Blog de Notícias de DOIS VIZINHOS








Estradas paranaenses já têm 41 pontos de bloqueio

PR-281, km 535 e 540, Dois Vizinhos; PR-483, km 001, Francisco Beltrão; PRC-280, km 170, Clevelândia; PR-566, km 012 e PR-493, km 030, Itapejada do Oeste; PRC-466, km 179/180, Pitanga; PRC-487, km 295, Manoel Ribas; PRC-158, km 528, Vitorino; PR-466 kms ...

Taxista de Dois Vizinhos é vítima de latrocínio

O corpo de Lopes foi encontrado no fim da tarde de ontem às margens da PR-471, em Enéas Marques (Foto: Evandro Artuzi/ Rádio Onda Sul FM) Ele estava desaparecido desde o último sábado à noite, quando foi fazer uma corrida de Dois Vizinhos para ...

Taxista de Dois Vizinhos pode ter sido vítima de latrocínio

Está desaparecido desde sábado (28) o taxista Santino Lopes Pedroso, 38 anos, popular Primo, da localidade de Dois Vizinhos. Segundo a família, Lopes saiu de casa por volta das 21 horas para fazer uma cor…

Taxista de 38 anos é morto a facadas no sudoeste do Paraná, diz polícia

Foi encontrado, na tarde desta segunda-feira (2), o corpo de um taxista de Dois Vizinhos, no sudoeste do Paraná, que estava desaparecido desde sábado (28). Um adolescente foi apreendido, mas a polícia suspeita que cinco homens tenham participado do crime.

Sargento aposentado da PM é morto com tiro no tórax em Patos de Minas

Delegado de homicídios acredita que desavença tenha motivado o crime.Vítima foi morta na porta de casa e suspeito está foragido.A Delegacia de Homicídios de Patos de Minas, no Alto Paranaíba, investig…

Caminhoneiros protestam e bloqueiam 52 pontos de rodovias no Paraná

Chopinzinho PR-281, km 535, Dois Vizinhos PR-281, km 542, Dois Vizinhos PR-317, km 104, Maringá PR-317, km 055, Santa Fé PR-317, km 047, Santa Fé PR-323, km 163, Paiçandu PR-323, km 303, Umuarama PR-323, km 311, Umuarama PR-444, km 008, Arapongas PR ...

Homem mata ex-companheira a facadas e é morto por vizinhos em Alagoinhas

Domingo, 01 de março de 2015 Uma mulher de 50 anos morreu após ser esfaqueada pelo ex-companheiro no início da manhã deste sábado (28), em Alagoinhas, distante cerca de 120 quilômetros de Salvador. D…

Obra abandonada vira depósito de entulho em Petrolina

Obra fica na Avenida dos Gaviões, no bairro Dom Avelar (Foto: Joseana do Nascimento/Arquivo pessoal)Uma obra de uma unidade escolar infantil que aparenta estar abandonada traz transtornos aos moradore…

Polícia Militar apreende aram de fogo em Dois Vizinhos

Policiais militares de Dois Vizinhos, no sudoeste do Estado, prenderam na madrugada desta terça-feira (24), um homem armado na cidade. Claudir Peretto, 19 anos, popular “Tininho” foi localizado no Ba…

Posto de combustível é assaltado em Dois Vizinhos

Um posto de combustível no centro sul de Dois Vizinhos foi assaltado ontem (23). Segundo funcionários, por volta das 20 horas, três homens chegaram armados com pistola e revolver e deram voz de assalt…

BRF diz que bloqueio dos caminhoneiros já atinge 11 Estados; grupo parou operações em dois frigoríficos; ameaça de desabastecimento já é real

O grupo BRF mandou dizer esta noite ao editor que haverá desabastecimento dos seus produtos, porque suas fábricas de Francisco Beltrão e Dois Vizinhos, Paraná, não recebem mais insumos para suas aves.…

BRF diz que bloqueio dos caminhoneiros já atinge 11 Estados. Grupo parou operações em dois frigoríficos. Ameaça de desabastecimento já é real.

O grupo BRF mandou dizer esta noite ao editor que haverá desabastecimento dos seus produtos, porque suas fábricas de Francisco Beltrão e Dois Vizinhos, Paraná, não recebem mais insumos para suas aves.…

Dois Vizinhos inicia pré-temporada

A Série Ouro começou para o Dois Vizinhos Futsal. Na tarde de segunda-feira, 16, no Ginásio de Esportes da Unisep, os atletas se apresentaram para a diretoria e o técnico Antônio Rubens Vaz, o Foca. D…

Últimas notícias de DOIS VIZINHOS PR:

 Caminhoneiros protestam e bloqueiam 52 pontos de rodovias no Paraná Chopinzinho PR-281, km 535, Dois Vizinhos PR-281, km 542, Dois Vizinhos PR-317, km 104, Maringá PR-317, km 055, Santa Fé PR-317, km 047, Santa Fé PR-323, km 163, Paiçandu PR-323, km 303, Umuarama PR-323, km 311, Umuarama PR-444, km 008, Arapongas PR ...

Dois Vizinhos confirma dois casos de dengue autóctone O município de Dois Vizinhos confirmou nessa quinta-feira (26 ... tem mais 23 casos suspeitos que estão em análise no Laboratório Central do Estado do Paraná (Lacen), em Curitiba, cujos resultados deverão ser emitidos na segunda-feira (2).

DOIS VIZINHOS PR tspan:3m DOIS VIZINHOS PR


Bloqueios em rodovias do sudoeste do PR estão suspensos por 5 horas ... de Realeza (PR-182), Francisco Beltrão (PR-180), Marmeleiro (PR-280), Pato Branco (PR-158), Clevelândia (PR-280), Dois Vizinhos (PR-281) e Mariópolis (PR-280). O representante do Sinditac, Gilberto Gomes da Silva, disse que a liberação ...

BRF interrompe produção de aves no Paraná por causa da paralisação de caminhoneiros ... preços nos combustíveis causou a interrupção da produção de aves em duas fábricas da BRF no Paraná, as de Francisco Beltrão e de Dois Vizinhos. Em nota à imprensa, a empresa disse que a medida foi adotada "por falta de matéria-prima".

Brasil Foods interrompe produção de aves no Paraná por causa da paralisação de caminhoneiros no Paraná, as de Francisco Beltrão e de Dois Vizinhos. Em nota à imprensa, a empresa disse que a medida foi adotada "por falta de matéria-prima". A BRF salienta que é responsável cadeia de produção que "movimenta praticamente todo o ciclo ...

Protesto paralisa produção de duas fábricas no Paraná da BRF, dona da Sadia SÃO PAULO (Reuters) - Duas fábricas da empresa de alimentos BRF, em Francisco Beltrão e Dois Vizinhos, no Paraná, interromperam o processamento de aves por falta de matéria-prima, devido aos protestos de caminhoneiros que atingem o Estado, informou a ...

Segunda-feira, 23 de Fevereiro de 2015, 19:35:29Agroindústrias, Economia Em razão da paralisação de caminhoneiros que atinge 11 Estados brasileiros, a BRF informa que suas fábricas de Francisco Beltão e Dois Vizinhos, localizadas no Paraná, interromperam a produção de aves por falta de matéria-prima. A BRF é ...





Siga-nos e receba notícias e assuntos de interesse das cidades

Como se proteger do câncer em DOIS VIZINHOS

Não fume! Essa é a regra mais importante para prevenir o câncer, principalmente os de pulmão, boca, laringe, faringe e esôfago. Ao fumar, são liberadas no ambiente mais de 4.700 substâncias tóxicas e cancerígenas que são inaladas por fumantes e não fumantes. Parar de fumar e de poluir o ambiente fechado é fundamental para a prevenção do câncer.

Alimentação saudável protege contra o câncer. Deve ser variada, equilibrada, saborosa, respeitar a cultura e proporcionar prazer e saúde. Frutas, legumes, verduras, cereais integrais e feijões são
os principais alimentos protetores. Comer esses alimentos diariamente pode evitar o desenvolvimento de câncer. O aleitamento materno é a primeira alimentação saudável. A amamentação exclusiva até os seis meses de vida protege as mães contra o câncer de mama e as crianças contra a obesidade infantil. A partir de então, a criança deve ser amamentada e receber outros alimentos saudáveis até os dois anos ou mais.

Pratique atividades físicas como parte da rotina diária. A atividade física consiste na iniciativa de se movimentar, de acordo com a rotina de cada um. Você pode, por exemplo, caminhar, dançar, trocar o elevador pelas escadas, levar o cachorro para passear, cuidar da casa ou do jardim.

Estar acima do peso aumenta as chances de uma pessoa desenvolver câncer. Por isso, é importante controlar o peso por meio de uma boa alimentação e manter-se ativo.

As mulheres entre 25 e 64 anos devem fazer o exame preventivo ginecológico a cada três anos. Tão importante quanto fazer o exame é saber o resultado e seguir as orientações médicas.
As mulheres com 40 anos ou mais devem se submeter ao exame clínico das mamas anualmente. Aquelas que estiverem entre 50 e 69 anos devem ainda realizar a mamografia a cada
dois anos. Em caso de alterações suspeitas nas mamas, a mulher precisa procurar um médico.

Evite a ingestão de bebidas alcoólicas. Seu consumo, em qualquer quantidade, aumenta o risco de desenvolver câncer. Além disso, combinar bebidas alcoólicas com o tabaco aumenta ainda mais a possibilidade do surgimento da doença.

Evite exposição prolongada ao sol entre 10h e 16h, e use sempre proteção adequada, como chapéu, barraca e protetor solar, inclusive nos lábios. Se for inevitável a exposição ao sol durante
a jornada de trabalho, use chapéu de aba larga, camisa de manga longa e calça comprida.

Fumo, bebidas alcoólicas, exposição prolongada ao sol, alimentação gordurosa também estão relacionados ao câncer de boca. Fique alerta a qualquer lesão na boca que não cicatrize por mais de 15 dias.

Alguns tipos de vírus, bactérias e parasitas associados a infecções crônicas estão presentes no processo de desenvolvimento do câncer, com destaque para o papilomavírus
humano (HPV).
Além de outras estratégias de prevenção, o uso de preservativos pode contribuir na prevenção da infecção pelo HPV, associada ao câncer do colo do útero, pênis, ânus, orofaringe e boca.

[17]




Trabalho em DOIS VIZINHOS. Como fica o meu plano de saúde se for demitido?

Permanecer com o plano de saúde oferecido pela empresa após ser demitido, ainda que tenha que pagar por ele, pode representar um benefício significativo, principalmente considerando o fato de que firmar um contrato de plano de saúde individual tem se tornado uma tarefa cada vez mais difícil. Muitas operadoras colocam empecilhos para quem procura um plano apenas para si.

O artigo 30 da lei número 9656/98, que rege o assunto, prevê que no caso de rescisão ou exoneração do contrato de trabalho sem justa causa, “é assegurado o direito de manter sua condição de beneficiário, nas mesmas condições de cobertura assistencial de que gozava quando da vigência do contrato de trabalho, desde que assuma seu pagamento integral”, diz um trecho da lei.

Mas, para que o ex-funcionário possa manter este benefício, ele precisa ter contribuído, total ou parcialmente, com o plano de saúde empresarial, explica a advogada Camila de Oliveira Santos, do escritório Maluf e Moreno Advogados Associados. “O empregado deve informar o interesse de permanecer com o plano, no prazo máximo de 30 dias após a formalização da dispensa”, diz Camila. E cabe à empregadora comunicar ao trabalhador a existência dessa possibilidade.

Em relação ao período de permanência após a rescisão do contrato, a lei obriga as empresas a manter os ex-funcionários por um prazo de até dois anos. O tempo de permanência previsto na legislação é equivalente a um terço do período que o funcionário permaneceu na organização. “Entretanto, existe um prazo mínimo (que é de seis meses) e máximo (24 meses) de permanência”, sinaliza Camila. Logo, mesmo o trabalhador que tiver ficado pouco tempo na organização terá direito a no mínimo meio ano de cobertura. Contudo, o benefício cessa caso o trabalhador obtenha novo emprego que lhe forneça outro plano de saúde.

Camila explica ainda que a lei também se aplica a quem se aposenta. Nesses casos, quem possui um plano de saúde por um período igual ou superior a dez anos tem direito a permanecer com o benefício nos mesmos moldes por prazo indeterminado, desde que assuma o pagamento integral do plano. Já quem está no plano há menos de dez anos pode estender o benefício pelo prazo equivalente ao que permaneceu nele.

Impactos para as empresas

Ainda que as organizações não sejam obrigadas a custear qualquer valor para o ex-funcionário que escolhe a extensão do benefício, , essa opção pode ter reflexos no valor do contrato que as empresas mantêm com as operadoras de planos de saúde empresarial. Isso porque esses contratos, geralmente, possuem cláusula de sinistralidade, ou seja, o contrato prevê uma margem de utilização. “Por mais que o ex-funcionário passe a pagar pelo plano, ele continua a integrar a apólice da empresa, o que pode contribuir para que a margem de utilização seja ultrapassada”, explica Camila. Segundo ela, no momento de renovar o contrato, as operadoras costumam reajustar o valor em até 100% por causa da cota excedida.

A desvantagem iminente tem feito algumas empresas estudarem formas de efetuar mudanças nos desenhos de seus planos, a fim de evitar a obrigatoriedade de estendê-los para seus ex-empregados. É o que mostra um estudo feito pela consultoria Watson Wyatt, com cerca de 170 empresas de diferentes portes e segmentos.

Segundo a pesquisa, mais de 60% das empresas estão condicionadas à lei. Desse total, 13% afirmam já ter tomado providências para não precisarem mais beneficiar quem não integra seu quadro. Elas alegam que o custo criado pelos inativos não é corretamente avaliado para fins contábeis, especialmente quando ele está na mesma apólice dos ativos, o que ocorre em 76% dos casos.

Além dos impactos na sinistralidade do contrato, essa situação pode implicar em subsídio indireto da empresa e dos empregados ativos, uma vez que a tendência é que os participantes de idade mais avançada criem despesas mais elevadas. Dentre as pesquisadas, 29% já precisaram assumir parte dos custos do plano médico dos inativos e pelo menos 5% sofreram ações judiciais por conta dos valores cobrados, uma vez que estes números costumam ser superiores aos debitados do trabalhador enquanto estava na empresa.

Fonte: www.canalrh.com.br - Por: Leandro Fernandes

www.senado.gov.br/senado/portaldoservidor/jornal/jornal92/economia_plano_saude.aspx [0]



Taxista de Dois Vizinhos é vítima de latrocínio


O corpo de Lopes foi encontrado no fim da tarde de ontem às margens da PR-471, em Enéas Marques (Foto: Evandro Artuzi/ Rádio Onda Sul FM) Ele estava desaparecido desde o último sábado à noite, quando foi fazer uma corrida de Dois Vizinhos para ...



Taxista de 38 anos é morto a facadas no sudoeste do Paraná, diz polícia


Foi encontrado, na tarde desta segunda-feira (2), o corpo de um taxista de Dois Vizinhos, no sudoeste do Paraná, que estava desaparecido desde sábado (28). Um adolescente foi apreendido, mas a polícia suspeita que cinco homens tenham participado do crime.
Caminhoneiros protestam e bloqueiam 52 pontos de rodovias no Paraná Chopinzinho PR-281, km 535, Dois Vizinhos PR-281, km 542, Dois Vizinhos PR-317, km 104, Maringá PR-317, km 055, Santa Fé PR-317, km 047, Santa Fé PR-323, km 163, Paiçandu PR-323, km 303, Umuarama PR-323, km 311, Umuarama PR-444, km 008, Arapongas PR ...
Dois Vizinhos confirma dois casos de dengue autóctone O município de Dois Vizinhos confirmou nessa quinta-feira (26 ... tem mais 23 casos suspeitos que estão em análise no Laboratório Central do Estado do Paraná (Lacen), em Curitiba, cujos resultados deverão ser emitidos na segunda-feira (2).
Bloqueios em rodovias do sudoeste do PR estão suspensos por 5 horas ... de Realeza (PR-182), Francisco Beltrão (PR-180), Marmeleiro (PR-280), Pato Branco (PR-158), Clevelândia (PR-280), Dois Vizinhos (PR-281) e Mariópolis (PR-280). O representante do Sinditac, Gilberto Gomes da Silva, disse que a liberação ...
BRF interrompe produção de aves no Paraná por causa da paralisação de caminhoneiros ... preços nos combustíveis causou a interrupção da produção de aves em duas fábricas da BRF no Paraná, as de Francisco Beltrão e de Dois Vizinhos. Em nota à imprensa, a empresa disse que a medida foi adotada "por falta de matéria-prima".

Saiba quanto custa financiar pela Caixa em DOIS VIZINHOS ?

A Caixa Econômica Federal lançou o novo simulador de financiamento habitacional. A nova ferramenta está disponível no site do banco (www.caixa.gov.br). Segundo a Caixa, o leiaute, mais simples e intuitivo, facilita o preenchimento dos dados e agiliza a resposta ao usuário.

Outro diferencial é a opção de iniciar a simulação a partir da capacidade de pagamento. Com o preenchimento de apenas quatro campos, o novo simulador calcula o valor máximo de financiamento que o cliente pode tomar, bem como o valor máximo de prestação que ele pode assumir. Caso prefira, o cliente pode ir direto para a simulação completa.

Em seguida o simulador apresenta sugestões de valores de financiamento e prazos compatíveis com este comprometimento mensal, auxiliando o cliente a definir o valor do imóvel a ser adquirido.

Após escolher o valor e o prazo, basta o cliente confirmar o tipo e local do imóvel que deseja financiar, e inserir dados como: data de nascimento do proponente de maior idade; tempo de serviço, se tiver mais de três anos de trabalho sob regime do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS); e se já foi beneficiado com algum subsídio da União. Não é necessário reinserir os dados que já foram informados no início da simulação.

Para o vice-presidente de Habitação do banco, José Urbano Duarte, o novo simulador contribui para uma melhor experiência do cliente nos processos de compra e financiamento do imóvel. “O novo simulador inaugura uma nova forma de interação do cliente com o crédito imobiliário, uma vez que é mais intuitivo e possui uma interface mais amigável e atual, além de permitir uma resposta imediata a uma primeira necessidade do cliente, ao buscar um simulador: quanto posso financiar na Caixa?”, explica.

As novas funcionalidades foram desenvolvidas com base em pesquisa, realizada em sites de bancos nacionais e internacionais. As principais facilidades incorporadas estão focadas na expectativa do cliente ao buscar um simulador de financiamento, reforçando a transparência e a simplicidade no atendimento. [34]


Trabalho em DOIS VIZINHOS. Como fica o meu plano de saúde se for demitido?

Permanecer com o plano de saúde oferecido pela empresa após ser demitido, ainda que tenha que pagar por ele, pode representar um benefício significativo, principalmente considerando o fato de que firmar um contrato de plano de saúde individual tem se tornado uma tarefa cada vez mais difícil. Muitas operadoras colocam empecilhos para quem procura um plano apenas para si.

O artigo 30 da lei número 9656/98, que rege o assunto, prevê que no caso de rescisão ou exoneração do contrato de trabalho sem justa causa, “é assegurado o direito de manter sua condição de beneficiário, nas mesmas condições de cobertura assistencial de que gozava quando da vigência do contrato de trabalho, desde que assuma seu pagamento integral”, diz um trecho da lei.

Mas, para que o ex-funcionário possa manter este benefício, ele precisa ter contribuído, total ou parcialmente, com o plano de saúde empresarial, explica a advogada Camila de Oliveira Santos, do escritório Maluf e Moreno Advogados Associados. “O empregado deve informar o interesse de permanecer com o plano, no prazo máximo de 30 dias após a formalização da dispensa”, diz Camila. E cabe à empregadora comunicar ao trabalhador a existência dessa possibilidade.

Em relação ao período de permanência após a rescisão do contrato, a lei obriga as empresas a manter os ex-funcionários por um prazo de até dois anos. O tempo de permanência previsto na legislação é equivalente a um terço do período que o funcionário permaneceu na organização. “Entretanto, existe um prazo mínimo (que é de seis meses) e máximo (24 meses) de permanência”, sinaliza Camila. Logo, mesmo o trabalhador que tiver ficado pouco tempo na organização terá direito a no mínimo meio ano de cobertura. Contudo, o benefício cessa caso o trabalhador obtenha novo emprego que lhe forneça outro plano de saúde.

Camila explica ainda que a lei também se aplica a quem se aposenta. Nesses casos, quem possui um plano de saúde por um período igual ou superior a dez anos tem direito a permanecer com o benefício nos mesmos moldes por prazo indeterminado, desde que assuma o pagamento integral do plano. Já quem está no plano há menos de dez anos pode estender o benefício pelo prazo equivalente ao que permaneceu nele.

Impactos para as empresas

Ainda que as organizações não sejam obrigadas a custear qualquer valor para o ex-funcionário que escolhe a extensão do benefício, , essa opção pode ter reflexos no valor do contrato que as empresas mantêm com as operadoras de planos de saúde empresarial. Isso porque esses contratos, geralmente, possuem cláusula de sinistralidade, ou seja, o contrato prevê uma margem de utilização. “Por mais que o ex-funcionário passe a pagar pelo plano, ele continua a integrar a apólice da empresa, o que pode contribuir para que a margem de utilização seja ultrapassada”, explica Camila. Segundo ela, no momento de renovar o contrato, as operadoras costumam reajustar o valor em até 100% por causa da cota excedida.

A desvantagem iminente tem feito algumas empresas estudarem formas de efetuar mudanças nos desenhos de seus planos, a fim de evitar a obrigatoriedade de estendê-los para seus ex-empregados. É o que mostra um estudo feito pela consultoria Watson Wyatt, com cerca de 170 empresas de diferentes portes e segmentos.

Segundo a pesquisa, mais de 60% das empresas estão condicionadas à lei. Desse total, 13% afirmam já ter tomado providências para não precisarem mais beneficiar quem não integra seu quadro. Elas alegam que o custo criado pelos inativos não é corretamente avaliado para fins contábeis, especialmente quando ele está na mesma apólice dos ativos, o que ocorre em 76% dos casos.

Além dos impactos na sinistralidade do contrato, essa situação pode implicar em subsídio indireto da empresa e dos empregados ativos, uma vez que a tendência é que os participantes de idade mais avançada criem despesas mais elevadas. Dentre as pesquisadas, 29% já precisaram assumir parte dos custos do plano médico dos inativos e pelo menos 5% sofreram ações judiciais por conta dos valores cobrados, uma vez que estes números costumam ser superiores aos debitados do trabalhador enquanto estava na empresa.

Fonte: www.canalrh.com.br - Por: Leandro Fernandes

www.senado.gov.br/senado/portaldoservidor/jornal/jornal92/economia_plano_saude.aspx [0]



*blogsbrasil.com - todos os direitos reservados. Selecionamos as principais notícias da cidade de DOIS VIZINHOS PR. Os acontecimentos políticos, acidentes de trânsito nas rodovias, fatos do centro, dos bairros e do interior. Pesquisamos também os jornais locais e as redes sociais, bem como o site da prefeitura. O trabalho jornalístico consiste em captação e tratamento escrito, oral, visual ou gráfico, da informação em qualquer uma de suas formas e variedades. O trabalho é normalmente dividido em quatro etapas distintas, cada qual com suas funções e particularidades: pauta, apuração, redação e edição.A pauta é a seleção dos assuntos que serão abordados. É a etapa de escolha sobre quais indícios ou sugestões devem ser considerados para a publicação final. A apuração é o processo de averiguar informação em estado bruto (dados, nomes, números etc.). A apuração é feita com documentos e pessoas que fornecem informações, chamadas de fontes. A interação de jornalistas com suas fontes envolve freqüentemente questões de confidencialidade.A redação é o tratamento das informações apuradas em forma de texto verbal. Pode resultar num texto para ser impresso (em jornais, revistas e sites) ou lido em voz alta (no rádio, na TV e no cinema). A edição é a finalização do material redigido em produto de comunicação, hierarquizando e coordenando o conteúdo de informações na forma final em que será apresentado. Muitas vezes, é a edição que confere sentido geral às informações coletadas nas etapas anteriores. No jornalismo impresso (jornais e revistas), a edição consiste em revisar e cortar textos de acordo com o espaço de impressão pré-definido. A diagramação é a disposição gráfica do conteúdo e faz parte da edição de impressos. No radiojornalismo, editar significa cortar e justapor trechos sonoros junto a textos de locução, o que no telejornalismo ganha o adicional da edição de imagens em movimento. Tags: Últimas Notícias, DOIS VIZINHOS PR, Cidade, Interior, Segunda, Terça, Quarta, Quinta, Sexta, Sábado, Domingo, Carro, Eleições, Crime, Estrada, Rodovia, Acesso, Greve, Eleições, Festa, Granizo, Chuva, Enchente,Aniversário, Prêmio, Mês, Fim de Semana, Hoje, Ontem, Anteontem, Hora, Pouco Tempo, Agora há Pouco, Mulher, Homem, Família, Criança, Portal,Pessoas, Como saber, Onde eu Acho, Site, Blog, Diário,Protesto,Inauguração, Cassação, Cassado, Show, Apresentação, Espetáculo, Fotos, Vídeos, Imagens, Previsão, Caminhão, Vítimas, Situação, Oposição, Eleições, Enquete, Votos, Apuração, Trânsito, Operação, PF, Delegacia, Praia, Localidade, Animais, Ver Fotos.