do Pará paralisaram, hoje, pela Marcha em Defesa da Educação Pública. Ent…

Uma grande mudança no setor de embalagens. Como isso afeta MOCAJUBA ?

Por: Cristina Ávila - Edição: Vicente Tardin

A análise jurídica do texto do acordo setorial para a implantação do sistema de logística reversa de "embalagens em geral" deverá estar pronta nos próximos dias, e em seguida seguirá para o chamado “grupo de coalizão”, como se autodenominam as 22 associações que representam comércio, indústria e distribuidores de produtos domésticos, como alimentos e bebidas. O setor deverá voltar a discutir a redação ainda em fevereiro.

“Essa nova discussão será muito importante para finalizar esse acordo setorial. Os próximos dias serão decisivos para as negociações com os setores que devem cumprir a logística reversa”, acentua a diretora de Ambiente Urbano do MMA, Zilda Veloso.

O texto do acordo foi submetido à consulta pública, entre 15 de setembro e 15 de outubro do ano passado, e foram recebidas mais de 900 sugestões de alterações. A intensa participação trouxe opiniões de representantes de municípios, recicladores, órgãos ambientais e sociedade civil.

“Essencialmente, o Ministério do Meio Ambiente media as negociações para que seja feita a separação de materiais seco e orgânico, a redução de resíduos e o encaminhamento de embalagens para o mercado de reciclagem”, explica Zilda.

Atingir essa meta é um bom negócio em todos os sentidos. A diretora comenta que no Brasil cerca de 50% do descarte é lixo orgânico, 35% lixo seco e os outros 15% são outros materiais, incluindo os rejeitos (que não têm possibilidade de reciclagem, ou por questões técnicas ou econômicas de cada região). Do lixo seco, cerca de 70% são embalagens.

SUCESSO

Esse será o terceiro acordo setorial definido entre as cinco cadeias produtivas que serão responsáveis pela logística reversa prevista pela Política Nacional de Resíduos Sólidos (Lei 12.305/10). As cinco cadeias foram definidas pelo Comitê Orientador da Logística Reversa (Cori), composto pelos Ministérios do Meio Ambiente, Fazenda, Indústria e Comércio, Saúde e Agricultura.

No ano passado, o setor privado assinou contrato para a destinação de lâmpadas. E o acordo para o correto descarte de embalagens de lubrificantes já está funcionando na prática. Em 2005, o setor criou uma entidade gestora, que cresceu e se transformou no Instituto Jogue Limpo. Hoje presente em 14 estados e no Distrito Federal, já supera 330 milhões de embalagens encaminhadas para reciclagem.

PRÓXIMOS PASSOS

As expectativas a partir de agora serão os acordos dos setores de medicamentos e de eletroeletrônicos. Importadores, fabricantes e o comércio varejista de remédios estão em negociação e devem apresentar propostas no início deste ano. E o setor de eletroeletrônicos apresentou reivindicações que ainda estão sendo analisadas.

“Depois que concluirmos esses acordos, passaremos a rever os acordos que foram feitas por outras cadeias produtivas, antes da Lei 12.305”, afirma Zilda Veloso. Ela se refere aos setores de agrotóxicos, pneus, lubrificantes, pilhas e baterias.

A diretora de Ambiente Urbano comenta que o setor de agrotóxicos consegue recolher mais de 94% das embalagens que são colocadas pela indústria no comércio. Fato que ela considera inédito no mundo. A “Lei dos Agrotóxicos” (Lei 7.802/89) foi sancionada em 1989, e em 2000 foi alterada para incluir a obrigação de reciclagem de embalagens. Até então os agricultores enterravam, queimavam, jogavam nos rios ou nas lavouras, com riscos para o meio ambiente e para a saúde.[12]


Cuidados com a nova conta de luz em MOCAJUBA

Em 2001 o Brasil passou por um racionamento de energia. Quem dava festa era obrigado a alugar gerador para não correr risco de deixar os convidados no escuro. Em noites normais, algumas famílias deixavam de acender lâmpadas, optando por lanternas ou lampiões. Outras aposentaram o chuveiro elétrico e instalaram aquecimento solar.

Catorze anos depois, o fornecimento de energia volta a preocupar. O primeiro alerta veio nas contas de luz. Além de valores mais altos, elas passaram a trazer o sistema de bandeiras tarifárias, que indicam a cobrança ou não de taxa adicional em função das condições da geração de eletricidade no país (leia texto no canto superior direito).

Ontem passou a valer a revisão extraordinária das tarifas, com aumento de 23,4% nas contas de energia, em média. Ao todo, a Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) autorizou o reajuste das tarifas de 58 das 63 distribuidoras de energia do país. Para os consumidores do Sul, Sudeste e Centro-Oeste, a alta é de 28,7%, na média — 4,5 vezes maior que a aplicada para aqueles que vivem em estados do Norte e Nordeste, que será de 5,5%, também na média.

Essa revisão tarifária extraordinária, que independe dos reajustes anuais, é uma possibilidade prevista nos contratos de concessão das distribuidoras para manter o equilíbrio econômico-financeiro do contrato quando as empresas não têm fôlego financeiro para esperar os aumentos normais.

As hidrelétricas têm obrigação contratual de fornecer uma quantidade definida de energia. Caso não consigam gerar o montante com que se comprometeram, devem comprar a diferença. Com a seca, o custo da energia no mercado de curto prazo subiu muito além do preço final de venda ao consumidor.

— As distribuidoras estão comprando por um preço mais alto e vendendo por um preço mais baixo. O prejuízo é grande — explicou o consultor do Senado para a área de minas e energia Luiz Alberto Bustamante.

Reservatórios

Principal fonte de energia do país, as hidrelétricas existentes estão com os reservatórios muito baixos pela falta de chuvas. E a construção de novas usinas encontrou a resistência de setores da sociedade contrários à inundação de locais tomados pelas águas represadas.

Além disso, os leilões de energia feitos para as distribuidoras atenderem seus clientes não surtiram o efeito desejado. Como consequência, elas precisaram comprar energia cara no mercado de curto prazo, o que reflete na conta de luz.

— O custo é elevado, mas foi baixo durante muito tempo — diz o senador Edison Lobão (PMDB-MA), que foi ministro de Minas e Energia no governo Lula e durante o primeiro mandato da presidente Dilma Rousseff. Para ele, o que está acontecendo é uma readequação dos preços.

Lobão ressalta a importância da Medida Provisória (MP) 579/2013, que tratava da concessão dos serviços de geração, transmissão e distribuição de energia, com o objetivo de reduzir a conta de luz para os consumidores finais. Segundo ele, se a MP não tivesse sido editada na época, a conta para o cidadão estaria hoje muito mais elevada (saiba mais no texto ao lado).

[13]

*blogsbrasil.com - todos os direitos reservados. Selecionamos as principais notícias da cidade de MOCAJUBA PA. Os acontecimentos políticos, acidentes de trânsito nas rodovias, fatos do centro, dos bairros e do interior. Pesquisamos também os jornais locais e as redes sociais, bem como o site da prefeitura. O trabalho jornalístico consiste em captação e tratamento escrito, oral, visual ou gráfico, da informação em qualquer uma de suas formas e variedades. O trabalho é normalmente dividido em quatro etapas distintas, cada qual com suas funções e particularidades: pauta, apuração, redação e edição.A pauta é a seleção dos assuntos que serão abordados. É a etapa de escolha sobre quais indícios ou sugestões devem ser considerados para a publicação final. A apuração é o processo de averiguar informação em estado bruto (dados, nomes, números etc.). A apuração é feita com documentos e pessoas que fornecem informações, chamadas de fontes. A interação de jornalistas com suas fontes envolve freqüentemente questões de confidencialidade.A redação é o tratamento das informações apuradas em forma de texto verbal. Pode resultar num texto para ser impresso (em jornais, revistas e sites) ou lido em voz alta (no rádio, na TV e no cinema). A edição é a finalização do material redigido em produto de comunicação, hierarquizando e coordenando o conteúdo de informações na forma final em que será apresentado. Muitas vezes, é a edição que confere sentido geral às informações coletadas nas etapas anteriores. No jornalismo impresso (jornais e revistas), a edição consiste em revisar e cortar textos de acordo com o espaço de impressão pré-definido. A diagramação é a disposição gráfica do conteúdo e faz parte da edição de impressos. No radiojornalismo, editar significa cortar e justapor trechos sonoros junto a textos de locução, o que no telejornalismo ganha o adicional da edição de imagens em movimento. Tags: Últimas Notícias, MOCAJUBA PA, Cidade, Interior, Segunda, Terça, Quarta, Quinta, Sexta, Sábado, Domingo, Carro, Eleições, Crime, Estrada, Rodovia, Acesso, Greve, Eleições, Festa, Granizo, Chuva, Enchente,Aniversário, Prêmio, Mês, Fim de Semana, Hoje, Ontem, Anteontem, Hora, Pouco Tempo, Agora, Mulher, Homem, Família, Criança, Portal,Pessoas, Como saber, Site, Blog, Diário,Protesto,Inauguração, Cassação, Cassado, Show, Apresentação, Espetáculo, Fotos, Vídeos, Imagens, Previsão, Caminhão, Vítimas, Situação, Oposição, Eleições, Enquete, Votos, Apuração, Trânsito, Operação, PF, Delegacia, Praia, Localidade, Animais, Ver Fotos, NEWS LATEST LOCAL NEWSPAPPER.