Blog de Notícias de CANDIOTA








Chamada pública garante aquisição de produtos da agricultura familiar no RS

fornecidas por 22 famílias de produtores dos municípios de Hulha Negra e Candiota, que serão entregues a cerca de 600 famílias de agricultores familiares dos municípios de Mostardas, São José do Norte, Rio Grande e Tavares, na zona sul do RS.

Com 15 vinícolas e investidores como Galvão Bueno, Campanha já produz 25% dos vinhos finos do Brasil.

Há produção de uvas e vinhos em Alegrete, Bagé, Candiota, Dom Pedrito, Hulha Negra, Itaqui, Maçambará, Quaraí, Rosário do Sul, Santana do Livramento e Uruguaiana. De 1995 a 2012, segundo o Cadastro Vitícola da Embrapa Uva e Vinho, 1,3 mil hectares ...

O que fazia o líder do “Vem pra Rua” na lista da Stratfor, que o Wikileaks vazou em 2012?

Em fevereiro de 2012 – muito antes que nascesse o “Vem pra Rua” – o nome de Rogério Chequer apareceu na lista de e-mails da empresa de “inteligência global” Statfor, conhecida como “the Shadow CIA”. …

Funcionários da CGTEE paralisam atividades em Candiota, RS

Cerca de 180 funcionários dos setores de administraçã ;o e manutenção da Companhia de Geração Térmica de Energia Elétrica (CGTEE) de Candiota, na Região da Campanha do Rio Grande do Sul, paralisaram as atividades nesta segunda-feira (30) na localidade.

O que fazia o líder do “Vem pra Rua” na lista da Stratfor, que o Wikileaks vazou em 2012?

Por Fernando Brito, editor do Tijolaço Em fevereiro de 2012 – muito antes que nascesse o “Vem pra Rua” – o nome de Rogério Chequer apareceu na lista de e-mails da empresa de “inteligência global” S…

Daer para obras de conservação em 20 rodovias de 28 cidades

9 localidades: Aceguá, Bagé, Candiota, Dom Pedrito, Hulha Negra, Pedras Altas, Pinheiro Machado, Santana da Boa Vista, São Gabriel. - 8 rodovias: RS-265, RS-357, RS-608, RS-625, RS-630, RS-634, RSC-473, VRS-853 - 19 cidades: Agudo, Arroio do Tigre ...

Fernando Brito: O que fazia o líder do “Vem pra Rua” na lista da Stratfor, que o Wikileaks vazou em 2012?

Autor: Fernando BritoEm fevereiro de 2012 – muito antes que nascesse o “Vem pra Rua” – o nome de Rogério Chequer apareceu na lista de e-mails da empresa de “inteligência global” Statfor, conhecida com…

Previsto investimento de US$ 2,7 bilhões em Candiota

Ao término de 18 meses o grupo norte-americano TransGas Development Brazil pretende iniciar as obras do seu primeiro empreendimento no Brasil: implantar no município gaúcho de Candiota, com investimen…

MAIS UM PASSO PARA O INVESTIMENTO DE US$ 2,7 BILHÕES EM CANDIOTA

Governador Sartori esteve com os integrantes da TransGas Brazil Ao término de 18 meses o grupo norte-americano TransGas Development Brazil pretende iniciar as obras do seu primeiro empreendimento no …

Estado e grupo norte-americano firmam protocolo de intenções para instalação de fábrica em Candiota

Início Informação Opinião Leia também: Caderno Campo Edições Anteriores Outros Cadernos Fotos Vídeos Colunistas Notícia Geral 26/03/2015 Estado e gr…

Homem é indiciado por lesão corporal seguida de morte em Candiota

Rodrigo Fontoura Rocha morreu no dia 17 de novembroCrédito: Divulgação/ FS A Polícia Civil de Candiota concluiu o inquérito da morte de Rodrigo Fontoura Rocha, 34 anos, ocorrida em novembro do ano pas…

Vinícolas gaúchas correm em busca de Indicação Geográfica

Vinícolas gaúchas correm em busca de Indicação Geográfica Imagem Ilustrativa extraída da InternetRegiões buscam certificaçã o como forma de agregar valor aos produtos do campo POR IRINEU GUARNIER FILHO…

Incêndio na Vila Operária em Candiota

Um incêndio na manhã deste sábado, 7, destruiu completamente uma casa de madeira (chalé) na Vila Operária, em Candiota. O fogo, segundo uma das moradoras, iniciou por um colchão em um dos quartos. Com…

Últimas notícias de CANDIOTA RS:

 Daer para obras de conservação em 20 rodovias de 28 cidades 9 localidades: Aceguá, Bagé, Candiota, Dom Pedrito, Hulha Negra, Pedras Altas, Pinheiro Machado, Santana da Boa Vista, São Gabriel. - 8 rodovias: RS-265, RS-357, RS-608, RS-625, RS-630, RS-634, RSC-473, VRS-853 - 19 cidades: Agudo, Arroio do Tigre ...

Transgas investe US$ 2,7 bi em Candiota O complexo será instalado no município de Candiota e absorverá um investimento de aproximadamente US$ 2,7 bilhões (valor superior ao maior projeto atualmente em andamento no Estado, a ampliação da Celulose Riograndense, estimado em R$ 5 bilhões).

CANDIOTA RS tspan:3m CANDIOTA RS


Previsto mais de R$ 2,5 bilhões em construção O governo do Estado assinou, nesta quarta-feira, um protocolo de intenções para a construção de uma fábrica de fertilizantes em Candiota, município localizado no sudeste gaúcho, próximo ao Uruguai. O grupo norte-americano TransGas fica como ...

Transgas irá investir US$ 2,7 bilhões em Candiota O complexo será instalado no município de Candiota e absorverá um investimento de aproximadamente ... informa o executivo. A preferência pelo Rio Grande do Sul, segundo Victor, deve-se à presença, no Estado, das maiores reservas de carvão do Brasil ...

Marta Sfredo: quase três bilhões de boas intenções Não são só especialistas que estão cautelosos sobre o futuro de um investimento de US$ 2,7 bilhões em Candiota. No governo do Estado, há muita torcida, mas também consciência de que o protocolo de intenções assinado ontem no Palácio Piratini só ...

Assinado protocolo de intenções para fábrica de fertilizantes em Candiota Assinado protocolo de intenções para instalar em Candiota uma fábrica de fertilizantes a partir da gaseificaçã o do carvão mineral. O documento foi assinado pelo governo gaúcho e o grupo norte-americano TransGas Development Brazil. A ideia é iniciar ...

Obras no aeroporto não têm mais impeditivos Fortunati falou após o Comitê em Defesa do Aeroporto Salgado Filho realizar uma reunião técnica na manhã desta sexta-feira na Assembleia Legislativa do Rio Grande do Sul. A Prefeitura ... Claudio Candiota, responsabilizou o Governo Federal pela ...





Siga-nos e receba notícias e assuntos de interesse das cidades

Como funciona o CONSTRUCARD em CANDIOTA

O ConstruCard é o financiamento que a Caixa oferece para você adquirir materiais de construção. Você tem de 2 até 6 meses para comprar tudo o que precisar e, durante este período, paga somente os juros dos valores utilizados.

Após o período de compras, você tem até 238 meses para pagar as prestações do financiamento, não podendo a soma total do prazo de utilização e de amortização ultrapassar 240 meses.

Além da facilidade do débito direto em sua conta corrente, você ainda realiza suas compras por meio do cartão de débito personalizado.

Você pode utilizar o ConstruCard para a compra de qualquer tipo de material de construção, além de armários embutidos, piscinas, elevadores, aquecedores solares, aerogeradores e equipamentos de energia fotovoltaica. O financiamento tem duas fases: utilização e amortização.

A primeira fase destina-se à realização das compras do seu material de construção. Durante esse período, que pode variar entre 2 e 6 meses, você paga somente os juros das compras realizadas.

A segunda fase, que pode variar entre 1 e 238 meses, destina-se à amortização do saldo devedor, ou seja, o pagamento mensal das prestações até a quitação do financiamento. Essa fase começa após o término do prazo definido para as compras.

Garantias: aval, alienação fiduciária de bem móvel, caução de depósitos/aplicação financeira ou alienação fiduciária de bem imóvel.

Sistema de amortização: Tabela Price.

O prazo é conforme relacionamento. Para mais informações, consulte a Agência Caixa de sua preferência. [4]




Como funciona o CONSTRUCARD em CANDIOTA

O ConstruCard é o financiamento que a Caixa oferece para você adquirir materiais de construção. Você tem de 2 até 6 meses para comprar tudo o que precisar e, durante este período, paga somente os juros dos valores utilizados.

Após o período de compras, você tem até 238 meses para pagar as prestações do financiamento, não podendo a soma total do prazo de utilização e de amortização ultrapassar 240 meses.

Além da facilidade do débito direto em sua conta corrente, você ainda realiza suas compras por meio do cartão de débito personalizado.

Você pode utilizar o ConstruCard para a compra de qualquer tipo de material de construção, além de armários embutidos, piscinas, elevadores, aquecedores solares, aerogeradores e equipamentos de energia fotovoltaica. O financiamento tem duas fases: utilização e amortização.

A primeira fase destina-se à realização das compras do seu material de construção. Durante esse período, que pode variar entre 2 e 6 meses, você paga somente os juros das compras realizadas.

A segunda fase, que pode variar entre 1 e 238 meses, destina-se à amortização do saldo devedor, ou seja, o pagamento mensal das prestações até a quitação do financiamento. Essa fase começa após o término do prazo definido para as compras.

Garantias: aval, alienação fiduciária de bem móvel, caução de depósitos/aplicação financeira ou alienação fiduciária de bem imóvel.

Sistema de amortização: Tabela Price.

O prazo é conforme relacionamento. Para mais informações, consulte a Agência Caixa de sua preferência. [4]



Com 15 vinícolas e investidores como Galvão Bueno, Campanha já produz 25% dos vinhos finos do Brasil.


Há produção de uvas e vinhos em Alegrete, Bagé, Candiota, Dom Pedrito, Hulha Negra, Itaqui, Maçambará, Quaraí, Rosário do Sul, Santana do Livramento e Uruguaiana. De 1995 a 2012, segundo o Cadastro Vitícola da Embrapa Uva e Vinho, 1,3 mil hectares ...



Funcionários da CGTEE paralisam atividades em Candiota, RS


Cerca de 180 funcionários dos setores de administraçã ;o e manutenção da Companhia de Geração Térmica de Energia Elétrica (CGTEE) de Candiota, na Região da Campanha do Rio Grande do Sul, paralisaram as atividades nesta segunda-feira (30) na localidade.
Daer para obras de conservação em 20 rodovias de 28 cidades 9 localidades: Aceguá, Bagé, Candiota, Dom Pedrito, Hulha Negra, Pedras Altas, Pinheiro Machado, Santana da Boa Vista, São Gabriel. - 8 rodovias: RS-265, RS-357, RS-608, RS-625, RS-630, RS-634, RSC-473, VRS-853 - 19 cidades: Agudo, Arroio do Tigre ...
Transgas investe US$ 2,7 bi em Candiota O complexo será instalado no município de Candiota e absorverá um investimento de aproximadamente US$ 2,7 bilhões (valor superior ao maior projeto atualmente em andamento no Estado, a ampliação da Celulose Riograndense, estimado em R$ 5 bilhões).
Previsto mais de R$ 2,5 bilhões em construção O governo do Estado assinou, nesta quarta-feira, um protocolo de intenções para a construção de uma fábrica de fertilizantes em Candiota, município localizado no sudeste gaúcho, próximo ao Uruguai. O grupo norte-americano TransGas fica como ...
Transgas irá investir US$ 2,7 bilhões em Candiota O complexo será instalado no município de Candiota e absorverá um investimento de aproximadamente ... informa o executivo. A preferência pelo Rio Grande do Sul, segundo Victor, deve-se à presença, no Estado, das maiores reservas de carvão do Brasil ...

Como funciona o CONSTRUCARD em CANDIOTA

O ConstruCard é o financiamento que a Caixa oferece para você adquirir materiais de construção. Você tem de 2 até 6 meses para comprar tudo o que precisar e, durante este período, paga somente os juros dos valores utilizados.

Após o período de compras, você tem até 238 meses para pagar as prestações do financiamento, não podendo a soma total do prazo de utilização e de amortização ultrapassar 240 meses.

Além da facilidade do débito direto em sua conta corrente, você ainda realiza suas compras por meio do cartão de débito personalizado.

Você pode utilizar o ConstruCard para a compra de qualquer tipo de material de construção, além de armários embutidos, piscinas, elevadores, aquecedores solares, aerogeradores e equipamentos de energia fotovoltaica. O financiamento tem duas fases: utilização e amortização.

A primeira fase destina-se à realização das compras do seu material de construção. Durante esse período, que pode variar entre 2 e 6 meses, você paga somente os juros das compras realizadas.

A segunda fase, que pode variar entre 1 e 238 meses, destina-se à amortização do saldo devedor, ou seja, o pagamento mensal das prestações até a quitação do financiamento. Essa fase começa após o término do prazo definido para as compras.

Garantias: aval, alienação fiduciária de bem móvel, caução de depósitos/aplicação financeira ou alienação fiduciária de bem imóvel.

Sistema de amortização: Tabela Price.

O prazo é conforme relacionamento. Para mais informações, consulte a Agência Caixa de sua preferência. [4]


Trabalho em CANDIOTA. Como fica o meu plano de saúde se for demitido?

Permanecer com o plano de saúde oferecido pela empresa após ser demitido, ainda que tenha que pagar por ele, pode representar um benefício significativo, principalmente considerando o fato de que firmar um contrato de plano de saúde individual tem se tornado uma tarefa cada vez mais difícil. Muitas operadoras colocam empecilhos para quem procura um plano apenas para si.

O artigo 30 da lei número 9656/98, que rege o assunto, prevê que no caso de rescisão ou exoneração do contrato de trabalho sem justa causa, “é assegurado o direito de manter sua condição de beneficiário, nas mesmas condições de cobertura assistencial de que gozava quando da vigência do contrato de trabalho, desde que assuma seu pagamento integral”, diz um trecho da lei.

Mas, para que o ex-funcionário possa manter este benefício, ele precisa ter contribuído, total ou parcialmente, com o plano de saúde empresarial, explica a advogada Camila de Oliveira Santos, do escritório Maluf e Moreno Advogados Associados. “O empregado deve informar o interesse de permanecer com o plano, no prazo máximo de 30 dias após a formalização da dispensa”, diz Camila. E cabe à empregadora comunicar ao trabalhador a existência dessa possibilidade.

Em relação ao período de permanência após a rescisão do contrato, a lei obriga as empresas a manter os ex-funcionários por um prazo de até dois anos. O tempo de permanência previsto na legislação é equivalente a um terço do período que o funcionário permaneceu na organização. “Entretanto, existe um prazo mínimo (que é de seis meses) e máximo (24 meses) de permanência”, sinaliza Camila. Logo, mesmo o trabalhador que tiver ficado pouco tempo na organização terá direito a no mínimo meio ano de cobertura. Contudo, o benefício cessa caso o trabalhador obtenha novo emprego que lhe forneça outro plano de saúde.

Camila explica ainda que a lei também se aplica a quem se aposenta. Nesses casos, quem possui um plano de saúde por um período igual ou superior a dez anos tem direito a permanecer com o benefício nos mesmos moldes por prazo indeterminado, desde que assuma o pagamento integral do plano. Já quem está no plano há menos de dez anos pode estender o benefício pelo prazo equivalente ao que permaneceu nele.

Impactos para as empresas

Ainda que as organizações não sejam obrigadas a custear qualquer valor para o ex-funcionário que escolhe a extensão do benefício, , essa opção pode ter reflexos no valor do contrato que as empresas mantêm com as operadoras de planos de saúde empresarial. Isso porque esses contratos, geralmente, possuem cláusula de sinistralidade, ou seja, o contrato prevê uma margem de utilização. “Por mais que o ex-funcionário passe a pagar pelo plano, ele continua a integrar a apólice da empresa, o que pode contribuir para que a margem de utilização seja ultrapassada”, explica Camila. Segundo ela, no momento de renovar o contrato, as operadoras costumam reajustar o valor em até 100% por causa da cota excedida.

A desvantagem iminente tem feito algumas empresas estudarem formas de efetuar mudanças nos desenhos de seus planos, a fim de evitar a obrigatoriedade de estendê-los para seus ex-empregados. É o que mostra um estudo feito pela consultoria Watson Wyatt, com cerca de 170 empresas de diferentes portes e segmentos.

Segundo a pesquisa, mais de 60% das empresas estão condicionadas à lei. Desse total, 13% afirmam já ter tomado providências para não precisarem mais beneficiar quem não integra seu quadro. Elas alegam que o custo criado pelos inativos não é corretamente avaliado para fins contábeis, especialmente quando ele está na mesma apólice dos ativos, o que ocorre em 76% dos casos.

Além dos impactos na sinistralidade do contrato, essa situação pode implicar em subsídio indireto da empresa e dos empregados ativos, uma vez que a tendência é que os participantes de idade mais avançada criem despesas mais elevadas. Dentre as pesquisadas, 29% já precisaram assumir parte dos custos do plano médico dos inativos e pelo menos 5% sofreram ações judiciais por conta dos valores cobrados, uma vez que estes números costumam ser superiores aos debitados do trabalhador enquanto estava na empresa.

Fonte: www.canalrh.com.br - Por: Leandro Fernandes

www.senado.gov.br/senado/portaldoservidor/jornal/jornal92/economia_plano_saude.aspx [0]



*blogsbrasil.com - todos os direitos reservados. Selecionamos as principais notícias da cidade de CANDIOTA RS. Os acontecimentos políticos, acidentes de trânsito nas rodovias, fatos do centro, dos bairros e do interior. Pesquisamos também os jornais locais e as redes sociais, bem como o site da prefeitura. O trabalho jornalístico consiste em captação e tratamento escrito, oral, visual ou gráfico, da informação em qualquer uma de suas formas e variedades. O trabalho é normalmente dividido em quatro etapas distintas, cada qual com suas funções e particularidades: pauta, apuração, redação e edição.A pauta é a seleção dos assuntos que serão abordados. É a etapa de escolha sobre quais indícios ou sugestões devem ser considerados para a publicação final. A apuração é o processo de averiguar informação em estado bruto (dados, nomes, números etc.). A apuração é feita com documentos e pessoas que fornecem informações, chamadas de fontes. A interação de jornalistas com suas fontes envolve freqüentemente questões de confidencialidade.A redação é o tratamento das informações apuradas em forma de texto verbal. Pode resultar num texto para ser impresso (em jornais, revistas e sites) ou lido em voz alta (no rádio, na TV e no cinema). A edição é a finalização do material redigido em produto de comunicação, hierarquizando e coordenando o conteúdo de informações na forma final em que será apresentado. Muitas vezes, é a edição que confere sentido geral às informações coletadas nas etapas anteriores. No jornalismo impresso (jornais e revistas), a edição consiste em revisar e cortar textos de acordo com o espaço de impressão pré-definido. A diagramação é a disposição gráfica do conteúdo e faz parte da edição de impressos. No radiojornalismo, editar significa cortar e justapor trechos sonoros junto a textos de locução, o que no telejornalismo ganha o adicional da edição de imagens em movimento. Tags: Últimas Notícias, CANDIOTA RS, Cidade, Interior, Segunda, Terça, Quarta, Quinta, Sexta, Sábado, Domingo, Carro, Eleições, Crime, Estrada, Rodovia, Acesso, Greve, Eleições, Festa, Granizo, Chuva, Enchente,Aniversário, Prêmio, Mês, Fim de Semana, Hoje, Ontem, Anteontem, Hora, Pouco Tempo, Agora, Mulher, Homem, Família, Criança, Portal,Pessoas, Como saber, Site, Blog, Diário,Protesto,Inauguração, Cassação, Cassado, Show, Apresentação, Espetáculo, Fotos, Vídeos, Imagens, Previsão, Caminhão, Vítimas, Situação, Oposição, Eleições, Enquete, Votos, Apuração, Trânsito, Operação, PF, Delegacia, Praia, Localidade, Animais, Ver Fotos, NEWS LATEST LOCAL NEWSPAPPER.