BLOG DE NOTICIAS DE BOM JESUS DO OESTE

Últimas notícias e assuntos de interesse da cidade

Últimas notícias de BOM JESUS DO OESTE SC:

Domingo começa com muita chuva em SC


Confira a agenda dos candidatos ao Governo de SC neste domingo, 31



 Apenas Porto Belo continua com interdição para maricultura em SC Está liberada a retirada, comercializaç&atil de;o e consumo de moluscos produzidos no litoral catarinense. A Secretaria de Estado da Agricultura e da Pesca informa que apenas a cidade de Porto Belo continua com pontos de interdição, à espera de dois testes ...
SC no Encontro Brasil-Alemanha, em Hamburgo Senador Luiz Henrique, prefeito Udo Döhler, secretários de Joinville, Marco Aurélio Braga e Jalmei Duarte, viajam hoje para Hamburgo. Vão participar do Encontro Brasil-Alemanha que tratará de novos negócios entre os dois países. No próximo ano, o ...

Consiga um emprego AGORA MESMO em BOM JESUS DO OESTE SC:

Empregos Manager Online
Fazenda de SC libera R$ 80 milhões para pagamentos de precatórios A Secretaria de Estado da Fazenda e o Tribunal de Justiça de Santa Catarina (TJSC) aprovaram nesta quinta-feira (28) a liberação de R$ 80 milhões em depósitos judiciais para quitação de precatórios. O valor é equivalente a débitos devidos entre ...

Dnit prevê reabertura parcial de ponte na divisa entre SC e RS em 20 dias Segundo o Dnit, 20 dias é o tempo necessário para reforço dos tubulões (fundação profunda de concreto e ferro) que haviam sido danificados na enchente que atingiu a região em julho deste ano. O órgão alerta, no entanto, que caso o nível do rio ...
SC abaixo de 0ºC O ar frio também é seco que faz a quinta-feira ser outro dia de sol e nuvens em todas as cidades. A imagem da manhã mostra uma certa variação de nuvens, mas principalmente pelos estados vizinhos: Durante o período da tarde o frio perde força em boa ...

Tempo e Temperatura:

SC no Encontro Brasil-Alemanha, em Hamburgo Senador Luiz Henrique, prefeito Udo Döhler, secretários de Joinville, Marco Aurélio Braga e Jalmei Duarte, viajam hoje para Hamburgo. Vão participar do Encontro Brasil-Alemanha que tratará de novos negócios entre os dois países. No próximo ano, o ...
Fazenda de SC libera R$ 80 milhões para pagamentos de precatórios A Secretaria de Estado da Fazenda e o Tribunal de Justiça de Santa Catarina (TJSC) aprovaram nesta quinta-feira (28) a liberação de R$ 80 milhões em depósitos judiciais para quitação de precatórios. O valor é equivalente a débitos devidos entre ...
SC: Colombo vai a 43% e seria reeleito em 1º turno, diz Ibope BRASÍLIA - Pesquisa Ibope divulgada nesta quinta-feira aponta que o atual governador de Santa Catarina, Raimundo Colombo (PSD), que disputa a reeleição, alcançou 43% das intenções de voto. Se a eleição fosse disputada hoje, Colombo venceria no ...
SC vai investir R$ 280 milhões em obras rodoviárias do Planalto Norte O Planalto Norte de SC vai receber US$ 124 milhões (cerca de R$ 280 milhões) para ser aplicado na pavimentaçã o de 110 quilômetros de estradas em cidades como Papanduva, Itaiópolis e Doutor Pedrinho. O montante virá por meio do Programa de ...
Domingo começa com muita chuva em SC Depois de um sábado de sol em boa parte de Santa Catarina, o tempo muda no Estado e o domingo começa com chuva forte e trovoadas. A instabilidade é causada pelas nuvens que se formaram na região Oeste de SC e se espalham ao longo do dia por todo Estado.
Confira a agenda dos candidatos ao Governo de SC neste domingo, 31 Veja abaixo a agenda dos candidatos ao Governo de Santa Catarina, listados em ordem alfabética, neste domingo (31). Afrânio Boppré (PSOL) Noite- Participa de um debate com candidatos ao governo em Tubarão Claudio Vignatti (PT) 11h - Cumpre atividades ...
Apenas Porto Belo continua com interdição para maricultura em SC Está liberada a retirada, comercializaç&atil de;o e consumo de moluscos produzidos no litoral catarinense. A Secretaria de Estado da Agricultura e da Pesca informa que apenas a cidade de Porto Belo continua com pontos de interdição, à espera de dois testes ...
SC no Encontro Brasil-Alemanha, em Hamburgo Senador Luiz Henrique, prefeito Udo Döhler, secretários de Joinville, Marco Aurélio Braga e Jalmei Duarte, viajam hoje para Hamburgo. Vão participar do Encontro Brasil-Alemanha que tratará de novos negócios entre os dois países. No próximo ano, o ...
300x250 SC registra 3º C abaixo de zero na madrugada desta quarta A madrugada desta quarta-feira foi marcada por temperaturas negativas em Santa Catarina. Depois de um fim de semana com veranico e temperaturas próximas dos 30º C, os termômetros marcaram 3º C abaixo de zero no início desta manhã. As mínimas foram ...
300x250
BOM JESUS DO OESTE SC tspan:3m BOM JESUS DO OESTE SC
Selecionamos as principais notícias da cidade de BOM JESUS DO OESTE SC. Os acontecimentos políticos, acidentes de trânsito nas rodovias, fatos do centro, dos bairros e do interior. Pesquisamos também os jornais locais e as redes sociais, bem como o site da prefeitura.

O trabalho jornalístico consiste em captação e tratamento escrito, oral, visual ou gráfico, da informação em qualquer uma de suas formas e variedades. O trabalho é normalmente dividido em quatro etapas distintas, cada qual com suas funções e particularidades: pauta, apuração, redação e edição.A pauta é a seleção dos assuntos que serão abordados. É a etapa de escolha sobre quais indícios ou sugestões devem ser considerados para a publicação final. A apuração é o processo de averiguar informação em estado bruto (dados, nomes, números etc.). A apuração é feita com documentos e pessoas que fornecem informações, chamadas de fontes. A interação de jornalistas com suas fontes envolve freqüentemente questões de confidencialidade.A redação é o tratamento das informações apuradas em forma de texto verbal. Pode resultar num texto para ser impresso (em jornais, revistas e sites) ou lido em voz alta (no rádio, na TV e no cinema). A edição é a finalização do material redigido em produto de comunicação, hierarquizando e coordenando o conteúdo de informações na forma final em que será apresentado. Muitas vezes, é a edição que confere sentido geral às informações coletadas nas etapas anteriores. No jornalismo impresso (jornais e revistas), a edição consiste em revisar e cortar textos de acordo com o espaço de impressão pré-definido. A diagramação é a disposição gráfica do conteúdo e faz parte da edição de impressos. No radiojornalismo, editar significa cortar e justapor trechos sonoros junto a textos de locução, o que no telejornalismo ganha o adicional da edição de imagens em movimento.

Tags: Últimas Notícias, BOM JESUS DO OESTE SC, Cidade, Interior, Segunda, Terça, Quarta, Quinta, Sexta, Sábado, Domingo, Carro, Eleições, Crime, Estrada, Rodovia, Acesso, Greve, Eleições, Festa, Granizo, Chuva, Enchente,Aniversário, Prêmio, Mês, Fim de Semana, Hoje, Ontem, Anteontem, Hora, Pouco Tempo, Agora há Pouco, Mulher, Homem, Família, Criança, Portal,Pessoas, Como saber, Onde eu Acho, Site, Blog, Diário,Protesto,Inauguração, Cassação, Cassado, Show, Apresentação, Espetáculo, Fotos, Vídeos, Imagens, Previsão, Caminhão, Vítimas, Situação, Oposição, Eleições, Enquete, Votos, Apuração, Trânsito, Operação, PF, Delegacia, Praia, Localidade, Animais, Ver Fotos.

Quando um parente saca aposentadoria de morto está cometendo crime de estelionato

Sempre que um segurado da Previdência Social – que recebe algum tipo de benefício, como aposentadoria, pensão por morte, amparo social, entre outros – vem a  falecer, é responsabilidade da família e dos cartórios civis, que emitem a certidão de óbito, comunicar a morte ao INSS, para que haja suspensão do pagamento do benefício.

Caso o segurado falecido recebesse uma Aposentadoria ou um Auxílio Doença  e tenha dependentes (esposa/o, companheiro/a, filhos menores de idade ou inválidos, ou, na falta destes, o pais), a família deve  agendar o pedido de Pensão por Morte, pela Central 135 ou pela página eletrônica da Previdência Social, www.previdencia.gov. br.

Contudo, se o segurado que falecer não tiver dependentes, o óbito deve ser comunicado à Previdência Social e os valores depositados pelo INSS na instituição pagadora, em nome do segurado, não devem ser retirados. Em quaisquer das situações acima, sacar o valor do benefício pago à outra pessoa caracteriza crime de estelionato.

Portanto, se na sua família acontecer o óbito de alguém que recebia benefício do INSS, a orientação é entrar em contato com a Central 135 para se comunicar sobre a maneira correta de proceder, de acordo com a Lei.

O recebimento de benefício pós-óbito costuma acontecer quando o segurado passa a alguém de sua confiança o cartão bancário e a senha, para realizar o saque do benefício, seja por motivos de dificuldade de deslocamento ou por comodidade. Quando a família não comparece ao cartório para registrar a ocorrência do óbito, mesmo de posse da Declaração fornecida pela rede de saúde, e continua realizando as operações bancárias em nome do segurado, está cometendo uma irregularidade e terá que devolver aos cofres do INSS todos os valores que ganhou indevidamente.

A Previdência Social tem um setor, chamado Monitoramento Operacional de Benefícios (MOB), encarregado de fazer o acompanhamento dos benefícios dados, e detectar os casos em que haja indícios de irregularidade.

No caso do recebimento de benefício por terceiros, após o óbito do segurado, esse setor atua em conjunto com o Tribunal de Contas da União, os Sistemas Públicos de Saúde e Cartórios, para acompanhar os benefícios. Após fazer o levantamento das comunicações e as averiguações necessárias, comprovado o fato, o INSS convoca a família para prestar esclarecimentos e devolver os valores recebidos em nome do falecido.

Caso a pessoa que sacou o benefício se negue a ressarcir à Previdência Social, o processo é encaminhado ao Departamento da Polícia Federal, onde passa a ser tratado como crime de estelionato.

Somente em 2012, no Paraná, cerca de R$10 milhões retornaram aos cofres da instituição, pagos por familiares ou terceiros que receberam, irregularmente, os valores de benefícios de segurados já falecidos. (Maria Cristina Pires/SCS PR)

[5]

Com o objetivo de aumentar o acesso da população brasileira ao sistema de transporte aéreo brasileiro, foi criado o Programa de Desenvolvimento da Aviação Regional (Pdar)

. A Medida Provisória 652 foi publicada no Diário Oficial da União nesta segunda-feira (28) e vai atender aeroportos regionais de pequeno ou médio porte.

O programa deve elevar o número de frequências das rotas regionais operadas regularmente e aumentar o número de cidades e rotas atendidas por transporte aéreo regular de passageiros. A ideia é facilitar o acesso a regiões com potencial turístico.

Segundo um estudo feito pelo Tribunal de Contas da União (TCU) em 2012, o desenvolvimento da aviação regional representa um importante fator para diminuição das desigualdades no Brasil, já que contribui com a inclusão econômica e social da população atendida e ajuda na integração de localidades remotas por meio aéreo.

A pesquisa apontou que um dos principais entraves da aviação regional é a dificuldade de diluir os custos entre o limitado número de passageiros, especialmente em locais com menor renda. Nessas cidades, a divisão dos gastos deixa os preços das passagens muito mais caro.

A MP autoriza a União a conceder subvenção econômica nos serviços oferecidos pelos aeroportos regionais, como o pagamento dos custos relativos às tarifas aeroportuárias e de navegação aérea em aeroportos regionais. A união poderá também intervir no pagamento de parte dos custos de voos em rotas regionais e no pagamento dos custos correspondentes ao Adicional de Tarifa Aeroportuária.

As empresas interessadas em aderir ao programa deverão assinar contrato com a União, que conterá as cláusulas mínimas previstas no regulamento. Para a habilitação ao programa, será exigida dos interessados documentação relativa à regularidade jurídica e fiscal.

O pagamento da subvenção econômica será efetuado mediante a utilização de recursos do Fundo Nacional de Aviação Civil, alocados nos orçamentos da União, observada a dotação orçamentária destinada a essa finalidade.

Regulamentação

A regularização do programa será de responsabilidade do Poder Executivo, especialmente em relação às condições gerais para concessão da subvenção e aos critérios de alocação dos recursos disponibilizados. O executivo ficará responsável ainda pelos critérios complementares de distribuição dos recursos e às condições operacionais para pagamento e controle da subvenção.

- See more at: http://www.noticiasdacidade.org/noticias/prefeito-Betim-MG#sthash.yCxrqsEo.dpuf [6]

É possível perceber se o som agradou o bebê, observando os movimentos que ele faz dentro da barriga.

Estudos realizados em Taiwan por especialistas em obstetrícia revelaram que bebês desenvolvem a percepção auditiva podendo ouvir a mãe cantar e conversar a partir da 20ª semana de gestação. E é possível perceber se o som agradou o bebê, observando os movimentos que ele faz dentro da barriga.

No programa Família que Acolhe um projeto de intervenção musical vêm transformando a vida de mais de 15 grávidas. Segundo a psicopedagoga, Rita de Cássia, esse trabalho de musicalização proporciona bem estar, além de um vínculo maior entre mãe e filho. “O bebê fica mais atento aos sons do ambiente externo. Os resultados aparecem também após o nascimento. A música propicia um ambiente adequado para o desenvolvimento da fala”, explicou.

O estudo revela ainda que as gestantes que praticam essa atividade reduzem os sintomas de depressão, estresse e ansiedade. “Quando comecei a cantar pro meu filho, passei a sentir mais tranquilidade, minha ansiedade diminuiu muito”, disse Naiéllen Bento, grávida de sete meses.
Família que Acolhe: Grávidas recebem aulas de musicalização
(Eduardo Andrade)
A inclusão da música na programação do Família que Acolhe ainda está no início, mas foi bem recebida por toda a equipe. “Ouvi-las cantando é um momento único. Fico feliz em poder colaborar e ao mesmo tempo aprender com esse período especial da gravidez”, ressaltou o maestro do projeto de musicalização, Adonias Lima. [0]

É possível perceber se o som agradou o bebê, observando os movimentos que ele faz dentro da barriga.

Estudos realizados em Taiwan por especialistas em obstetrícia revelaram que bebês desenvolvem a percepção auditiva podendo ouvir a mãe cantar e conversar a partir da 20ª semana de gestação. E é possível perceber se o som agradou o bebê, observando os movimentos que ele faz dentro da barriga.

No programa Família que Acolhe um projeto de intervenção musical vêm transformando a vida de mais de 15 grávidas. Segundo a psicopedagoga, Rita de Cássia, esse trabalho de musicalização proporciona bem estar, além de um vínculo maior entre mãe e filho. “O bebê fica mais atento aos sons do ambiente externo. Os resultados aparecem também após o nascimento. A música propicia um ambiente adequado para o desenvolvimento da fala”, explicou.

O estudo revela ainda que as gestantes que praticam essa atividade reduzem os sintomas de depressão, estresse e ansiedade. “Quando comecei a cantar pro meu filho, passei a sentir mais tranquilidade, minha ansiedade diminuiu muito”, disse Naiéllen Bento, grávida de sete meses.
Família que Acolhe: Grávidas recebem aulas de musicalização
(Eduardo Andrade)
A inclusão da música na programação do Família que Acolhe ainda está no início, mas foi bem recebida por toda a equipe. “Ouvi-las cantando é um momento único. Fico feliz em poder colaborar e ao mesmo tempo aprender com esse período especial da gravidez”, ressaltou o maestro do projeto de musicalização, Adonias Lima. [0]

Com o objetivo de aumentar o acesso da população brasileira ao sistema de transporte aéreo brasileiro, foi criado o Programa de Desenvolvimento da Aviação Regional (Pdar)

. A Medida Provisória 652 foi publicada no Diário Oficial da União nesta segunda-feira (28) e vai atender aeroportos regionais de pequeno ou médio porte.

O programa deve elevar o número de frequências das rotas regionais operadas regularmente e aumentar o número de cidades e rotas atendidas por transporte aéreo regular de passageiros. A ideia é facilitar o acesso a regiões com potencial turístico.

Segundo um estudo feito pelo Tribunal de Contas da União (TCU) em 2012, o desenvolvimento da aviação regional representa um importante fator para diminuição das desigualdades no Brasil, já que contribui com a inclusão econômica e social da população atendida e ajuda na integração de localidades remotas por meio aéreo.

A pesquisa apontou que um dos principais entraves da aviação regional é a dificuldade de diluir os custos entre o limitado número de passageiros, especialmente em locais com menor renda. Nessas cidades, a divisão dos gastos deixa os preços das passagens muito mais caro.

A MP autoriza a União a conceder subvenção econômica nos serviços oferecidos pelos aeroportos regionais, como o pagamento dos custos relativos às tarifas aeroportuárias e de navegação aérea em aeroportos regionais. A união poderá também intervir no pagamento de parte dos custos de voos em rotas regionais e no pagamento dos custos correspondentes ao Adicional de Tarifa Aeroportuária.

As empresas interessadas em aderir ao programa deverão assinar contrato com a União, que conterá as cláusulas mínimas previstas no regulamento. Para a habilitação ao programa, será exigida dos interessados documentação relativa à regularidade jurídica e fiscal.

O pagamento da subvenção econômica será efetuado mediante a utilização de recursos do Fundo Nacional de Aviação Civil, alocados nos orçamentos da União, observada a dotação orçamentária destinada a essa finalidade.

Regulamentação

A regularização do programa será de responsabilidade do Poder Executivo, especialmente em relação às condições gerais para concessão da subvenção e aos critérios de alocação dos recursos disponibilizados. O executivo ficará responsável ainda pelos critérios complementares de distribuição dos recursos e às condições operacionais para pagamento e controle da subvenção.

- See more at: http://www.noticiasdacidade.org/noticias/prefeito-Betim-MG#sthash.yCxrqsEo.dpuf [6]

EM BOM JESUS DO OESTE tspan:3m EM BOM JESUS DO OESTE

Um turismo diferente, baseado num produto destacado no Brasil

O Brasil é hoje o maior produtor e exportador de café, e o segundo maior consumidor do produto em todo o mundo. Do período colonial ao republicano, a produção de café marcou a história do País e as marcas desse processo estão em toda parte e geram um grande interesse, especialmente aos turistas.

Entre os destinos mais visitados estão a Rota do Café, no norte do Paraná, e o Museu do Café, em Santos (SP). Além de degustar cafés de diferentes tipos, os admiradores do produto podem conhecer um pouco mais desta história em visitas e roteiros turísticos elaborados especificamente para destacar a importância da bebida para o País.

A Rota do Café é um roteiro turístico que resgata a cultura cafeeira de uma região que prosperou graças ao “ouro verde” – como o grão era conhecido no século passado. O roteiro inclui visitas a fazendas históricas e produtivas, museus e memoriais.

A rota é composta por nove municípios, incluindo Londrina (PR), que já foi considerada a “capital mundial do café”. O consultor do Sebrae/PR, Sérgio Garcia, explica que o objetivo do projeto é oferecer experiências marcantes aos turistas. “Entre maio e agosto, os visitantes podem participar da colheita nas fazendas produtivas e “abanar” o café: o que consiste em peneirar separando os grãos das folhas e impurezas”, disse.

Para o ministro do Turismo, Vinicius Lages, a gastronomia brasileira ganha ainda mais importância quando atrelada à história, fortalecendo o potencial turístico que pode ser explorado. “A gastronomia foi um dos itens com melhor avaliação dos estrangeiros que estiveram no Brasil durante a Copa, com 93,2% de aprovação”, disse.

Museu do Café

O centro histórico de Santos, no litoral paulista, abriga o Museu do Café, onde o turista tem acesso a fotografias, objetos e documentos que mostram como a evolução da cafeicultura e o desenvolvimento do País estão intimamente ligados. O acervo permite ao visitante uma viagem ao passado, começando com a chegada das primeiras mudas da planta ao Brasil, passando pela mecanização das plantações e a chegada dos imigrantes japoneses e europeus para o trabalho nas lavouras.

Cerca de 20 mil pessoas visitam mensalmente o acervo, instalado no edifício da antiga Bolsa Oficial de Café, onde eram realizadas as negociações que determinavam as cotações diárias das sacas de café na época. Inaugurado em 1922, como parte das comemorações do centenário da independência do Brasil, o prédio se tornou um dos símbolos maiores da riqueza dos negócios do café e um dos cartões-postais mais conhecidos da cidade de Santos.

Após a visita ao museu, o visitante pode fazer uma pausa para o cafezinho na Cafeteria do Museu, que possui em seu cardápio diversas opções de bebidas que têm o café como principal ingrediente. Além disso, conta com grande variedade de grãos, produzidos em diferentes regiões do Brasil, à disposição dos visitantes para consumir na hora ou levar para casa.

De acordo com o estudo da Demanda Turística Internacional de 2012, do Ministério do Turismo, 10,6% dos estrangeiros que vieram ao País motivados por lazer tem a cultura brasileira como o principal interesse da viagem. Para a pasta, o turismo cultural valoriza os bens materiais e imateriais e registram a memória e identidade do País.

Serviço:

Rota do Café (PR): inclui 34 empreendimentos em nove municípios na região norte do Paraná. Para adquirir o pacote, o turista deve procurar uma das agências de turismo credenciadas: www.rotadocafe.tur.br. Entre 10 de novembro a 7 de dezembro, a região também receberá o 4º Festival de Gastronomia, Cultura e Lazer do Café – Fest Café, com diversos pratos doces e salgados elaborados com o grão.

Museu do Café (SP): localizado na rua XV de Novembro, 95, no Centro Histórico de Santos. Seu horário de funcionamento é de terça a sábado das 9h às 17h, e aos domingos entre 10h e 17h. Entre os meses de novembro e março, o Museu abre também às segundas-feiras, das 9h às 17h. Os ingressos para visitação custam R$ 5,00. Estudantes e pessoas acima de 60 anos pagam meia-entrada. A Cafeteria do Museu funciona de segunda a sábado, das 9h às 18h, e aos domingos entre 10h e 18h.


Já pensou em fazer carreira militar?

As Forças Armadas Brasileiras não são compostas apenas por militares originários do serviço militar obrigatório. É possível ingressar no Exército, Marinha ou Aeronáutica e seguir carreira nos níveis escolares fundamental, médio ou superior e em diversas áreas de atuação, como medicina, comunicação e engenharia, entre outras.

Cada uma das Forças Armadas possui peculiaridades no processo de seleção, porém, homens e mulheres têm a possibilidade de ingressar no serviço militar a partir da adolescência, mediante aprovação em concurso público, de âmbito nacional, em alguma das Escolas de Formação específicas de cada Força.

A situação do jovem que presta o serviço militar obrigatório, cumprindo o que determina a Lei do Serviço Militar, é diferente da situação do jovem que se inscreve para prestar concurso para uma das Escolas da Força. O primeiro, por força da lei, permanece em alguma das Forças Armadas por um período temporário de no máximo oito anos, diferentemente do jovem aprovado em concurso, que poderá seguir a carreira das Armas e permanecerá na Força até passar para a Reserva Remunerada (uma espécie de aposentadoria militar).



*blogsbrasil.com - todos os direitos reservados.