Blog de Notícias de ALTO ARAGUAIA








Governo fará programa para que prefeituras e associações tomem conta das rodovias; veja fotos

As Prefeituras e associações deverão tomar conta das rodovias estaduais de Mato Grosso. De acordo com o vice-governador ... Fábio Schroeter, de Alto Araguaia, Maia Neto, de Alto Garças, Junior Pitucha, de Guiratinga, Hélio Gular, de Alto Taquari ...

Piracema termina e pesca já está liberada nos rios de MT

A pesca estará liberada a partir de domingo (01) nos rios de Mato Grosso (Bacias Araguaia-Tocantins ... Rondonópolis, Sinop, Alta Floresta, Guarantã do Norte, Aripuanã, Vila Rica, Tangará da Serra e Juara) ou no Ministério da Pesca e Aquicultura ...

Vídeo: Vagas de Auxiliar de Recursos Humanos e Operador de Computador em Alto Araguaia

Estão abertas mais 40 vagas em dois cursos do Senai, em Alto Araguaia/MT. As inscrições começaram nesta quarta-feira (25) e vão permanecer somente até o preenchimento das ofertas. A iniciativa é result…

Pauta de julgamento do TCE conta com 51 processos

Entre os assuntos, o órgão irá responder à consulta formulada pela Prefeitura de Alto Araguaia acerca da possibilidade ... o Tribunal de Contas de Mato Grosso vai avaliar recursos e embargos de declaração interpostos por gestores.

Empregos em Alto Araguaia: atualizado em 25/02/2015

EMPRESA/EMPREGADOR: VAGAS: CONTATO: América Latina Logística - ALL 01 – operador de produção;03 – auxiliares de faturamento. acessuasaia@gmail.com* Louis Dreyfus Commodities - instr…

Temporal derruba torres e região de MT fica 15 horas sem energia

A ocorrência de hoje afeta os municípios de Nova Xavantina, Nova Nazaré, Alto Boa Vista, Ribeirão Cascalheira, Serra Nova Dourada, Novo Santo Antônio, Santa Cruz do Xingu, São José do Xingu, Confresa, Vila Rica, Bom Jesus do Araguaia, Luciara ...

ALL abre mais três vagas de emprego em Alto Araguaia

Acessuas Trabalho25/02/2015 Além da vaga de operador de produção (manobrista) anunciada na semana passada, a América Latina Logística (ALL) abriu mais três oportunidades de emprego em Alto Araguaia-MT…

Colação de Grau reúne 60 concluintes da Unemat e UAB em Alto Araguaia

Alto Araguaia, MT– Emoção, sentimento de dever cumprido e felicidade em cada sorriso, em cada expressão. A noite de sexta-feira (20/2) foi de festa para 60 concluintes que participaram da Sessão Solen…

Colação de Grau reúne 60 concluintes da Unemat e UAB em Alto Araguaia

Normal 0 21 false false false PT-BR X-NONE X-NONE …

Emoção e alegria marcam a colação de grau 2014/2 em Alto Araguaia

Acessuas Trabalho 23/02/2015& nbsp;Magnífica Reitora professora Ana Maria Di Renzo no periodo de a cerimônia de colação. (Foto: Christiley Ive). A última sexta-feira (20/02) foi muito especial para a comunidade d…

Louis Dreyfus contrata para cinco áreas de atuação em Alto Araguaia/MT

Acessuas Trabalho23/02/2015 As entrevistas serão realizadas no Sine de Alto Araguaia. (Foto: Reprodução) .Em cinco áreas diferentes de atuação, a Louis Dreyfus Commodities (LDC) de Alto Araguaia-MT ofe…

Com vaga de emprego em Alto Araguaia, ALL inicia entrevistas na semana que vem

 Assessoria de imprensa do Acessuas Trabalho 20/02/2015O candidato aprovado irá trabalhar no setor de manobra das locomotivas. (Foto: ALL). Os cidadãos de Alto Araguaia-MT e região contam com mais uma…

Estudantes de cinco cursos em Alto Araguaia colam grau nesta sexta-feira (20)

Assessoria de imprensa do Acessuas Trabalho 20/02/2015& nbsp;A reitora da Unemat, Ana Maria Di Renzo, estará presente. (Foto: Divulgação) .Colam grau logo mais, às 20h, em Alto Araguaia-MT, os estudantes dos…

Últimas notícias de ALTO ARAGUAIA MT:

 Temporal derruba torres e região de MT fica 15 horas sem energia A ocorrência de hoje afeta os municípios de Nova Xavantina, Nova Nazaré, Alto Boa Vista, Ribeirão Cascalheira, Serra Nova Dourada, Novo Santo Antônio, Santa Cruz do Xingu, São José do Xingu, Confresa, Vila Rica, Bom Jesus do Araguaia, Luciara ...

Dezesseis municípios do MT, no Araguaia, estão sem energia elétrica Quatro torres da linha de alta tensão caíram no periodo de uma forte chuva na madrugada. O problema atinge 54 mil unidades consumidoras. A concessionária de energia elétrica de Mato Grosso informou que por conta da complexidade dos trabalhados para a ...

ALTO ARAGUAIA MT tspan:3m ALTO ARAGUAIA MT


Chuva forte derruba torres e provoca apagão em 16 localidades do Araguaia Dezesseis municípios mato-grossenses da região do Araguaia estão sem energia elétrica desde ... Em comunicado, a concessionária de energia elétrica de Mato Grosso informou que uma das torres foi derrubada pelo vento forte, provocando a queda de ...

Temporal derruba torres e deixa 16 localidades do Araguaia sem energia nesta segunda-feira Por conta disto, 16 municípios da região do Araguaia estão com o fornecimento de energia interrompido, já que a linha de alta tensão foi rompida. Ao todo, foram 54 mil unidades consumidoras prejudicadas. Segundo a assessoria de imprensa da Rede Cemat ...

Pleno do TCE-MT julga 63 processos nesta terça-feira (24) O Tribunal de Contas de Mato Grosso retoma a sessão de julgamento do Pleno com 63 ... O Pleno vai responder a duas consultas, a primeira foi formulada pela Prefeitura de Alto Araguaia e o interessado consulta acerca da possibilidade de servidor público ...

Confira as cotações dos principais produtos agropecuários de MT Soja é vendida a R$ 56 em Alto Araguaia; e milho a R$ 18 em Canarana. Informações são do Instituto Mato-grossense de Economia Agropecuária. Do G1 MT Soja R$/sc - Compra/Venda Alto Araguaia ...

Mais dez novos municípios assinam termo de adesão ao PDI do TCE-MT Alto Araguaia, Itiquira, Jaciara, Santo Antônio de Leverger, Alto Paraguai, Sapezal, Água Boa, Poxoréo e Juscimeira. (Assessoria/TCE-MT)





Siga-nos e receba notícias e assuntos de interesse das cidades

Não conseguiu receber do INSS em ALTO ARAGUAIA ? Veja como proceder.

O segurado que tem o seu pedido de benefício negado pelo Instituto Nacional do Seguro Social (INSS), e não concorda com a decisão, pode entrar com recurso administrativo na mesma Agência da Previdência Social (APS) onde o pedido foi feito.

O processo será encaminhado à Junta de Recurso do Conselho de Recursos da Previdência Social (CRPS). O prazo para dar entrada é de 30 dias, contados a partir do momento em que o segurado fica sabendo da decisão.

Para solicitar o Recurso de Benefício Previdenciário é necessário agendar o atendimento, pela Central 135 ou pelo portal da Previdência. No dia do atendimento, o segurado deve levar preenchido um formulário específico, que pode ser acessado aqui.

O andamento do recurso poderá ser acompanhado pela internet. O segurado terá acesso às decisões das Câmaras e Juntas de recursos no link

Auxílio-Doença

No caso do pedido de auxílio-doença e outros benefícios por incapacidade, antes de entrar com o recurso, o segurado pode fazer o Pedido de Reconsideração (PR) – serviço que permite solicitar uma nova avaliação médica, que poderá ser feita por qualquer perito médico do INSS.

O pedido deve ser feito em até 30 dias após o segurado tomar ciência da conclusão contrária da perícia inicial ou da cessação do benefício. É permitido apenas um Pedido de Reconsideração para cada indeferimento. O PR pode ser feito em nosso portal, pelo link.

E-Recursos

Desde julho do ano passado, todas as APS estão trabalhando apenas com o recurso eletrônico (e-Recursos). O sistema reduz o tempo de tramitação e facilita o acesso e a distribuição dos processos.

“Isso encurta muito o tempo de julgamento. Posso dizer que hoje o processo é julgado em um terço do tempo que levava antes do e-Recursos”, diz o presidente do CRPS, Carlos Alexandre Mendonça.

O sistema eletrônico também permite ao segurado acompanhar as etapas processuais por um aplicativo para smartphones e tablets com sistema Android (a partir da versão 2.3.3) ou IOS (na Apple Store). É possível, inclusive, configurar o aplicativo para receber notificações do andamento dos processos de interesse.

Fonte:
Ministério da Previdência Social

[1]




Veja quando serão feitos os pagamentos do INSS em ALTO ARAGUAIA

O Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) inicia os depósitos dos benefícios dos segurados que recebem acima do salário mínimo a partir de 2 de fevereiro.

Nessa data, serão liberados os valores de quem possui cartão com final 1 e 6, desconsiderando-se o dígito.

Os aposentados e pensionistas que recebem até um salário mínimo e possuem cartão com final 9, desconsiderando-se o dígito também tem os benefícios pagos nesta segunda-feira.

Os depósitos de benefícios do mês de janeiro seguem até o dia 6 de fevereiro. Acesse as datas de depósito dos benefícios.

Os depósitos da folha de janeiro já vêm com os valores reajustados de acordo com o mínimo vigente (R$ 788) e com a inflação para quem recebe acima do salário mínimo.

O índice de reajuste para os benefícios do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) com valor acima do salário mínimo foi 6,23%. Os dados foram atualizados pelo INPC de 2014, medido pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

A folha de pagamento do INSS paga atualmente mais de 32 milhões de benefícios e injeta na economia do país mais de R$ 29 bilhões todos os meses.

Extrato

O Extrato de Pagamento de Benefícios já está disponível para consulta dos segurados nos terminais de autoatendimento dos bancos pagadores. A consulta ao extrato permite ao segurado visualizar o valor do pagamento dos benefícios.

O serviço é decorrente do contrato firmado entre o Instituto Nacional do Seguro Social (INSS) e as instituições financeiras que pagam, todos os meses, mais de 32 milhões de benefícios.

A consulta do extrato pode ser feita também no site da Previdência Social. Basta acessar a Agência Eletrônica e fazer a consulta. Os segurados conseguem apenas visualizar o extrato do mês corrente, caso precisem das informações dos meses anteriores devem comparecer a uma Agência de Previdência Social. [27]



Piracema termina e pesca já está liberada nos rios de MT


A pesca estará liberada a partir de domingo (01) nos rios de Mato Grosso (Bacias Araguaia-Tocantins ... Rondonópolis, Sinop, Alta Floresta, Guarantã do Norte, Aripuanã, Vila Rica, Tangará da Serra e Juara) ou no Ministério da Pesca e Aquicultura ...



Pauta de julgamento do TCE conta com 51 processos


Entre os assuntos, o órgão irá responder à consulta formulada pela Prefeitura de Alto Araguaia acerca da possibilidade ... o Tribunal de Contas de Mato Grosso vai avaliar recursos e embargos de declaração interpostos por gestores.
Temporal derruba torres e região de MT fica 15 horas sem energia A ocorrência de hoje afeta os municípios de Nova Xavantina, Nova Nazaré, Alto Boa Vista, Ribeirão Cascalheira, Serra Nova Dourada, Novo Santo Antônio, Santa Cruz do Xingu, São José do Xingu, Confresa, Vila Rica, Bom Jesus do Araguaia, Luciara ...
Dezesseis municípios do MT, no Araguaia, estão sem energia elétrica Quatro torres da linha de alta tensão caíram no periodo de uma forte chuva na madrugada. O problema atinge 54 mil unidades consumidoras. A concessionária de energia elétrica de Mato Grosso informou que por conta da complexidade dos trabalhados para a ...
Chuva forte derruba torres e provoca apagão em 16 localidades do Araguaia Dezesseis municípios mato-grossenses da região do Araguaia estão sem energia elétrica desde ... Em comunicado, a concessionária de energia elétrica de Mato Grosso informou que uma das torres foi derrubada pelo vento forte, provocando a queda de ...
Temporal derruba torres e deixa 16 localidades do Araguaia sem energia nesta segunda-feira Por conta disto, 16 municípios da região do Araguaia estão com o fornecimento de energia interrompido, já que a linha de alta tensão foi rompida. Ao todo, foram 54 mil unidades consumidoras prejudicadas. Segundo a assessoria de imprensa da Rede Cemat ...

Trabalho em ALTO ARAGUAIA. Como fica o meu plano de saúde se for demitido?

Permanecer com o plano de saúde oferecido pela empresa após ser demitido, ainda que tenha que pagar por ele, pode representar um benefício significativo, principalmente considerando o fato de que firmar um contrato de plano de saúde individual tem se tornado uma tarefa cada vez mais difícil. Muitas operadoras colocam empecilhos para quem procura um plano apenas para si.

O artigo 30 da lei número 9656/98, que rege o assunto, prevê que no caso de rescisão ou exoneração do contrato de trabalho sem justa causa, “é assegurado o direito de manter sua condição de beneficiário, nas mesmas condições de cobertura assistencial de que gozava quando da vigência do contrato de trabalho, desde que assuma seu pagamento integral”, diz um trecho da lei.

Mas, para que o ex-funcionário possa manter este benefício, ele precisa ter contribuído, total ou parcialmente, com o plano de saúde empresarial, explica a advogada Camila de Oliveira Santos, do escritório Maluf e Moreno Advogados Associados. “O empregado deve informar o interesse de permanecer com o plano, no prazo máximo de 30 dias após a formalização da dispensa”, diz Camila. E cabe à empregadora comunicar ao trabalhador a existência dessa possibilidade.

Em relação ao período de permanência após a rescisão do contrato, a lei obriga as empresas a manter os ex-funcionários por um prazo de até dois anos. O tempo de permanência previsto na legislação é equivalente a um terço do período que o funcionário permaneceu na organização. “Entretanto, existe um prazo mínimo (que é de seis meses) e máximo (24 meses) de permanência”, sinaliza Camila. Logo, mesmo o trabalhador que tiver ficado pouco tempo na organização terá direito a no mínimo meio ano de cobertura. Contudo, o benefício cessa caso o trabalhador obtenha novo emprego que lhe forneça outro plano de saúde.

Camila explica ainda que a lei também se aplica a quem se aposenta. Nesses casos, quem possui um plano de saúde por um período igual ou superior a dez anos tem direito a permanecer com o benefício nos mesmos moldes por prazo indeterminado, desde que assuma o pagamento integral do plano. Já quem está no plano há menos de dez anos pode estender o benefício pelo prazo equivalente ao que permaneceu nele.

Impactos para as empresas

Ainda que as organizações não sejam obrigadas a custear qualquer valor para o ex-funcionário que escolhe a extensão do benefício, , essa opção pode ter reflexos no valor do contrato que as empresas mantêm com as operadoras de planos de saúde empresarial. Isso porque esses contratos, geralmente, possuem cláusula de sinistralidade, ou seja, o contrato prevê uma margem de utilização. “Por mais que o ex-funcionário passe a pagar pelo plano, ele continua a integrar a apólice da empresa, o que pode contribuir para que a margem de utilização seja ultrapassada”, explica Camila. Segundo ela, no momento de renovar o contrato, as operadoras costumam reajustar o valor em até 100% por causa da cota excedida.

A desvantagem iminente tem feito algumas empresas estudarem formas de efetuar mudanças nos desenhos de seus planos, a fim de evitar a obrigatoriedade de estendê-los para seus ex-empregados. É o que mostra um estudo feito pela consultoria Watson Wyatt, com cerca de 170 empresas de diferentes portes e segmentos.

Segundo a pesquisa, mais de 60% das empresas estão condicionadas à lei. Desse total, 13% afirmam já ter tomado providências para não precisarem mais beneficiar quem não integra seu quadro. Elas alegam que o custo criado pelos inativos não é corretamente avaliado para fins contábeis, especialmente quando ele está na mesma apólice dos ativos, o que ocorre em 76% dos casos.

Além dos impactos na sinistralidade do contrato, essa situação pode implicar em subsídio indireto da empresa e dos empregados ativos, uma vez que a tendência é que os participantes de idade mais avançada criem despesas mais elevadas. Dentre as pesquisadas, 29% já precisaram assumir parte dos custos do plano médico dos inativos e pelo menos 5% sofreram ações judiciais por conta dos valores cobrados, uma vez que estes números costumam ser superiores aos debitados do trabalhador enquanto estava na empresa.

Fonte: www.canalrh.com.br - Por: Leandro Fernandes

www.senado.gov.br/senado/portaldoservidor/jornal/jornal92/economia_plano_saude.aspx [0]


Uma grande mudança no setor de embalagens. Como isso afeta ALTO ARAGUAIA ?

Por: Cristina Ávila - Edição: Vicente Tardin

A análise jurídica do texto do acordo setorial para a implantação do sistema de logística reversa de "embalagens em geral" deverá estar pronta nos próximos dias, e em seguida seguirá para o chamado “grupo de coalizão”, como se autodenominam as 22 associações que representam comércio, indústria e distribuidores de produtos domésticos, como alimentos e bebidas. O setor deverá voltar a discutir a redação ainda em fevereiro.

“Essa nova discussão será muito importante para finalizar esse acordo setorial. Os próximos dias serão decisivos para as negociações com os setores que devem cumprir a logística reversa”, acentua a diretora de Ambiente Urbano do MMA, Zilda Veloso.

O texto do acordo foi submetido à consulta pública, entre 15 de setembro e 15 de outubro do ano passado, e foram recebidas mais de 900 sugestões de alterações. A intensa participação trouxe opiniões de representantes de municípios, recicladores, órgãos ambientais e sociedade civil.

“Essencialmente, o Ministério do Meio Ambiente media as negociações para que seja feita a separação de materiais seco e orgânico, a redução de resíduos e o encaminhamento de embalagens para o mercado de reciclagem”, explica Zilda.

Atingir essa meta é um bom negócio em todos os sentidos. A diretora comenta que no Brasil cerca de 50% do descarte é lixo orgânico, 35% lixo seco e os outros 15% são outros materiais, incluindo os rejeitos (que não têm possibilidade de reciclagem, ou por questões técnicas ou econômicas de cada região). Do lixo seco, cerca de 70% são embalagens.

SUCESSO

Esse será o terceiro acordo setorial definido entre as cinco cadeias produtivas que serão responsáveis pela logística reversa prevista pela Política Nacional de Resíduos Sólidos (Lei 12.305/10). As cinco cadeias foram definidas pelo Comitê Orientador da Logística Reversa (Cori), composto pelos Ministérios do Meio Ambiente, Fazenda, Indústria e Comércio, Saúde e Agricultura.

No ano passado, o setor privado assinou contrato para a destinação de lâmpadas. E o acordo para o correto descarte de embalagens de lubrificantes já está funcionando na prática. Em 2005, o setor criou uma entidade gestora, que cresceu e se transformou no Instituto Jogue Limpo. Hoje presente em 14 estados e no Distrito Federal, já supera 330 milhões de embalagens encaminhadas para reciclagem.

PRÓXIMOS PASSOS

As expectativas a partir de agora serão os acordos dos setores de medicamentos e de eletroeletrônicos. Importadores, fabricantes e o comércio varejista de remédios estão em negociação e devem apresentar propostas no início deste ano. E o setor de eletroeletrônicos apresentou reivindicações que ainda estão sendo analisadas.

“Depois que concluirmos esses acordos, passaremos a rever os acordos que foram feitas por outras cadeias produtivas, antes da Lei 12.305”, afirma Zilda Veloso. Ela se refere aos setores de agrotóxicos, pneus, lubrificantes, pilhas e baterias.

A diretora de Ambiente Urbano comenta que o setor de agrotóxicos consegue recolher mais de 94% das embalagens que são colocadas pela indústria no comércio. Fato que ela considera inédito no mundo. A “Lei dos Agrotóxicos” (Lei 7.802/89) foi sancionada em 1989, e em 2000 foi alterada para incluir a obrigação de reciclagem de embalagens. Até então os agricultores enterravam, queimavam, jogavam nos rios ou nas lavouras, com riscos para o meio ambiente e para a saúde.[12]



*blogsbrasil.com - todos os direitos reservados. Selecionamos as principais notícias da cidade de ALTO ARAGUAIA MT. Os acontecimentos políticos, acidentes de trânsito nas rodovias, fatos do centro, dos bairros e do interior. Pesquisamos também os jornais locais e as redes sociais, bem como o site da prefeitura. O trabalho jornalístico consiste em captação e tratamento escrito, oral, visual ou gráfico, da informação em qualquer uma de suas formas e variedades. O trabalho é normalmente dividido em quatro etapas distintas, cada qual com suas funções e particularidades: pauta, apuração, redação e edição.A pauta é a seleção dos assuntos que serão abordados. É a etapa de escolha sobre quais indícios ou sugestões devem ser considerados para a publicação final. A apuração é o processo de averiguar informação em estado bruto (dados, nomes, números etc.). A apuração é feita com documentos e pessoas que fornecem informações, chamadas de fontes. A interação de jornalistas com suas fontes envolve freqüentemente questões de confidencialidade.A redação é o tratamento das informações apuradas em forma de texto verbal. Pode resultar num texto para ser impresso (em jornais, revistas e sites) ou lido em voz alta (no rádio, na TV e no cinema). A edição é a finalização do material redigido em produto de comunicação, hierarquizando e coordenando o conteúdo de informações na forma final em que será apresentado. Muitas vezes, é a edição que confere sentido geral às informações coletadas nas etapas anteriores. No jornalismo impresso (jornais e revistas), a edição consiste em revisar e cortar textos de acordo com o espaço de impressão pré-definido. A diagramação é a disposição gráfica do conteúdo e faz parte da edição de impressos. No radiojornalismo, editar significa cortar e justapor trechos sonoros junto a textos de locução, o que no telejornalismo ganha o adicional da edição de imagens em movimento. Tags: Últimas Notícias, ALTO ARAGUAIA MT, Cidade, Interior, Segunda, Terça, Quarta, Quinta, Sexta, Sábado, Domingo, Carro, Eleições, Crime, Estrada, Rodovia, Acesso, Greve, Eleições, Festa, Granizo, Chuva, Enchente,Aniversário, Prêmio, Mês, Fim de Semana, Hoje, Ontem, Anteontem, Hora, Pouco Tempo, Agora há Pouco, Mulher, Homem, Família, Criança, Portal,Pessoas, Como saber, Onde eu Acho, Site, Blog, Diário,Protesto,Inauguração, Cassação, Cassado, Show, Apresentação, Espetáculo, Fotos, Vídeos, Imagens, Previsão, Caminhão, Vítimas, Situação, Oposição, Eleições, Enquete, Votos, Apuração, Trânsito, Operação, PF, Delegacia, Praia, Localidade, Animais, Ver Fotos.