BLOG DE NOTICIAS DE COLNIZA

Últimas notícias e assuntos de interesse da cidade

Últimas notícias de COLNIZA MT:

População de 22 municípios de MT aumenta mais de 50%


MT terá mais 3 postos para receber embalagens vazias de agrotóxicos



 Deputado de Mato Grosso critica veto da presidente Dilma à criação de municípios Em Mato Grosso, 14 comunidades poderiam ser emancipadas ... Conselvan - Aripuanã, Guariba - Colniza, Japuranã – Nova Bandeirantes, Nova União – Cotriguaçu, Ouro Branco do Sul – Itiquira, Paranorte – Juara, Rio Xingu – Querência, Rondon ...
No 1º mês de proibição para queima, focos de calor crescem 65% em MT Na distribuiçã o dos principais responsáveis pelos focos de calor aparecem ainda Colniza (208), Feliz Natal (175), Nova ... no intervalo de 1º de janeiro a 15 de agosto os focos de calor em Mato Grosso aumentaram 48%, indo de 6.299 focos em 2013 para ...

Consiga um emprego AGORA MESMO em COLNIZA MT:

Empregos Manager Online
Após mortes, aumenta tensão no campo José Vieira destaca a necessidade das autoridades de Mato Grosso e federais tomarem providências sobre as questões ligadas à regularizaçã ;o dos assentamento. Sobre o caso de Colniza, o coordenador do MST ressaltou que a disputa da área onde estão as ...

Equipes estão em área onde líderes rurais foram executados A Polícia Civil intensificou as investigaçõ es da morte do casal Josias Paulino de Castro, 54, e Ireni da Silva Castro, 35, ocorrido no Distrito de Guariba, em Colniza (1.065 km a Oeste) e equipes estão na região. Os corpos das vítimas foram ...
Polícia Civil manterá sigilo nas investigações do assassinato de casal em MT A Polícia Judiciária Civil intensificou as investigaçõ es da morte do casal Josias Paulino de Castro, 54, e Ireni da Silva Castro, 35, ocorrido no Distrito de Guariba, em Colniza (1.065 km a Oeste). Os corpos das vítimas foram encontrados na manhã do ...

Tempo e Temperatura:

No 1º mês de proibição para queima, focos de calor crescem 65% em MT Na distribuiçã o dos principais responsáveis pelos focos de calor aparecem ainda Colniza (208), Feliz Natal (175), Nova ... no intervalo de 1º de janeiro a 15 de agosto os focos de calor em Mato Grosso aumentaram 48%, indo de 6.299 focos em 2013 para ...
Após mortes, aumenta tensão no campo José Vieira destaca a necessidade das autoridades de Mato Grosso e federais tomarem providências sobre as questões ligadas à regularizaçã ;o dos assentamento. Sobre o caso de Colniza, o coordenador do MST ressaltou que a disputa da área onde estão as ...
MP pede apuração de mortes e proteção de agricultores O procurador-geral de Justiça de Mato Grosso, Paulo Prado, encaminhou ao governador Silval ... o presidente da Associação dos Produtores Rurais de Guariba, em Colniza (1.065 km a Noroeste da Capital), Josias Paulino de Castro, e sua esposa, Irene ...
Governo de MT cria grupo para apurar mortes de trabalhadores ruais O governo de Mato Grosso criou uma equipe de trabalho ... integrante do Movimento dos Trabalhadores Sem Terra, e em Colniza, onde foram assassinados Josias Paulino de Castro, presidente da Associação de Produtores Rurais Nova União (Aspronu), e da ...
População de 22 municípios de MT aumenta mais de 50% Vinte municípios de Mato Grosso aumentaram o número de habitantes em mais de 50% nos últimos 10 anos. Deste total, cinco contabilizam uma elevação superior a 100% no número populacional. Dentre as localidades, Colniza ocupa o topo do ranking ...
MT terá mais 3 postos para receber embalagens vazias de agrotóxicos Mato Grosso terá três novos postos de recebimento de embalagens de agrotóxicos nos municípios de Gaúcha no Norte, Colniza e São Félix do Araguaia. Os produtores do estado entregam cerca de 98% das embalagens vazias para 17 postos de recebimento (que ...
Deputado de Mato Grosso critica veto da presidente Dilma à criação de municípios Em Mato Grosso, 14 comunidades poderiam ser emancipadas ... Conselvan - Aripuanã, Guariba - Colniza, Japuranã – Nova Bandeirantes, Nova União – Cotriguaçu, Ouro Branco do Sul – Itiquira, Paranorte – Juara, Rio Xingu – Querência, Rondon ...
No 1º mês de proibição para queima, focos de calor crescem 65% em MT Na distribuiçã o dos principais responsáveis pelos focos de calor aparecem ainda Colniza (208), Feliz Natal (175), Nova ... no intervalo de 1º de janeiro a 15 de agosto os focos de calor em Mato Grosso aumentaram 48%, indo de 6.299 focos em 2013 para ...
300x250 Colniza Será Sede da 8° Etapa do Campeonato Estadual de Motocross Os motores vão roncar, Colniza será palco de um dos eventos que mais gera adrenalina, com a pista quase pronta já começaram os testes das rampas, e quem prestigiar com certeza irá se arrepiar com os saltos dos pilotos de todo estado de Mato Grosso ... 
MT recolhe 98% do material Mato Grosso é responsável por recolher 98% de embalagens vazias de agrotóxicos utilizadas no campo. Isso torna o Estado líder no ranking nacional e permite ser o maior transformador deste material em novos produtos que são comercializados em vários ...
Em 6 dias, incêndio destruiu 70% de Parque em MT Incêndio no Parque Estadual Serra Azul, em Barra do Garças (516 km de Cuiabá), já destruiu em torno de 70% da área, segundo o Corpo de Bombeiros. O fogo começou há seis dias e pode ser comparado ao incêndio que ocorreu em 2007, quando 90% da área ...
Caminhoneiro é preso na BR-163 em MT com comprimidos de anfetamina Um caminhoneiro de 33 anos foi preso pela Polícia Rodoviária Federal em Mato Grosso (PRF-MT) na noite de sexta-feira na BR-163, próximo a Nova Santa Helena, a 622 km de Cuiabá, com 72 comprimidos de anfetamina, substância que inibe o sono e permite ...
300x250 Polícia prende em MT suposto golpista que dizia ser herdeiro de fazendeiro A Polícia Civil prendeu em flagrante, em Cuiabá, um jovem de 28 anos suspeito de se passar por filho de um fazendeiro rico para aplicar golpes na cidade. De acordo com a Delegacia Especializada de Roubos e Furtos (Derf), o rapaz usava cheques furtados e ...
Yamaha prepara MT-09 no Brasil A Yamaha está cumprindo com a promessa feita durante o Salão Duas Rodas 2013 de lançar um novo modelo a cada seis meses no Brasil. Depois da Fazer e Crosser 150, o maxi scooter T-Max 530 e a nacionalizaç&atild e;o da Super Ténér&eacut e;, a novidade da marca para ...
Casa Cor MT propõe ambientes ampliados e sofisticados A ampliação de ambientes domésticos, como a cozinha, o banheiro e a sala de TV, é uma das tendências que a Casa Cor MT 2014, exposição de designer e estilo no Shopping Goiabeiras, em Cuiabá (MT), traz nesta 10ª edição. A "ordem" é derrubar ...
Federação de MT anuncia criação de diretoria de formação da base Em reunião realizada nesta quinta-feira, nas dependências da Arena Pantanal, a Federação Mato-grossense de Futebol (FMF) avançou em pontos importantes perante seus clubes profissionais e amadores. Diversos dirigentes estiveram na reunião que durou ...

COLNIZA MT tspan:3m COLNIZA MT
Selecionamos as principais notícias da cidade de COLNIZA MT. Os acontecimentos políticos, acidentes de trânsito nas rodovias, fatos do centro, dos bairros e do interior. Pesquisamos também os jornais locais e as redes sociais, bem como o site da prefeitura.

O trabalho jornalístico consiste em captação e tratamento escrito, oral, visual ou gráfico, da informação em qualquer uma de suas formas e variedades. O trabalho é normalmente dividido em quatro etapas distintas, cada qual com suas funções e particularidades: pauta, apuração, redação e edição.A pauta é a seleção dos assuntos que serão abordados. É a etapa de escolha sobre quais indícios ou sugestões devem ser considerados para a publicação final. A apuração é o processo de averiguar informação em estado bruto (dados, nomes, números etc.). A apuração é feita com documentos e pessoas que fornecem informações, chamadas de fontes. A interação de jornalistas com suas fontes envolve freqüentemente questões de confidencialidade.A redação é o tratamento das informações apuradas em forma de texto verbal. Pode resultar num texto para ser impresso (em jornais, revistas e sites) ou lido em voz alta (no rádio, na TV e no cinema). A edição é a finalização do material redigido em produto de comunicação, hierarquizando e coordenando o conteúdo de informações na forma final em que será apresentado. Muitas vezes, é a edição que confere sentido geral às informações coletadas nas etapas anteriores. No jornalismo impresso (jornais e revistas), a edição consiste em revisar e cortar textos de acordo com o espaço de impressão pré-definido. A diagramação é a disposição gráfica do conteúdo e faz parte da edição de impressos. No radiojornalismo, editar significa cortar e justapor trechos sonoros junto a textos de locução, o que no telejornalismo ganha o adicional da edição de imagens em movimento.

Tags: Últimas Notícias, COLNIZA MT, Cidade, Interior, Segunda, Terça, Quarta, Quinta, Sexta, Sábado, Domingo, Carro, Eleições, Crime, Estrada, Rodovia, Acesso, Greve, Eleições, Festa, Granizo, Chuva, Enchente,Aniversário, Prêmio, Mês, Fim de Semana, Hoje, Ontem, Anteontem, Hora, Pouco Tempo, Agora há Pouco, Mulher, Homem, Família, Criança, Portal,Pessoas, Como saber, Onde eu Acho, Site, Blog, Diário,Protesto,Inauguração, Cassação, Cassado, Show, Apresentação, Espetáculo, Fotos, Vídeos, Imagens, Previsão, Caminhão, Vítimas, Situação, Oposição, Eleições, Enquete, Votos, Apuração, Trânsito, Operação, PF, Delegacia, Praia, Localidade, Animais, Ver Fotos.

Pesquisadores da Universidade Estadual Paulista (Unesp) de Rio Claro (SP) conseguiram um avanço relevante ao encontrar uma substância 100% natural que mata o mosquito da dengue em estágio de larva e na fase adulta, além de funcionar como repelente.

A descoberta foi feita pelo pesquisador Vinícius Luiz da Silva, em uma parceria entre os laboratórios dos professores Jonas Contiero (Departamento de Bioquímica e Microbiologia) e Claudio José Von Zuben (Departamento de Zoologia), do Instituto de Biociências da Unesp de Rio Claro. O professor Von Zuben estuda há sete anos aspectos da biologia do mosquito para embasar a implantação de estratégias de controle.

O resultado foi obtido através do uso da substância ramnolipídio, um metabólito microbiano oriundo da bactéria Pseudomonas aeruginosa LBI, associada a solos contaminados por petróleo. A bactéria foi encontrada em um terreno onde antes funcionava um posto de combustível pela equipe do professor doutor Jonas Contiero, do Laboratório de Microbiologia Industrial da Unesp, que há 17 anos realiza pesquisas nessa área.

A substância foi testada contra o mosquito da dengue no Laboratório de Entomologia, sob responsabilidade do professor Von Zuben, e obteve-se resultado positivo. O ramnolipídio conseguiu eliminar as larvas do Aedes aegypti e também o mosquito adulto. As larvas ficam submersas na água e necessitam subir à superfície para respirar. O que mantém as larvas na superfície é a tensão da água. A substância quebra essa tensão impedindo a respiração das larvas, que morrem. Com relação ao mosquito adulto, a aplicação do produto quebra a cutícula do inseto, quer dizer, a parede externa de proteção do corpo, levando-o à morte.

O sucesso nesses dois testes levou os pesquisadores a testar a eficácia do ramnolipídio como repelente. Os testes foram feitos com ratos brancos de laboratório, que foram anestesiados. O animal que teve a substância borrifada no corpo conseguiu repelir o mosquito, enquanto aquele que estava sem o produto foi picado pelo mosquito. Ou seja, a substância comprovou eficácia como bio-detergente, inseticida e repelente.

O professor Von Zuben explica que o produto poderá, no futuro, ser produzido em larga escala para ser utilizado no controle do mosquito da dengue. Porém, para isso, é preciso baratear os custos de produção, que ainda são muito altos. No momento, 10 miligramas da substância custam cerca de R$ 1.500,00. “O grande desafio é permanecer os estudos e tentar otimizar a produção, tornando-a mais rápida e mais barata para a exploração comercial”, declara o pesquisador.

Enquanto o novo inseticida não chega ao mercado, a única forma eficiente de controle é a eliminação dos criadouros do mosquito. Ainda mais porque o inseto tem se adaptado ao clima e ao meio e conseguido se reproduzir mesmo em condições adversas, como a falta de chuva e oscilação de temperatura.

[8]

 Muitos consumidores não sabem exatamente quais direitos têm (e não têm) em relação à utilização das linhas, planos contratados e cobranças.

Reclamar da má qualidade dos serviços de telefonia móvel e fixa é algo comum para os brasileiros. No entanto, muitos consumidores não sabem exatamente quais direitos têm (e não têm) em relação à utilização das linhas, planos contratados e cobranças. Teste a seguir seus conhecimentos sobre direitos e deveres em telefonia.

Pontos alterados e esclarecidos
Entre as regras que passam a valer em julho, estão a garantia do cancelamento automático dos serviços, sem falar com atendentes, e a criação de uma validade mínima de 30 dias para créditos pré-pagos. Confira abaixo algumas das novidades:

Cancelamento automático - O consumidor poderá cancelar serviços de telefonia fixa e celular por meio da internet ou simplesmente digitando uma opção no menu na central de atendimento telefônico da prestadora. Ou seja, sem precisar falar com uma atendente da operadora. Quando o cancelamento do serviço for feito por mecanismo automático, ele passará a valer em dois dias úteis no máximo. Já o cancelamento feito com atendentes continua a valer imediatamente após a solicitação.

Fidelização na telefonia fixa - A fidelização na telefonia fixa, até então proibida pela Anatel, passa a ser permitida no novo Regulamento Geral de Direitos do Consumidor dos Serviços de Telecomunicações. Na telefonia móvel, isso já era permitido. Sendo assim, as operadoras podem oferecer um contrato que obriga o consumidor a cumprir um período mínimo de uso, sob pena de multa caso ele cancele o plano antecipadamente. Mas, segundo o Procon-SP, esse tipo oferta só pode ocorrer se o consumidor tiver um benefício compatível à exigência feita pela empresa. Por exemplo: o cliente ganha, no ato da contratação, um aparelho celular com preço proporcional ao valor integral da multa. O período de fidelidade deve ser de, no máximo, 12 meses. Uma exceção ao pagamento da multa contratual ocorre quando a causa da quebra pelo consumidor é a má prestação do serviço.

Créditos pré-pagos - A validade mínima para créditos pré-pagos em celular passa a ser de 30 dias. Ou seja: as operadoras não poderão mais vender recargas com validade de uma semana ou 15 dias. As empresas deverão ofertar validades maiores, como de 90 e 180 dias, e vendê-los não apenas em lojas próprias, como também em pontos terceirizados e de recarga eletrônica, destaca o Procon. O atual regulamento da Anatel não deixava claro se o consumidor tinha de ser avisado quando o valor dos créditos estava acabando ou quando a data de validade deles estava para expirar. Na nova regra, fica claro que o aviso tem de ser dado em relação à data, não ao valor.

Promoções para clientes novos e antigos - As promoções feitas pela operadora (fixo ou celular) valem igualmente para clientes novos e antigos, mas apenas para aqueles que moram na mesma região da oferta. Ou seja, a regra não vale para uma promoção feita em um Estado para um cliente de outro Estado. O Procon-SP alerta que é preciso esperar a fiscalização da Anatel para verificar como a regra será empregada na prática. Se as operadoras estabelecerem condições limitadoras aos consumidores que desejam fazer a troca do plano atual pelo promocional, essa regra pode acabar virando letra morta. É preciso ver como a Anatel fiscalizará a questão, afirma Fátima Lemos, assessora técnica do Procon-SP.

Cópia de gravações - Desde dezembro de 2008, o consumidor já tinha o direito de solicitar cópia de gravação das ligações dos últimos três meses. Porém, esse prazo será aumentado para seis meses com novo o regulamento.

Caiu, ligou de volta - A operadora terá de ligar de volta para o cliente se a ligação cair durante o atendimento.

Sumário da oferta - Embora o Código de Defesa do Consumidor já garanta ao cliente o direito básico à informação sobre a oferta das empresas, o novo regulamento da Anatel detalha como isso deve ocorrer. Além do acesso à integralidade da oferta, o cliente deve receber um sumário claro com destaque às cláusulas restritivas e limitadoras, no ato da contratação.

Cobrança indevida ou antecipada – O valor contestado deve ter sua cobrança suspensa, e a nova cobrança só pode ocorrer se a operadora justificar os motivos pelos quais julgou improcedente a reclamação do cliente. Se o consumidor já pagou a conta indevida, fica estabelecido que a operadora deve devolver o valor em dobro, com juros e correção monetária, caso não der resposta em até 30 dias sobre o motivo da cobrança errada. Porém, se a operadora constatar depois desse prazo de 30 dias que a contestação não procede, pode cobrar do cliente os valores devolvidos, se justificar adequadamente o motivo. Pelas regras, o cliente poderá contestar faturas emitidas, no máximo, há três anos. O Procon lembra que o cliente pode, no entanto, ingressar na Justiça para contestar valores além dessa data, apoiado no Código de Defesa do Consumidor. No caso de planos com assinatura, a Anatel deu fim à cobrança antecipada. Antes, uma operadora cobrava no início do mês por serviços prestados até o final daquele período. Se o cliente cancelasse o serviço antes, tinha de esperar para receber de volta o que já havia pago. Agora, a cobrança virá na próxima fatura e será proporcional ao período usado.

Pontos inalterados Continuam valendo garantias que já haviam sido estabelecidas em resoluções anteriores da Anatel. As operadoras também continuam sujeitas às leis do Código de Defesa do Consumidor.

Cobrança de assinatura - Operadoras de telefonia fixa ou móvel podem cobrar pela assinatura do serviço, exceto no caso de planos pré-pagos. No futuro, essa cobrança poderá ser extinta caso a proposta do novo Marco Legal da Telefonia seja aprovado. O projeto, no entanto, ainda está em fase de estudos na Câmara dos Deputados. Pagamento da conta mesmo sem receber boleto - Segundo Maria Inês Dolci, coordenadora institucional da Proteste, associação de consumidores, não receber a conta não desobriga o consumidor do seu pagamento. Há a opção de ligar para a operadora pedindo a segunda via da cobrança e é possível também obter a informação pelo site da empresa. O Idec (Instituto Brasileiro de Defesa do Consumidor) lembra que, tanto para linhas fixas ou móveis, a entrega do documento de cobrança deve ocorrer cinco dias úteis antes do vencimento. No caso de valores indevidos, o consumidor deve contestar a conta junto à operadora antes do pagamento. Isso já suspende a cobrança e os prazos de inadimplência. Segundo Veridiana Alimonti, advogada do Idec, "se o valor contestado for apenas uma parte da conta, o consumidor deve receber nova fatura sem a parte contestada para realizar o pagamento dos valores com os quais concorda dentro do prazo". A Proteste lembra ainda que, nos casos de contas em débito automático, o consumidor pode pleitear a devolução em dobro do que foi cobrado indevidamente. Em: http://www.procon.sc.gov.br/index.php/noticias/621-direitos-que-o-consumidor-tem-e-nao-tem-em-telefonia-fixa-e-celular[9]

Dormir pouco está relacionado a uma série de enfermidades. Saiba como resolver seus problemas com o travesseiro:

O sono é essencial para a vida e é a base de muitas funções fisiológicas e psicológicas do organismo, tais como a reparação de tecidos, o crescimento, a consolidação da memória e a aprendizagem. Embora nem todos os adultos precisem do mesmo número de horas de sono, os especialistas acreditam que menos de sete horas de sono por noite, numa base contínua, pode ter consequências negativas para o corpo e para o cérebro.

A falta de uma boa qualidade do sono tem impacto nos condutores fisiológicos do balanço energético, nomeadamente no apetite, na fome e no gasto energético. Além disso, a privação do sono apresenta efeitos negativos na capacidade do corpo distribuir a glicose sanguínea e pode aumentar o risco de diabetes tipo II.

Obesidade

Obesidade

Um estudo realizado numa grande população demonstrou uma relação significativa entre a habitual duração do sono curta e o aumento no índice de massa corporal (IMC). A reduzida duração do sono está associada a alterações nos hormônios que controlam a fome; por exemplo, os níveis de leptina (acção na redução do apetite) baixam, enquanto os níveis de grelina (acção estimulante do apetite) aumentam. Estes efeitos observam-se quando a duração do sono é inferior a 8 horas, sugerindo que a privação de sono é um fator de risco para a obesidade. Num estudo realizado numa população masculina saudável, descobriu-se que uma média de 4 horas de sono está associada a um desejo significativo de alimentos calóricos, com um conteúdo mais elevado de hidratos de carbono (alimentos doces, salgados e ricos em hidratos de carbono complexos). Estes indivíduos também manifestaram ter mais fome.

É necessário ter em consideração também que quanto menos horas se dorme, mais tempo se tem para comer e beber. Existem estudos que mostram que este é um fator que contribui para os aspectos obesogénicos da redução do número de horas de sono.

Estresse

Estresse

O hormônio cortisol, conhecido como o hormônio do stress, é responsável por manter o corpo em estado de alerta. Segundo a pneumologista e especialista em doenças do sono Heloisa Glass, quando ele está em níveis normais, é extremamente importante para o funcionamento do corpo. "Com o cortisol baixo, o corpo fica mais sensível à dor e desenvolve um cansaço acima do normal", explicou a especialista.

Problemas relacionados ao sono aumentam a produção de cortisol, o que mantém o corpo em constante estado de alerta, sem espaço para o descanso da noite. Isso faz com que o corpo não descanse a musculatura.

Há ainda o hormônio conhecido como melatonina. Quando o dia acaba e o sol se põe, a ausência da luz naturalmente inibe a produção desse hormônio no corpo, o que é, segundo Heloisa Glass, um "sinal para dormir". Os atuais hábitos noturnos, em especial da faixa etária que vai dos 16 aos 38 anos, impedem o que deveria ser a ação natural do corpo à noite.

Depressão

Apneia

Dormir poucas horas por noite também pode aumentar as chances de desenvolver depressão. A falta de sono pode trazer problemas psicológicos, principalmente em adolescentes que ainda não conseguem lidar com questões emocionais. O tempo de sono suficiente para revitalizar uma pessoa pode variar, porém, o ideal são oito horas de sono por noite.

Diabetes

Diabetes

A redução dos períodos de sono está associada a uma redução da tolerância à glicose. A tolerância à glicose é um termo que descreve a forma como o organismo controla a disponibilidade de glicose sanguínea para os tecidos e cérebro. Em períodos de jejum, o elevado nível de glicose e insulina no sangue indica que a distribuição da glicose pelo organismo é realizada de forma inadequada. Há evidências que demonstram que a baixa tolerância à glicose é um fator de risco para a diabetes tipo II. Estudos sugerem que a restrição do sono, a longo prazo (menos de 6,5 horas por noite), pode reduzir a tolerância à glicose em 40%.

Hipertensão

Hipertensão

Quem dorme mal tem cinco vezes mais chance de desenvolver um quadro de pressão alta do que uma pessoa sem problemas para dormirO causador é a mistura de cortisol, adrenalina e noradrenalina, que tem ação vasoconstritora, o que favorece não só a hipertensão, como as arritmias cardíacas.

É necessário procurar um médico quando estas interrupções do sono prejudicam a rotina da família, não deixando que um ou mais membros tenham uma noite tranquila de descanso, pois dormir é essencial para a nossa saúde.

Confira como garantir uma boa noite de sono

  [14]

Quem é o maior culpado pelo fogo nas matas?

A atividade humana é uma das principais causas de queimadas nesta época do ano. De acordo com o Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio), 90% dos incêndios florestais têm de origem antrópica - fruto da ação do homem. Na maioria dos casos, decorrem do uso incorreto do fogo para a renovação de pastagens, da caça e de ações criminosas em represália à criação e gestão de unidades de conservação. Em menor escala, há casos de queimadas que começam, de maneira natural, por conta de raios.

O território atingido pelos incêndios florestais tem apresentado aumento. De acordo com o Corpo de Bombeiros do Distrito Federal, a queima proposital de resíduos sólidos perto de áreas verdes é o motivo mais recorrente dos incêndios atendidos durante os chamados na capital federal. Apenas em junho deste ano, 395,16 hectares de vegetação foram consumidos pelo fogo - aumento de 77,8% em relação aos 222,23 hectares verificados em junho de 2013.

Brigadistas

Para combater os focos de incêndios florestais, o governo federal adotou medidas como o reforço do efetivo que atua em campo. Ao todo, 1.589 brigadistas foram contratados para formar as equipes do Sistema Nacional de Prevenção e Combate aos Incêndios Florestais (PrevFogo) em todo o País. Os profissionais ficam em pontos estratégicos nas Regiões Norte, Nordeste, Centro-Oeste e Sudeste e se concentram em atividades de prevenção e manejo nas unidades de convenção.

Do total, 175 brigadistas atuam nas unidades de conservação federais contempladas pelo projeto Cerrado-Jalapão, em Tocantins, coordenado pelo Ministério do Meio Ambiente (MMA) em cooperação com o governo alemão e em parceria com o ICMBio e outros órgãos. “As equipes fazem a prevenção por meio de aceiros (desbaste de um terreno em volta de matas para impedir propagação de incêndios) e participam das atividades de pesquisa”, explica a analista ambiental do ICMBio, Ângela Garda.

O efetivo desempenha um trabalho contínuo de prevenção, combate e conscientização nas áreas de maior risco. “Os brigadistas têm papel fundamental no resultado das ações de manejo integrado do fogo, pois não são apenas combatentes de incêndio, são agentes comunitários de sensibilização e se envolvem na queima controlada, educação ambiental e pesquisa”, justifica Ângela. Segundo ela, a meta é reduzir a área atingida pelas queimadas com a implantação do manejo integrado e adaptativo do fogo. “(Os incêndios) são ameaças à proteção do patrimônio natural”, alerta.

Jipes

Veículos especiais são usados pelas equipes de prevenção e combate ao fogo. Na região do Jalapão, quatro marruás – jipes desenvolvidos para operações militares – fazem o transporte de brigadistas e materiais a pontos de difícil acesso nas unidades de conservação. A aquisição somou o investimento de R$ 800 mil, financiados pelo projeto Cerrado-Jalapão. Os automóveis tornaram o trabalho mais eficiente nas unidades de conservação, já que deslocam as equipes com mais rapidez e segurança aos focos de incêndio e áreas estratégicas para ações de prevenção.

A nível nacional, o Plano de Ação para Prevenção e Controle do Desmatamento e das Queimadas no Cerrado (PPCerrado) é a ferramenta estratégica de combate aos incêndios florestais no bioma. O documento traça ações táticas e operacionais que são implantadas por meio da articulação entre União, Estados, municípios, sociedade civil, setor empresarial e universidades.

Fique atento

Veja como ajudar a evitar queimadas:

- Não jogue bitucas de cigarro pela janela do carro

- Não fume em matas e locais com muita vegetação

- Impeça crianças de brincar com fogo em áreas verdes

- Evite fazer fogueiras em áreas de vegetação

Como funciona?

Confira os principais elementos nos casos de incêndios florestais:

- O combate busca suprimir o chamado triângulo do fogo: calor, oxigênio e combustível (vegetação, no caso das queimadas)

- Para os incêndios de pequenas proporções, as brigadas usam abafador, bomba costal e motobomba

- Diante de queimadas de maiores proporções, são aplicados recursos como caminhão-pipa, helicópteros e aviões agrícolas para aspersão de água

Saiba mais sobre o Cerrado

Segundo maior bioma da América do Sul, o Cerrado ocupa 24% do território brasileiro, em uma área total de cerca de 2 milhões de km2. Está presente no Distrito Federal e nos estados de Goiás, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Tocantins, Maranhão, Bahia, Piauí, Minas Gerais, São Paulo e Paraná, o que soma 1.330 municípios. Nessa região, ficam as nascentes das três maiores bacias hidrográficas da América do Sul (Amazônica/Tocantins, São Francisco e Prata).

Em decorrência da diversidade biológica, o Cerrado é caracterizado como a savana mais rica do mundo. Ao todo, 11.627 espécies de plantas nativas, 199 diferentes mamíferos e 837 exemplares distintos da avifauna habitam o bioma, além de 1,2 mil espécies de peixes, 180 répteis e 150 anfíbios. O cerrado conta, ainda, com diversas populações que sobrevivem de seus recursos naturais, incluindo etnias indígenas, quilombolas, ribeirinhos e outros povos tradicionais.

[26]

O que é mito e o que é verdade sobre as vistas

HÁBITOS E COSTUMES



Ver televisão de perto pode prejudicar a visão? Ver TELEVISÃO de perto pode provocar cansaço ocular por forçar a acomodação e a convergência, mas não traz prejuízo para a visão. O ideal é assistir à televisão a uma distância de 2 metros no mínimo, e sempre com o local iluminado. A radiação emitida pela televisão é mínima não causando danos aos OLHOS. O computador estraga a visão? Não há nenhum estudo científico comprovando que os computadores sejam prejudiciais aos olhos. A quantidade de radiação ultravioleta emitida pelo computador está bem abaixo daquela que provoca catarata e outras doenças oculares, mesmo após um longo período de exposição. Uma variedade de sintomas como DOR DE CABEÇA, ARDOR, LACRIMEJAMENTO, VISÃO EMBAÇADA, podem ocorrer após o uso excessivo do computador. Recomenda-se um descanso de 10 minutos para cada hora de trabalho à frente do computador. É importante uma avaliação oftalmológica para avaliar a necessidade de uso de ÓCULOS e observar a distância correta do monitor e do texto, boa iluminação e postura correta, para minimizar o cansaço provocado pelo uso excessivo do computador. Ler em automóvel pode provocar descolamento de retina? Não, o movimento em qualquer meio de locomoção não causa DESCOLAMENTO DE RETINA. Porém não se recomenda a leitura em movimento, pois o esforço visual será maior, podendo levar a um cansaço visual provocando DOR DE CABEÇA, ARDOR, LACRIMEJAMENTO, DOR OCULAR. Ler no escuro é prejudicial? A iluminação ruim cansa os olhos mais depressa, porém não deixa seqüelas (ver VISÃO).

CRENÇAS POPULARES

Quem força a vista acaba precisando de óculos? O esforço para enxergar é conseqüência, jamais causa, dos chamados DEFEITOS DE REFRAÇÃO, como a MIOPIA. As pessoas, aliás, costumam herdar esses distúrbios que, portanto, nada tem a ver com seus hábitos (ver ÓCULOS). Vista cansada é mais freqüente nas pessoas que lêem muito? Não, a conhecida vista cansada ou PRESBIOPIA aparece em torno dos 40 anos, independente da pessoa ter ou não lido durante a adolescência. Com o passar do tempo o CRISTALINO vai, aos poucos, perdendo o poder de acomodação e ocorre uma dificuldade para perto, sendo então prescritos ÓCULOS. Olhos claros são mais sensíveis à luz? A sensibilidade excessiva à luz tem a ver com pigmentos da RETINA, não da ÍRIS, e com a dilatação da PUPILA, um orifício igual em OLHOS de qualquer cor. Lavar os olhos com água corrente é bom para quem tem olho seco? Não, o OLHO SECO é uma alteração ocular, onde ocorre uma diminuição da produção de LÁGRIMA. Inúmeras são as causas de olho seco, sendo muito freqüente, associado a doenças reumáticas. A idade e alguns medicamentos como os betabloqueadores, antidepressivos, diuréticos, antialérgicos, também podem provocar uma diminuição do filme lacrimal. O tratamento inicial é COLÍRIO lubrificante para evitar lesões na CÓRNEA. Nos casos mais graves pode haver a necessidade da obstrução do ponto lacrimal, que pode ser temporária ou definitiva. Limão clareia os olhos? Não, o limão é totalmente contra indicado para uso ocular, pois pode provocar IRRITAÇÃO NOS OLHOS, podendo ocasionar até ÚLCERAS DE CÓRNEA. Para aliviar os sintomas provocados por irritação, recomenda-se COLÍRIOS anti-sépticos ou soro fisiológico. É verdade que anel quente é bom para curar terçol? Não, esta é uma velha crença popular, só tem valor histórico. Compressas quentes são muito mais eficazes (ver TERÇOL).

TRANSPLANTE

Os olhos podem ser transplantados para outra pessoa? Não, somente a CÓRNEA (ver ESQUEMA) pode ser transplantada de um individuo para outro. Em alguns casos também utilizamos a esclera para a realização de enxertos. O TRANSPLANTE é indicado quando ocorre uma perda da transparência da cornea. Todas as pessoas cegas podem ser beneficiadas pelo transplante de córnea? Infelizmente, não. Apenas as pessoas que perderam a VISÃO por lesão da CÓRNEA podem beneficiar-se do transplante.

SINAIS DE ALERTA

O que são moscas volantes? Quando uma pessoa vê pontos em seus OLHOS, não é, provavelmente, fruto de imaginação. Flutuações no vítreo, também conhecidas como MOSCAS VOLANTES, são percebidas como sendo manchas, nuvens, pontos ou teias de aranha. Na maioria das vezes as flutuações são células que se agrupam e de pouca importância. Elas podem aparecer e desaparecer, não sendo necessário qualquer tipo de tratamento. O paciente aprende a conviver e tolerar as mesmas e quando necessário movimenta os olhos para os lados ou para cima e para baixo, fazendo com que as flutuações saiam do seu CAMPO VISUAL. O VÍTREO é uma substância gelatinosa transparente que preenche o globo ocular, dando forma ao mesmo. Flutuações são pequenas opacificações que se formam no vítreo. Estas flutuações podem ter graus variados conforme sua importância, dependendo da sua causa. Uma flutuação pode ser um pequeno grupo de células, uma parte do vítreo que descolou, células de sangue flutuando no vítreo ou inflamação intraocular. O envelhecimento torna o vítreo mais liquefeito e o aparecimento de moscas volantes são mais freqüentes. Quando essas células passam pelo campo de visão, a luz é bloqueada e uma sombra se projeta na retina, dando a sensação de pontos no campo visual, sendo muito freqüentes nos pacientes míopes (ver MIOPIA). Quando ocorre um DESCOLAMENTO DO VÍTREO o paciente tem a sensação da visão de “teia de aranha” que pode persistir durante meses e anos, não tendo significado clínico. O importante nesses casos é o acompanhamento feito pelo oftalmologista, que poderá realizar uma ULTRA-SONOGRAFIA OCULAR para acompanhar a evolução do descolamento do vítreo. Outra causa de flutuação, esta sim de forma mais grave, é a ruptura que pode ocorrer na RETINA por tração do vítreo, podendo levar a um descolamento da retina, sendo que muitas vezes o paciente tem a sensação de "flash" (ver FOTOPSIA) no campo visual lateral. É muito importante o diagnóstico precoce e o tratamento pode ser realizado através da aplicação de laser ou cirurgia. Aos portadores de moscas volantes recomenda-se uma ida ao oftalmologista anualmente, ou quando surgirem mudanças significativas na quantidade ou tipo de flutuações, pois pode ser um alerta e um diagnóstico realizado precocemente pode evitar uma complicação mais grave. Diabetes pode causar cegueira? A DIABETES pode causar cegueira proveniente de alterações no fundo do OLHO. É muito importante uma avaliação freqüente com exame de FUNDO DE OLHO, que pode detectar alterações e a aplicação de laser, previne complicações futuras como as HEMORRAGIAS, que quando não tratada pode levar a CEGUEIRA. Uma dieta rigorosa e o acompanhamento clínico são essenciais, pois a diabetes não tem cura na maioria dos casos e sim o controle (ver ESQUEMA). Daltonismo tem cura? Não, DALTONISMO é uma doença hereditária, sendo raríssimo nas mulheres. Ela é incapacitante somente para as pessoas que, nas suas profissões, necessitam diferenciar as cores. Nas crianças é importante orientar aos professores que a criança tem dificuldade na identificação de determinadas cores (ver VISÃO CROMÁTICA), podendo as mesmas serem substituídas por símbolos, quando houver necessidade de colorir, por exemplo, mapas geográficos. O daltonismo ou discromatopsia pode ser completo ou relativo, neste caso a pessoa terá dificuldade em identificar certas cores, sendo as mais freqüentes com as cores verdes e vermelhas (ver ESQUEMA). O glaucoma é contagioso? Não, GLAUCOMA é o aumento da pressão intraocular e, quando não tratado, provoca danos irreversíveis ao NERVO ÓPTICO. Por sua vez, a lesão do nervo óptico provoca o estreitamento concêntrico do CAMPO VISUAL, o passo seguinte é a CEGUEIRA. Não é contagioso, porém tem um fator hereditário muito importante. O perigo do glaucoma é que, raramente, apresenta sintomas, exceto nos chamados glaucomas agudos que são raros. Recomenda-se que a partir dos 40 anos, a pessoa faça uma consulta anual ao oftalmologista para medir a pressão intraocular (ver ESQUEMA). Catarata é uma membrana que cobre os olhos? Não, esta membrana é chamada de PTERÍGIO, que vem a ser a formação de um tecido conjuntivo que quando provoca IRRITAÇÃO, por razões estéticas ou se desenvolve muito, atingindo a região central da CÓRNEA, deve ser removido cirurgicamente.

CORREÇÃO DA MIOPIA

A cirurgia de miopia elimina sempre o uso de óculos? Orientamos sempre aos pacientes que a cirurgia da MIOPIA está indicada para a redução do grau, eliminando a dependência dos ÓCULOS e/ou LENTE DE CONTATO. Independente do grau nunca pode garantir zerar, não devemos criar a chamada “falsa expectativa”, sendo importante fazer um estudo psicológico do paciente. O uso de lente de contato faz estabilizar o grau da miopia? Não, o uso da LENTE DE CONTATO não interfere na evolução do grau de MIOPIA. A miopia em média se estabiliza aos 18 anos e a lente de contato não interfere nesta estabilização.

USO DE ÓCULOS

O uso dos óculos faz diminuir o grau? Os ÓCULOS corrigem a qualidade da visão, mas não interferem na evolução do grau. Nas crianças que necessitam de óculos, é importante o uso dos mesmos, pois, em fase de desenvolvimento, a falta de óculos pode provocar sintomas como DOR DE CABEÇA, ARDOR, LACRIMEJAMENTO, falta de concentração e o pior, pode levar a AMBLIOPIA, ou seja, o não desenvolvimento total da visão. Óculos prontos, para perto, comprados em camelôs ou na farmácia, têm contra indicação? Sim, os ÓCULOS prontos só estão indicados nos casos de emergência, enquanto se aguarda o EXAME com o oftalmologista. É necessário que os óculos sejam confeccionados sob medida, pois cada pessoa tem uma distância entre os olhos que varia de acordo com o tamanho do seu rosto. Esta distância tem que ser igual ao centro óptico das LENTES. Os óculos comprados prontos dificilmente apresentam o centro óptico adequado para os olhos de quem os usa. Com esses óculos a pessoa consegue enxergar, mas depois de algum tempo começa a aparecer desconforto visual, DOR DE CABEÇA, ARDOR ou LACRIMEJAMENTO. Outro inconveniente é que inúmeras vezes as pessoas têm graus diferentes nos dois OLHOS e, com certeza, usando esses óculos irão forçar mais um dos olhos, ocasionando assim problemas visuais. Quando, além da VISTA CANSADA, a pessoa apresenta também ASTIGMATISMO, usando esses óculos a correção será parcial, já que eles não corrigem o astigmatismo, trazendo prejuízo para a visão do paciente. Nos U.S.A esses óculos são vendidos geralmente em farmácias, e a venda é liberada porque lá a mentalidade é outra. As pessoas têm consciência de que tais óculos são apenas provisórios, enquanto aguardam que os óculos prescritos pelo oftalmologista sejam confeccionados. É importante salientar que preservar a VISÃO é um dos grandes bens que o ser humano pode oferecer a si próprio. Portanto, na consulta para a prescrição de óculos, se pode detectar doenças em seus estágios iniciais como DIABETES, hipertensão arterial, GLAUCOMA, que muitas vezes, levam a CEGUEIRA se não tratados à tempo. Óculos escuros protegem os olhos? Sim, porém é importante que as LENTES sejam de boa qualidade para filtrar os raios ultravioletas e infravermelhos. Lentes que só escurecem e não possuem filtros, são muito prejudiciais, pois as PUPILAS se dilatam e a quantidade de raios que penetram no é muito maior, podendo provocar doenças como a CATARATA.

USO DE MEDICAMENTOS

Como se usa corretamente colírio nos olhos? Incline a cabeça para trás e olhe para cima reclinado em uma cadeira. A PÁLPEBRA inferior deve ser puxada para baixo para formar uma bolsa na qual o COLÍRIO é instilado. Após a aplicação do colírio, as pálpebras devem ser suavemente fechadas durante cerca de 2 minutos para dar tempo para que a medicação seja absorvida pelo OLHO. Neste momento evite piscar para não lançar a gota para fora do olho. Bloqueie os ductos lacrimais com o dedo indicador durante 2 minutos, evitando dessa forma o fluxo do colírio e das lágrimas para dentro do nariz. Isto é importante, pois o colírio pode ser absorvido pela parte interna do nariz e cair na corrente sanguínea, podendo alcançar o coração, pulmões e cérebro. Quando são receitados 2 colírios diferentes, qual é o intervalo entre eles? O intervalo deve ser de, aproximadamente, 5 minutos. A forma correta é puxar a pálpebra inferior para formar uma bolsa e instilar uma gota que é o suficiente. Colocar mais de uma gota de uma só vez causa um transbordamento e a outra gota será eliminada. Como se usa corretamente pomada nos olhos? Ao usar a pomada puxe a PÁLPEBRA inferior para baixo ou aplique uma pequena quantidade na ponta do dedo indicador, fechando os OLHOS e espalhando suavemente sobre as palpebras. Após a aplicação da pomada, as pálpebras devem ser suavemente fechadas durante cerca de 2 minutos para dar tempo para que a medicação seja absorvida pelo olho. Neste momento evite piscar para não lançar a pomada para fora do olho. Que cuidados devem ser tomados com as medicações? Evite que o frasco entre em contato com o OLHOS. Mantenha o frasco sempre tampado. Verifique o prazo de validade . Alguns colírios e pomadas necessitam ser guardados na geladeira. Não utilize COLÍRIOS e POMADAS que já foram utilizados.[19]

EM COLNIZA tspan:3m EM COLNIZA

Um turismo diferente, baseado num produto destacado no Brasil

O Brasil é hoje o maior produtor e exportador de café, e o segundo maior consumidor do produto em todo o mundo. Do período colonial ao republicano, a produção de café marcou a história do País e as marcas desse processo estão em toda parte e geram um grande interesse, especialmente aos turistas.

Entre os destinos mais visitados estão a Rota do Café, no norte do Paraná, e o Museu do Café, em Santos (SP). Além de degustar cafés de diferentes tipos, os admiradores do produto podem conhecer um pouco mais desta história em visitas e roteiros turísticos elaborados especificamente para destacar a importância da bebida para o País.

A Rota do Café é um roteiro turístico que resgata a cultura cafeeira de uma região que prosperou graças ao “ouro verde” – como o grão era conhecido no século passado. O roteiro inclui visitas a fazendas históricas e produtivas, museus e memoriais.

A rota é composta por nove municípios, incluindo Londrina (PR), que já foi considerada a “capital mundial do café”. O consultor do Sebrae/PR, Sérgio Garcia, explica que o objetivo do projeto é oferecer experiências marcantes aos turistas. “Entre maio e agosto, os visitantes podem participar da colheita nas fazendas produtivas e “abanar” o café: o que consiste em peneirar separando os grãos das folhas e impurezas”, disse.

Para o ministro do Turismo, Vinicius Lages, a gastronomia brasileira ganha ainda mais importância quando atrelada à história, fortalecendo o potencial turístico que pode ser explorado. “A gastronomia foi um dos itens com melhor avaliação dos estrangeiros que estiveram no Brasil durante a Copa, com 93,2% de aprovação”, disse.

Museu do Café

O centro histórico de Santos, no litoral paulista, abriga o Museu do Café, onde o turista tem acesso a fotografias, objetos e documentos que mostram como a evolução da cafeicultura e o desenvolvimento do País estão intimamente ligados. O acervo permite ao visitante uma viagem ao passado, começando com a chegada das primeiras mudas da planta ao Brasil, passando pela mecanização das plantações e a chegada dos imigrantes japoneses e europeus para o trabalho nas lavouras.

Cerca de 20 mil pessoas visitam mensalmente o acervo, instalado no edifício da antiga Bolsa Oficial de Café, onde eram realizadas as negociações que determinavam as cotações diárias das sacas de café na época. Inaugurado em 1922, como parte das comemorações do centenário da independência do Brasil, o prédio se tornou um dos símbolos maiores da riqueza dos negócios do café e um dos cartões-postais mais conhecidos da cidade de Santos.

Após a visita ao museu, o visitante pode fazer uma pausa para o cafezinho na Cafeteria do Museu, que possui em seu cardápio diversas opções de bebidas que têm o café como principal ingrediente. Além disso, conta com grande variedade de grãos, produzidos em diferentes regiões do Brasil, à disposição dos visitantes para consumir na hora ou levar para casa.

De acordo com o estudo da Demanda Turística Internacional de 2012, do Ministério do Turismo, 10,6% dos estrangeiros que vieram ao País motivados por lazer tem a cultura brasileira como o principal interesse da viagem. Para a pasta, o turismo cultural valoriza os bens materiais e imateriais e registram a memória e identidade do País.

Serviço:

Rota do Café (PR): inclui 34 empreendimentos em nove municípios na região norte do Paraná. Para adquirir o pacote, o turista deve procurar uma das agências de turismo credenciadas: www.rotadocafe.tur.br. Entre 10 de novembro a 7 de dezembro, a região também receberá o 4º Festival de Gastronomia, Cultura e Lazer do Café – Fest Café, com diversos pratos doces e salgados elaborados com o grão.

Museu do Café (SP): localizado na rua XV de Novembro, 95, no Centro Histórico de Santos. Seu horário de funcionamento é de terça a sábado das 9h às 17h, e aos domingos entre 10h e 17h. Entre os meses de novembro e março, o Museu abre também às segundas-feiras, das 9h às 17h. Os ingressos para visitação custam R$ 5,00. Estudantes e pessoas acima de 60 anos pagam meia-entrada. A Cafeteria do Museu funciona de segunda a sábado, das 9h às 18h, e aos domingos entre 10h e 18h.


Já pensou em fazer carreira militar?

As Forças Armadas Brasileiras não são compostas apenas por militares originários do serviço militar obrigatório. É possível ingressar no Exército, Marinha ou Aeronáutica e seguir carreira nos níveis escolares fundamental, médio ou superior e em diversas áreas de atuação, como medicina, comunicação e engenharia, entre outras.

Cada uma das Forças Armadas possui peculiaridades no processo de seleção, porém, homens e mulheres têm a possibilidade de ingressar no serviço militar a partir da adolescência, mediante aprovação em concurso público, de âmbito nacional, em alguma das Escolas de Formação específicas de cada Força.

A situação do jovem que presta o serviço militar obrigatório, cumprindo o que determina a Lei do Serviço Militar, é diferente da situação do jovem que se inscreve para prestar concurso para uma das Escolas da Força. O primeiro, por força da lei, permanece em alguma das Forças Armadas por um período temporário de no máximo oito anos, diferentemente do jovem aprovado em concurso, que poderá seguir a carreira das Armas e permanecerá na Força até passar para a Reserva Remunerada (uma espécie de aposentadoria militar).



*blogsbrasil.com - todos os direitos reservados.