Blog de Notícias de MARMELEIRO








Desmatamento ilegal em São Raimundo Nonato provoca desequilíbrio ambiental. Moradores denunciam crime ambiental no povoado São Victor

Madeira nobre de São Raimundo está virando carvão na Bahia abastecendo GalvaniCrimes ambientais prejudicam moradores de São Raimundo NonatoNo povoado São Victor, na zona Rural do município de São Raim…

PM apreende R$ 2 mi em cigarros contrabandeados

Cerca de R$ 2 milhões em cigarros contrabandeados foram apreendidos por policiais militares do 21º Batalhão, em Marmeleiro, Sudoeste do Estado ... com placas de Umuarama (PR), acoplado aos semireboques que estariam carregados com milho a granel ...

Mairinque: Moradores do Bairro Marmeleiro, reclamam do descaso dos órgãos competentes

Postado em 28 mar, 2015 Rua Roque Godinho, no Bairro Marmeleiro, município de Mairinque, se encontra completamente intransitável e moradores vem sofrendo com o descaso dos órgãos competentes,  essa ru…

Casal fica ferido em capotamento de carro na PR-180

Um capotamento foi registrado por volta de 18h30 de ontem (27) na rodovia PR-180, próximo à passarela de entrada da cidade de Marmeleiro, envolvendo um veículo Fiat/Uno placas de Nova Esperança do Sudoeste conduzido por Gilberto de Oliveira ...

Caminhão carregado com cigarro é apreendido em Marmeleiro

Um caminhão com placas de Umuarama (PR) foi apreendido na tarde desta quinta-feira (26) em Marmeleiro, no sudoeste do Estado, por policiais militares do Serviço Reservado (P2) e Policiais Federais. O…

Homem morre intoxicado no periodo de limpeza de poço no Paraná

Um homem de 40 anos morreu intoxicado por volta das 11h desta sexta-feira (27) no interior de um poço localizado às margens da PR-469, na localidade de Marmeleiro, em Rebouças (Sudeste do Paraná). Segundo o Corpo de Bombeiros, José Marcos da Silva ...

xatoo: só com um pau de marmeleiro no lombo...

xatoo: só com um pau de marmeleiro no lombo...: O anão mental Marques Mendes, em sentido metafórico, porque em pulhice o homenzinho é um gigante, afirmou ontem na SICNoticias que o Syri...

só com um pau de marmeleiro no lombo...

O anão mental Marques Mendes, em sentido metafórico, porque em pulhice o homenzinho é um gigante, afirmou ontem na SICNoticias que o Syriza atribuiu um carro a cada um dos deputados. Este aldrabão (e …

Dengue: Casos sobem para 71 em São Roque e prefeitura faz parceria para o combate

Postado em 14 mar, 2015O departamento de Saúde e a Vigilância Epidemiológica do município informaram na tarde de quarta-feira, 11, que desde 1º de janeiro até agora, a cidade já registrou 71 casos da …

Marmeleiro - Advogado de médico envolvido em caso de abuso emite nota de defesa

advogado de defesa do médico denunciado de molestar clientes emitiu uma nota de defesa nesta sexta-feira Em nota emitida nesta sexta-feira (13), o advogado Maurício Ghettino, encarregado da defesa d…

AULA PRÁTICA SOBRE CONSTRUÇÕES EM AQUICULTURA

Na última sexta-feira, dia 06 de março, os alunos do 3º ano do curso técnico em aquicultura deram continuidade a construção do viveiro alternativo que começou a ser construído na semana anterior, o qu…

Agricultor é assassinado em Marmeleiro

A Polícia Militar de Marmeleiro registrou mais um crime no município. Sábado (07), pela manhã, uma equipe foi acionada e esteve na comunidade de Linha Bela Vista, distante cerca de 40 km da localidade, on…

Preparando-se para a temporada: Manuel Dias Gomes em grande forma

As imagens dispensam comentários e atestam a extraordinária forma em que se encontra o futuro matador de toiros Manuel Dias Gomes, preparando-se com afinco para os grandes e decisivos desafios que o esp…

Últimas notícias de MARMELEIRO PR:

 Homem morre intoxicado no periodo de limpeza de poço no Paraná Um homem de 40 anos morreu intoxicado por volta das 11h desta sexta-feira (27) no interior de um poço localizado às margens da PR-469, na localidade de Marmeleiro, em Rebouças (Sudeste do Paraná). Segundo o Corpo de Bombeiros, José Marcos da Silva ...

Caminhão carregado com cigarro é apreendido em Marmeleiro Um caminhão com placas de Umuarama (PR) foi apreendido na tarde desta quinta-feira (26) em Marmeleiro, no sudoeste do Estado, por policiais militares do Serviço Reservado (P2) e Policiais Federais. O veículo estava estacionado no pátio de uma oficina ...

MARMELEIRO PR tspan:3m MARMELEIRO PR


Brasil interdita importação de maçã, pera e marmelo da Argentina O Brasil suspendeu a importação de maçã, pera e marmelo da Argentina. A medida foi publicada no Diário Oficial da União, nesta quarta-feira. A decisão é do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), após ter sido constatada a ...

Polícia Ambiental prende suspeitos de caça ilegal no Sudoeste do Paraná Duas pessoas foram presas pela Polícia Militar Ambiental, na tarde de sábado (21), nos municípios de Francisco Beltrão e Marmeleiro, região sudoeste do Paraná. As prisões aconteceram após denúncia anônima efetuada à corporação. Os dois ...

Polícia Ambiental no PR prende dois homens suspeitos de caça ilegal Duas pessoas foram presas pela Polícia Ambiental em Francisco Beltrão e Marmeleiro, no sudoeste do Paraná, na tarde deste sábado (21). De acordo com os policiais, as prisões foram depois de uma denúncia anônima. Ainda segundo a polícia, os dois ...

Vereadores fazem sessão itinerante em Pirituba O encontro durou cerca de três horas e reuniu aproximadamente 250 moradores no teatro do CEU (Centro de Educação Unificado) Pêra Marmelo, próximo à estação ferroviária da Vila Aurora. A proposta dos integrantes da Câmara Municipal é de atender ...

AB Notícias Paraná Como forma de fomentar o habito da leitura entre seus alunos, a Escola Municipal Padre Afonso, no município de Marmeleiro, sudoeste do Estado, dispõem projeto “Viajando na Sacola Mágica”. O programa oferece diariamente aos alunos, sacolas contendo ...





Siga-nos e receba notícias e assuntos de interesse das cidades

Corrupção custa caro também em MARMELEIRO

O brasileiro paga caro pelo aumento da corrupção no País. Segundo estudo feito pelo coordenador da Escola de Economia de São Paulo, da Fundação Getúlio Vargas (FGV), Marcos Fernandes, a perda de produtividade provocada por fraudes públicas no Brasil atinge a casa de US$ 3,5 bilhões por ano. ´Da mesma forma que estradas e portos bem estruturados melhoram a produtividade do País, instituições ineficientes diminuem o ganho da nação´, afirma Fernandes.

Ele explica que o prejuízo foi calculado com base em dados do Banco Mundial (Bird) sobre educação e investimentos de 109 países, além de índices de percepção de corrupção da organização não-governamental Transparência Internacional. Na avaliação do professor da FGV - que lança hoje o livro Ética e Economia, em São Paulo -, com as péssimas qualidades das leis, da governabilidade e do ambiente de negócios, as empresas hesitam em investir no País e deixam de criar emprego e renda para a sociedade. Para ter idéia do que significa a perda de produtividade provocada pela corrupção no Brasil, basta comparar o volume de dinheiro empenhado pelo governo no Ministério dos Transportes. Até agosto, foram cerca de R$ 5,3 bilhões em obras de infra-estrutura de transportes, como estradas, hidrovias, ferrovias e portos - bem abaixo da perda de produtividade anual calculada em US$ 3,5 bilhões, ou R$ 7,5 bilhões convertidos pelo dólar de R$ 2,17.

Fernandes completa ainda que em apenas dois escândalos recentes da história do Brasil - o superfaturamento do Tribunal Regional do Trabalho (TRT) de São Paulo pelo juiz Nicolau dos Santos Neto e o dos sanguessugas, a população perdeu cerca de US$ 150 milhões. ´Com esse dinheiro seria possível construir 200 mil casas populares e abrigar 800 mil pessoas´, calcula o professor. Segundo ele, muito dinheiro que poderia ser investido na precária infra-estrutura do País é desviado pela corrupção. Com isso, o Estado perde força e suas políticas de investimentos são enfraquecidas. Resultado disso pode ser verificado no Índice de Competitividade Global 2006-2007 do Fórum Econômico Mundial. Números divulgados na semana passada mostram que o Brasil caiu nove posições no ranking internacional, de 57ª para 66ª colocação, ficando abaixo dos demais países que formam o chamado Bric (Rússia, Índia e China). De acordo com o Fórum, o desempenho do Brasil se deve especialmente a dois fatores: indicadores macroeconômicos e institucionais. ´A corrupção traz efeitos graves para a competição dos mercados´, afirma o diretor-executivo da Transparência Brasil, Claudio Weber Abramo.

Segundo ele, o efeito disso para a população é lamentável, já que menos investimentos significam menos emprego, renda e piora do bem-estar da população. ´O custo social é grande, pois priva as pessoas de uma melhor qualidade de vida e de liberdade de escolha´, diz Fernandes. O economista Reinaldo Gonçalves, professor titular da Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ), acrescenta ainda que a corrupção aumenta o risco e a incerteza no ambiente de negócios do País. ´Para se proteger disso, os preços dos bens e serviços acabam embutindo o custo da corrupção, como se fosse um imposto´, reclama ele. Para o professor, além de aumentar as incertezas, as fraudes públicas elevam as práticas oportunistas. ´Como alguns cometem atos ilícitos e não são punidos, os outros também adotam armas corruptas para competir.´ Na avaliação dele, há uma fragilidade sistêmica no Brasil, um processo de ´africanização´. Dados da ONG Transparência Internacional mostram que o Índice de Percepção de Corrupção do Brasil é semelhante ao de países como Belize, Sri Lanka, Peru, Kuwait e Colômbia (ver gráfico). Os países mais seguros são Finlândia, Dinamarca, Cingapura e Suíça. Os piores no quesito fraude pública são Bangladesh, Paraguai e Indonésia. Na avaliação do professor de Ética e Filosofia Política da Unicamp, Roberto Romano, um dos problemas que elevam o índice de corrupção no Brasil é o número de mediadores no sistema. Da União até chegar ao destino estabelecido, o dinheiro passa por várias mãos, o que facilita a fraude, argumenta ele. ´Resultado disso é a desigualdade entre as regiões e a falta de competitividade do produto brasileiro. Se você não tem valor agregado, sobretudo de ponta, o que você tem a oferecer? Banana´ destaca o professor.

Mas há uma luz no fim do túnel, argumentam os especialistas. Uma das alternativas é deixar de tratar a corrupção como causa da moralidade. Para Abramo, ela tem origem em instituições e práticas administrativas frágeis.

´No Brasil, os governos podem nomear cargos aleatoriamente em troca de apoio parlamentar. Isso precisa ser mudado´, indigna-se ele, reivindicando a criação de políticas de gerenciamento de conflito de interesses. ´Certamente não se combate corrupção dizendo que ela é feia.´ Gonçalves, da FGV, acredita que a instituição de mecanismos que permitam a fiscalização pública do orçamento do governo já contribuiria para reduzir as fraudes. ´É preciso transparência. Se você torna tudo eletrônico, é possível consultar o andamento dos processos, contratos de compra de serviços, etc.´ Mas isso precisa ser inteligível. Não adianta dispor de dados se não é possível fazer a leitura, alerta ele. ´Junta-se a isso a necessidade de redução da burocracia e a aprovação de leis mais racionais.´

Fonte: Renée Pereira (site do Estadão) [2]




Trabalho em MARMELEIRO. Como fica o meu plano de saúde se for demitido?

Permanecer com o plano de saúde oferecido pela empresa após ser demitido, ainda que tenha que pagar por ele, pode representar um benefício significativo, principalmente considerando o fato de que firmar um contrato de plano de saúde individual tem se tornado uma tarefa cada vez mais difícil. Muitas operadoras colocam empecilhos para quem procura um plano apenas para si.

O artigo 30 da lei número 9656/98, que rege o assunto, prevê que no caso de rescisão ou exoneração do contrato de trabalho sem justa causa, “é assegurado o direito de manter sua condição de beneficiário, nas mesmas condições de cobertura assistencial de que gozava quando da vigência do contrato de trabalho, desde que assuma seu pagamento integral”, diz um trecho da lei.

Mas, para que o ex-funcionário possa manter este benefício, ele precisa ter contribuído, total ou parcialmente, com o plano de saúde empresarial, explica a advogada Camila de Oliveira Santos, do escritório Maluf e Moreno Advogados Associados. “O empregado deve informar o interesse de permanecer com o plano, no prazo máximo de 30 dias após a formalização da dispensa”, diz Camila. E cabe à empregadora comunicar ao trabalhador a existência dessa possibilidade.

Em relação ao período de permanência após a rescisão do contrato, a lei obriga as empresas a manter os ex-funcionários por um prazo de até dois anos. O tempo de permanência previsto na legislação é equivalente a um terço do período que o funcionário permaneceu na organização. “Entretanto, existe um prazo mínimo (que é de seis meses) e máximo (24 meses) de permanência”, sinaliza Camila. Logo, mesmo o trabalhador que tiver ficado pouco tempo na organização terá direito a no mínimo meio ano de cobertura. Contudo, o benefício cessa caso o trabalhador obtenha novo emprego que lhe forneça outro plano de saúde.

Camila explica ainda que a lei também se aplica a quem se aposenta. Nesses casos, quem possui um plano de saúde por um período igual ou superior a dez anos tem direito a permanecer com o benefício nos mesmos moldes por prazo indeterminado, desde que assuma o pagamento integral do plano. Já quem está no plano há menos de dez anos pode estender o benefício pelo prazo equivalente ao que permaneceu nele.

Impactos para as empresas

Ainda que as organizações não sejam obrigadas a custear qualquer valor para o ex-funcionário que escolhe a extensão do benefício, , essa opção pode ter reflexos no valor do contrato que as empresas mantêm com as operadoras de planos de saúde empresarial. Isso porque esses contratos, geralmente, possuem cláusula de sinistralidade, ou seja, o contrato prevê uma margem de utilização. “Por mais que o ex-funcionário passe a pagar pelo plano, ele continua a integrar a apólice da empresa, o que pode contribuir para que a margem de utilização seja ultrapassada”, explica Camila. Segundo ela, no momento de renovar o contrato, as operadoras costumam reajustar o valor em até 100% por causa da cota excedida.

A desvantagem iminente tem feito algumas empresas estudarem formas de efetuar mudanças nos desenhos de seus planos, a fim de evitar a obrigatoriedade de estendê-los para seus ex-empregados. É o que mostra um estudo feito pela consultoria Watson Wyatt, com cerca de 170 empresas de diferentes portes e segmentos.

Segundo a pesquisa, mais de 60% das empresas estão condicionadas à lei. Desse total, 13% afirmam já ter tomado providências para não precisarem mais beneficiar quem não integra seu quadro. Elas alegam que o custo criado pelos inativos não é corretamente avaliado para fins contábeis, especialmente quando ele está na mesma apólice dos ativos, o que ocorre em 76% dos casos.

Além dos impactos na sinistralidade do contrato, essa situação pode implicar em subsídio indireto da empresa e dos empregados ativos, uma vez que a tendência é que os participantes de idade mais avançada criem despesas mais elevadas. Dentre as pesquisadas, 29% já precisaram assumir parte dos custos do plano médico dos inativos e pelo menos 5% sofreram ações judiciais por conta dos valores cobrados, uma vez que estes números costumam ser superiores aos debitados do trabalhador enquanto estava na empresa.

Fonte: www.canalrh.com.br - Por: Leandro Fernandes

www.senado.gov.br/senado/portaldoservidor/jornal/jornal92/economia_plano_saude.aspx [0]



PM apreende R$ 2 mi em cigarros contrabandeados


Cerca de R$ 2 milhões em cigarros contrabandeados foram apreendidos por policiais militares do 21º Batalhão, em Marmeleiro, Sudoeste do Estado ... com placas de Umuarama (PR), acoplado aos semireboques que estariam carregados com milho a granel ...



Casal fica ferido em capotamento de carro na PR-180


Um capotamento foi registrado por volta de 18h30 de ontem (27) na rodovia PR-180, próximo à passarela de entrada da cidade de Marmeleiro, envolvendo um veículo Fiat/Uno placas de Nova Esperança do Sudoeste conduzido por Gilberto de Oliveira ...
Homem morre intoxicado no periodo de limpeza de poço no Paraná Um homem de 40 anos morreu intoxicado por volta das 11h desta sexta-feira (27) no interior de um poço localizado às margens da PR-469, na localidade de Marmeleiro, em Rebouças (Sudeste do Paraná). Segundo o Corpo de Bombeiros, José Marcos da Silva ...
Caminhão carregado com cigarro é apreendido em Marmeleiro Um caminhão com placas de Umuarama (PR) foi apreendido na tarde desta quinta-feira (26) em Marmeleiro, no sudoeste do Estado, por policiais militares do Serviço Reservado (P2) e Policiais Federais. O veículo estava estacionado no pátio de uma oficina ...
Brasil interdita importação de maçã, pera e marmelo da Argentina O Brasil suspendeu a importação de maçã, pera e marmelo da Argentina. A medida foi publicada no Diário Oficial da União, nesta quarta-feira. A decisão é do Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Mapa), após ter sido constatada a ...
Polícia Ambiental prende suspeitos de caça ilegal no Sudoeste do Paraná Duas pessoas foram presas pela Polícia Militar Ambiental, na tarde de sábado (21), nos municípios de Francisco Beltrão e Marmeleiro, região sudoeste do Paraná. As prisões aconteceram após denúncia anônima efetuada à corporação. Os dois ...

Para os trabalhadores em MARMELEIRO: como fica o aumento na tabela do imposto de renda na fonte /h3> O governo publicou, na edição do Diário Oficial da União desta quarta-feira (11), a Medida Provisória (MP) 670, que traz os reajustes da tabela do Imposto de Renda das Pessoas Físicas. O acordo para o reajuste tabela foi fechado na terça-feira (11) entre líderes do Congresso e o ministro da Fazenda, Joaquim Levy.

A MP vai estabelecer a correção escalonada na tabela: nas duas primeiras faixas salariais, o imposto de renda será reajustado em 6,5%. Na terceira faixa, o reajuste será de 5,5%; na quarta faixa será reajustado em 5%; e na última faixa – que contempla os salários mais altos – será reajustado em 4,5%.

Com a correção, quem ganha até R$ 1.903,98 estará isento do imposto. Na faixa entre R$ 1.903,99 e R$ 2.826,65, o contribuinte pagará 7,5% de IR. A alíquota de 15% passará a incidir sobre as rendas entre R$ 2.826,66 e R$ 3.751,05. Na quarta faixa, estão os cidadãos que ganham entre R$ 3.751,06 e R$ 4.664,68, que pagarão imposto de 22%. A maior alíquota, de 27,5% passa a ser aplicada a quem recebe a partir de R$ 4.664,69.

De acordo com a MP, a correção vale a partir de abril do ano-calendário de 2015 ou seja, não terá efeito para as declarações que estão sendo entregues até o dia 30 de abril. [9]


Cuidados com a nova conta de luz em MARMELEIRO

Em 2001 o Brasil passou por um racionamento de energia. Quem dava festa era obrigado a alugar gerador para não correr risco de deixar os convidados no escuro. Em noites normais, algumas famílias deixavam de acender lâmpadas, optando por lanternas ou lampiões. Outras aposentaram o chuveiro elétrico e instalaram aquecimento solar.

Catorze anos depois, o fornecimento de energia volta a preocupar. O primeiro alerta veio nas contas de luz. Além de valores mais altos, elas passaram a trazer o sistema de bandeiras tarifárias, que indicam a cobrança ou não de taxa adicional em função das condições da geração de eletricidade no país (leia texto no canto superior direito).

Ontem passou a valer a revisão extraordinária das tarifas, com aumento de 23,4% nas contas de energia, em média. Ao todo, a Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) autorizou o reajuste das tarifas de 58 das 63 distribuidoras de energia do país. Para os consumidores do Sul, Sudeste e Centro-Oeste, a alta é de 28,7%, na média — 4,5 vezes maior que a aplicada para aqueles que vivem em estados do Norte e Nordeste, que será de 5,5%, também na média.

Essa revisão tarifária extraordinária, que independe dos reajustes anuais, é uma possibilidade prevista nos contratos de concessão das distribuidoras para manter o equilíbrio econômico-financeiro do contrato quando as empresas não têm fôlego financeiro para esperar os aumentos normais.

As hidrelétricas têm obrigação contratual de fornecer uma quantidade definida de energia. Caso não consigam gerar o montante com que se comprometeram, devem comprar a diferença. Com a seca, o custo da energia no mercado de curto prazo subiu muito além do preço final de venda ao consumidor.

— As distribuidoras estão comprando por um preço mais alto e vendendo por um preço mais baixo. O prejuízo é grande — explicou o consultor do Senado para a área de minas e energia Luiz Alberto Bustamante.

Reservatórios

Principal fonte de energia do país, as hidrelétricas existentes estão com os reservatórios muito baixos pela falta de chuvas. E a construção de novas usinas encontrou a resistência de setores da sociedade contrários à inundação de locais tomados pelas águas represadas.

Além disso, os leilões de energia feitos para as distribuidoras atenderem seus clientes não surtiram o efeito desejado. Como consequência, elas precisaram comprar energia cara no mercado de curto prazo, o que reflete na conta de luz.

— O custo é elevado, mas foi baixo durante muito tempo — diz o senador Edison Lobão (PMDB-MA), que foi ministro de Minas e Energia no governo Lula e durante o primeiro mandato da presidente Dilma Rousseff. Para ele, o que está acontecendo é uma readequação dos preços.

Lobão ressalta a importância da Medida Provisória (MP) 579/2013, que tratava da concessão dos serviços de geração, transmissão e distribuição de energia, com o objetivo de reduzir a conta de luz para os consumidores finais. Segundo ele, se a MP não tivesse sido editada na época, a conta para o cidadão estaria hoje muito mais elevada (saiba mais no texto ao lado).

[13]

*blogsbrasil.com - todos os direitos reservados. Selecionamos as principais notícias da cidade de MARMELEIRO PR. Os acontecimentos políticos, acidentes de trânsito nas rodovias, fatos do centro, dos bairros e do interior. Pesquisamos também os jornais locais e as redes sociais, bem como o site da prefeitura. O trabalho jornalístico consiste em captação e tratamento escrito, oral, visual ou gráfico, da informação em qualquer uma de suas formas e variedades. O trabalho é normalmente dividido em quatro etapas distintas, cada qual com suas funções e particularidades: pauta, apuração, redação e edição.A pauta é a seleção dos assuntos que serão abordados. É a etapa de escolha sobre quais indícios ou sugestões devem ser considerados para a publicação final. A apuração é o processo de averiguar informação em estado bruto (dados, nomes, números etc.). A apuração é feita com documentos e pessoas que fornecem informações, chamadas de fontes. A interação de jornalistas com suas fontes envolve freqüentemente questões de confidencialidade.A redação é o tratamento das informações apuradas em forma de texto verbal. Pode resultar num texto para ser impresso (em jornais, revistas e sites) ou lido em voz alta (no rádio, na TV e no cinema). A edição é a finalização do material redigido em produto de comunicação, hierarquizando e coordenando o conteúdo de informações na forma final em que será apresentado. Muitas vezes, é a edição que confere sentido geral às informações coletadas nas etapas anteriores. No jornalismo impresso (jornais e revistas), a edição consiste em revisar e cortar textos de acordo com o espaço de impressão pré-definido. A diagramação é a disposição gráfica do conteúdo e faz parte da edição de impressos. No radiojornalismo, editar significa cortar e justapor trechos sonoros junto a textos de locução, o que no telejornalismo ganha o adicional da edição de imagens em movimento. Tags: Últimas Notícias, MARMELEIRO PR, Cidade, Interior, Segunda, Terça, Quarta, Quinta, Sexta, Sábado, Domingo, Carro, Eleições, Crime, Estrada, Rodovia, Acesso, Greve, Eleições, Festa, Granizo, Chuva, Enchente,Aniversário, Prêmio, Mês, Fim de Semana, Hoje, Ontem, Anteontem, Hora, Pouco Tempo, Agora, Mulher, Homem, Família, Criança, Portal,Pessoas, Como saber, Site, Blog, Diário,Protesto,Inauguração, Cassação, Cassado, Show, Apresentação, Espetáculo, Fotos, Vídeos, Imagens, Previsão, Caminhão, Vítimas, Situação, Oposição, Eleições, Enquete, Votos, Apuração, Trânsito, Operação, PF, Delegacia, Praia, Localidade, Animais, Ver Fotos, NEWS LATEST LOCAL NEWSPAPPER.